FMO janeiro 2020

14/03


2012

Lula: roteiro diário até o dia do resultado final


Antes e depois: à esquerda, Lula antes de ser internado com penumonia, ainda sem cabelos devido ao tratamento contra o câncer; à direita, ao ter alta neste domingo, já com os cabelos voltando a crescer
Foto: Divulgação / Instituto LulaEmbora tenha recebido alta no domingo, o  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou ao hospital Sírio-Libanês  na segunda e terça-feira. Lula continuará indo diariamente ao hospital  até pelo menos o dia 16 para receber as doses de antibióticos  que combatem a infecção pulmonar decorrente do tratamento contra o  câncer na laringe.  Lula não pode receber a medicação em casa porque os  antibióticos são aplicados por via intravenosa.

No apartamento da família, em São Bernardo, o  ex-presidente tem recebido diariamente uma fonoaudióloga, com quem faz  sessões de até uma hora para recobrar a potência da voz. Segundo pessoas  próximas, Lula apresentou melhora visível desde  que foi internado. A voz, que no pior momento chegou a sumir  totalmente, melhorou. Ele tem conseguido engolir alimentos sólidos. Os  cabelos e barba voltaram a despontar. No entanto, o ex-presidente ainda  não tem condições físicas de retomar suas atividades.

A previsão é que ele volte a dar expediente no  Instituto Lula dentro de até duas semanas. Há a expectativa de que Lula  compareça ao seminário sobre governança metropolitana promovido pelo  Instituto e pela Fundação Perseu Abramo no dia 30. Os exames que indicarão o resultado do tratamento  contra o câncer, antes previstos para o dia 23, agora podem ficar para a  segunda quinzena de abril.(Ricardo Galhardo - Blog Poder Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

14/03


2012

Major Curió é 1º denunciado por crime na ditadura

 O Ministério Público Federal (MPF) irá encaminhar hoje à Justiça Federal em Marabá (PA) a primeira denúncia contra um militar por violações de direitos humanos praticadas durante a ditadura, informa o Correio Braziliense. O indiciado é o coronel da reserva Sebastião Curió, acusado de sequestro qualificado contra cinco militantes de esquerda, capturados durante a repressão à Guerrilha do Araguaia, entre janeiro e setembro de 1974. Os sequestrados permanecem desaparecidos.

Caso seja condenado, Curió pode pegar de dois a 40 anos de prisão. Para driblar a possibilidade de impunidade decorrente da aplicação da Lei de Anistia, os procuradores elaboraram o argumento jurídico de que, como o paradeiro das vítimas ainda não é conhecido, trata-se de crime “permanente”. O MPF sustenta que a ação está em consonância com decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a extradição de militares argentinos envolvidos em crimes semelhantes praticados no período do governo militar na Argentina.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

14/03


2012

O preço da Justiça: em SP sede de R$ 800 milhões

O Tribunal de Justiça de São Paulo planeja gastar R$ 800 milhões em três torres, no centro da capital, para abrigar os gabinetes dos 360 desembargadores, informa Carlos Brickmann, em sua coluna. Há não muito tempo, o TJ alugou o antigo Hotel Hilton, que já foi o mais luxuoso da cidade, e o reformou inteiro, para abrigar gabinetes de desembargadores. Uma curiosidade: R$ 800 milhões é o custo estimado do estádio do Corinthians, construído de acordo com as especificações da FIFA para a abertura da Copa, e que abrigará 45 mil espectadores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

13/03


2012

Ministro do Desenvolvimento Agrário toma posse amanhã

O deputado federal Pepe Vargas (PT-RS) toma posse amanhã como novo ministro do Desenvolvimento Agrário. Ele assume o lugar de Afonso Florence, também do PT, que volta para a Câmara dos Deputados. A cerimônia está marcada para as 11h, no Palácio do Planalto. A troca na pasta, parte da primeira reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff, é a 13º mudança feita por ela em sua equipe. Sete ministros deixaram o governo por denúncias de corrupção. Os demais ou foram remanejados para outras pastas ou saíram na reforma. Alguns, como Fernando Haddad (Educação), serão candidatos nas eleições municipais deste ano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/03


2012

Saem Vacarezza e Jucá. Entram Chinaglia e Eduardo Braga

A presidente Dilma Rousseff indicou o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) para substituir Cândido Vaccarezza (PT-SP) na liderança do governo na Câmara. A escolha foi anunciada pelo porta-voz da Presidência, Thomas Traumann. Ele também oficializou a troca da liderança do governo no Senado, onde Dilma substituirá Romero Jucá (PMDB-RR) por Eduardo Braga (PMDB-AM). Segundo Traumann, Dilma agradeceu "tanto ao trabalho do Romero Jucá quanto do Cândido Vaccarezza e continua contando com eles na base de apoio do Congresso". De acordo com Vaccarezza e Jucá, Dilma disse que pretende implementar um sistema de rodízio de líderes nas duas Casas. "Essa será política a partir.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

13/03


2012

Acordo PT e PMDB mantido para eleição na Câmara

O novo líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou nesta terça-feira (13) que o acordo entre PT e PMDB para a sucessão na presidência da Casa está mantido. Mas disse que não cabe a ele a manutenção desse acordo, e sim aos líderes das duas legendas, segundo a Folhaonline.

O deputado negou ainda que tenha pretensão de substituir Marco Maia (PT-RS) no cargo, no ano que vem. E ironizou parlamentares que falam dessa possibilidade: "Se tem deputados que têm fantasmas, não nos cabe trabalhar com os fantasmas dos outros".

Pelo acordo que elegeu Marco Maia presidente da Câmara, o PT se comprometeu a apoiar o peemedebista Henrique Eduardo Alves (RN) no ano que vem. O problema é que Chinaglia estava sendo citado como um dos postulantes ao cargo e a avaliação de integrantes do PMDB é que ele poderia se cacifar para o posto ao ser indicado líder do governo.

"Se tem alguém que faz menção a mim para esse cargo, peço que lembre e fale dessas minhas condições para a liderança do governo", afirmou.

Chinaglia fez questão de lembrar que foi ele o articulador de um acordo semelhante, quando Michel Temer foi eleito presidente da Câmara, antes de se eleger vice-presidente. "O acordo está mantido, mas esse é um tema que não podemos antecipar e que cabe aos líderes dos dois partidos discutir."


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/03


2012

PTB de Jaboatão discute estratégias para as eleições

Os filiados do PTB em Jaboatão dos Guararapes começam a se movimentar para as eleições de outubro. O presidente do partido no município, Luiz Carlos Matos, estará reunido durante esta semana com vereadores e pré-candidatos da legenda para formatar a campanha de filiação partidária, Tribuna 14. O objetivo é planejar estratégias de ação para todo o município com a participação da população.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/03


2012

Governo estuda pagamento por meio de celular

O governo vai criar uma lei para definir a modalidade de pagamentos por meio de celular. O ministro Paulo Bernardo (Comunicações) e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, reuniram-se nesta terça-feira e acertaram que esse processo deve ser acelerado, segundo a Agência Folha.

A ideia é que os clientes de telefonia móvel possam usar o celular para pequenas compras, como um cartão de débito. Haverá um limite no valor das operações, pois o objetivo principal do projeto é levar os serviços bancários para quem não tem alta renda e vive em locais afastados.

Como o Brasil tem uma grande base de clientes de telefonia móvel, composta por quase 250 milhões de celulares, o governo quer usar a capilaridade desses serviços para induzir a inclusão bancária.

A tecnologia de pagamento por celular já é muito comum na Inglaterra e no Quênia. Neste último país, o modelo é um pouco diferente -- as operadoras permitem que o cliente use o crédito com a empresa para pagamentos diversos.

De acordo com Paulo Bernardo, o sistema que o governo está pensando inclui empresas de telefonia e bancos. As teles deverão funcionar como instrumentos para inclusão bancária, podendo intermediar pagamentos e possivelmente o pedido de microcrédito.

Pelo projeto, as operadoras não irão emprestar dinheiro nem funcionarão como banco. Não está descartada, contudo, a atuação das operadoras liberando o crédito dos seus clientes para outras compras.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/03


2012

Mesmo com aumento, professores da rede pública paralisam

O Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial de Recife (Simpere) convoca a todos os professores da rede pública para a Paralisação Nacional, que irá ocorrer nos dias 14, 15 e 16 de março. Depois de ser divulgado no final do mês de fevereiro o novo valor do piso salarial nacional, a categoria resolveu se manifestar e denunciar a real situação dos profissionais de ensino, que não recebem o piso estabelecido pelo MEC.

Os profissionais vêem o aumento salarial anunciado ontem pelo prefeito João da Costa como um ato desesperado do gestor para impedir que os professores participem da Greve Nacional da Educação, convocada pelo CNTE. “João da Costa nunca cumpriu a Lei do Piso, pois não aplica o percentual integral ao reajuste anual em nossos salários, utilizando uma regra de três que rebaixa ainda mais o valor anunciado pelo ministério”, afirmou Simone Fontana, coordenadora geral do Sindicato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/03


2012

Em meio a crise, Dilma recebe homenagem no Senado

 

 

 

 

 

 

 

 


A presidente Dilma Rousseff (PT) participou, na manhã desta terça, de sessão solene em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, no plenário do Senado. Ela foi uma das cinco agraciadas com o Prêmio Bertha Lutz. Em sua primeira visita ao Congresso neste ano, a presidente evitou mandar recados diretos à base aliada por conta da crise política e enalteceu as ações sociais do governo. A presidente disse apenas que o governo tem uma ''equipe conjunta e coesa''.

Ao final do evento, a Dilma foi questionada sobre as trocas dos líderes do governo no Senado e na Câmara e problemas com a base governista, mas não quis responder e apenas brincou com os jornalistas. No discurso aos congressistas, Dilma citou a unidade de seus ministros, especialmente nas políticas sociais. ''Nós somos um governo que tem uma equipe conjunta e coesa.'' E completou: ''Os ministros homens também defendem a igualdade de gênero e a igualdade racial''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha