FMO janeiro 2020

02/04


2007

Carlos Wilson diz que está sendo escanteado

O deputado federal Carlos Wilson (PT-PE) tem fama de bom articulador político, habilidade que amealhou em 35 anos de vida pública. Mas na volta ao Congresso Nacional, depois de quatro anos de ausência, ele vive uma experiência adversa. O parlamentar se queixa a amigos de isolamento e afirma que foi escanteado dentro do próprio partido, ao qual se filiou em 2003 - mesmo ano em que aceitou do presidente Luiz Inácio Lula da Silva o convite para pilotar a Infraero.

As denúncias de supostas irregularidades durante sua gestão na estatal, avalia ele, estão na raiz do isolamento. Ninguém quer saber de conversa com alguém hoje apontado pela oposição como um dos responsáveis pela maior crise do setor aéreo brasileiro. Wilson, então encarregado de um orçamento anual de quase R$ 1 bilhão, é acusado pelo adversários do governo Lula de ter investido em perfumaria nos aeroportos do país em detrimento do sistema de controle do tráfego aéreo.

 

(Do Diário de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carmem Tenório

Olha o que dá, ficar pulando de galho em galho.

marcos

Cali, PT ñ é lugar de polico com visão melhorada, se ñ for do ninho deles, eles mesmo denuncião e diz que foi os outros. E bota apessoa no escanteio, e quando tem um pouco de culpa em?

Ednaldo Ferreira

Pobre Cali, da ARENA ao PSDB nunca tinha sido chamado de ladrão, foi entrar no PT... lascou-se!

José Rodrigues da Silva

Escanteado estão aqueles que procuram ter contacto com esse deputado e não conseguem! Como muda o político, antes da eleição é: eu coço, depois da eleição é: deixe que eu me coço sozinho!

Mariana

Além disso Luciana Azevedo tirou proveitos também


Cabo de Santo Agostinho

02/04


2007

Governo discute duplicação das BRs 104 e 408

O governador Eduardo Campos participa, hoje (02), de uma audiência pública para apresentação dos projetos de duplicação das BR’s 104 e 408, nesta segunda-feira (02). A cerimônia em São Lourenço da Mata acontece às 14h na Câmara dos Vereadores do município e no Agreste, às 19h, acontece outra na Câmara de Vereadores de Caruaru.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Mariana

É bom pegar pronto não é Governador?


Prefeitura de Serra Talhada

02/04


2007

Servidores federais milionários estão sob investigação

A Controladoria Geral da União e a Receita Federal investigam patrimônio superior a R$ 100 milhões declarado por 86 servidores federais em postos com alto potencial de corrupção. Desses, 55 dizem possuir mais de R$ 1 milhão em dinheiro vivo que alegam guardar em casa ou em outro lugar.


A Receita considera esse dado como indício do primeiro passo da lavagem de recursos obtidos ilegalmente, como propina e dinheiro público desviado. Os demais 31 servidores milionários têm patrimônio líquido a descoberto em pelo menos R$ 1 milhão - seus bens tiveram acréscimo de R$ 1 milhão ou mais acima do que sua renda comportaria. Desses, seis têm patrimônio a descoberto, ou seja, nunca declarado ao fisco, superior a R$ 10 milhões. (Informações da Folha de São Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

adolfo henrique nunes monteiro

deveriam não só examinar os servidores públicos federais com patrimônio incompatível com a renda, mas os de todos os servidores públicos, intensificando no poder judiciário. queria ver neguinho tremer de medo.


Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

02/04


2007

PAC será tema central da reunião ministerial

Em meio ao desgaste gerado pela crise área, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fará, hoje, a primeira reunião com o novo ministério. Na pauta, além de um balanço da situação atual, as orientações, sobretudo, para os novatos. ''O objetivo é passar as diretrizes para os ministros'', afirmou o ministro Franklin Martins (Comunicação Social). O PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) deverá ser o tema central.


A preocupação do presidente é fazer deslanchar as obras consideradas prioritárias, independentemente das discussões para aprovação no Congresso das medidas provisórias e projetos de lei do programa.


Isso porque o dinheiro para boa parte dessas obras já está disponível. No entanto ainda faltam projetos em algumas áreas. A idéia, diz, ''é maximizar o dinheiro disponível''. Esse será o dever de casa repassado aos ministros. (Informações do Diário de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/04


2007

Governo resiste, mas CPI parece inevitável

Líderes da base governista na Câmara admitem nos bastidores que o caos aéreo tornou inevitável a instalação da CPI do setor. A expectativa é que o STF (Supremo Tribunal Federal) determine a abertura da comissão até o final do mês.


Silenciosamente, os partidos aliados se anteciparam ao tribunal e já começaram a selecionar eventuais indicados para compor a comissão e tentar um acordo com a oposição para restringir o foco das investigações. A principal preocupação é buscar um nome de confiança para a relatoria. A tendência é que o escolhido seja do PMDB.


O temor do governo é que, uma vez instalada, a CPI tenha como alvo investigações de contratos da Infraero.

A última esperança dos governistas é que, se a situação aérea do país se normalizar, a CPI poderia se tornar "inócua". Ontem, o líder do governo na Câmara, José Múcio Monteiro (PTB-PE) continuava resistindo à criação de CPI. "A função de uma CPI é investigar as causas de um problema. Os controladores de vôo admitiram a responsabilidade, então a CPI perde o seu sentido. A questão é administrativa", afirmou. (Informações da Folha de São Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Antonio Pereira

CPI é a grande realização da oposição. Em São Paulo CPI é palavrão.

Está com medo do que Múcio? VOCE TEM QUE SE EXPLICAR PORQUE DEIXOU O PFL PARA SE TORNAR ALIADO.


Banco de Alimentos

02/04


2007

Controladores: greve foi ato irresponsável, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou como ''irresponsável'' a atitude dos controladores de vôo que se aquartelaram na sede do Cindacta-1 na última sexta-feira e decretaram greve, que resultou na paralisação dos 49 aeroportos do Brasil.

A declaração de Lula foi feita na manhã desta segunda-feira (2), no programa ''Café com o Presidente'', veiculado pela Radiobrás. O presidente disse ainda que fará uma reunião ainda hoje com assessores para encontrar uma ''solução definitiva'' para a crise.

"(Acho) grave e irresponsável (a paralisação de) pessoas que têm funções essenciais, pois estamos lidando com gente e não com máquina", disse Lula, ao ser indagado sobre o que achava da atitude dos controladores.

Na manhã desta segunda-feira, Lula afirmou que quando liderava greves dos metalúrgicos na região do ABC, em São Paulo, nos anos 70 sempre ficava definido que setores essenciais da empresa "não iriam parar".

"Se quiserem prejudicar o governo, que prejudiquem. Mas não podem prejudicar as pessoas", disse o presidente, insinuando que houve viés político na paralisação dos controladores. (Informações do Portal G1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Agora fazer greve é irresponsabidade? Banqueiro e Usineniro viraram heróis, Sarney, Maluf, Collor e outros são injustiçados, etc... Quem te viu quem te vê Lulla.....


O Jornal do Poder

02/04


2007

Lula convoca reunião para resolver crise aérea

Cinco dias após exigir um prazo para o fim do caos nos aeroportos, que já dura há seis meses, o presidente Lula decidiu agilizar o processo de desmilitarização do controle aéreo do país. O governo deve anunciar, até terça-feira, uma solução definitiva para o problema. Hoje (02) Lula se reúne com o vice-presidente José Alencar; o ministro da Defesa, Waldir Pires; o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito; e o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, para discutir o problema.

Também nesta semana, uma medida provisória deverá ser editada pelo presidente, criando um órgão civil, subordinado ao Ministério da Defesa, e que ficará responsável pelo monitoramento dos aviões.

Os atuais controladores serão transferidos para o novo órgão, na condição de cedidos pelo para o Ministério da Defesa, o que permitiria a criação de um plano de carreira para os controladores civis.


A Aeronáutica também perde para a Defesa boa parte dos recursos do Fundo Aeronáutico, que tem R$408 milhões para operação e manutenção de equipamentos.

 

(Do Pernambuco.com)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

E O ESPETÁCULO DO CRESCIMENTO É PARA QUANDO?

José Rodrigues da Silva

E já não havia sido marcado o "dia" e a "hora" de se acabar com a ausência de autoridade, sem ser autoritário, certamente?


Potencial Pesquisa & Informação

02/04


2007

Bastidores da política e do poder

 O comando da Infraero não tomará o vinho da Páscoa à frente da estatal. Segundo uma fonte palaciana, o presidente Lula pretende fazer uma brusca intervenção naquele órgão, que está na mira da CPI do Apagão. Já objeto de uma investigação pelo Tribunal de Contas da União, a Infraero tem sido o grande foco de notícias negativas para o Governo nos primeiros 100 dias da nova gestão petista.

 

Mudar só a direção da Infraero não acaba o caos nos aeroportos. O presidente precisa encontrar um substituto imediato para Waldir Pires, no Ministério da Defesa. Ele já demonstrou, de forma inequívoca, que não tem competência para resolver a crise aérea. Há quem diga que Lula só não tirou Pires, ainda, porque já convidou uma penca de aliados e ninguém mostrou interesse em descascar o abacaxi.

 

CUT derrotada – A nomeação do presidente do PDT, Carlos Lupi, para o Ministério do Trabalho, desagradou profundamente à CUT, braço direto do PT, porque deu ao presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, poderes para nomear aliados nos Estados. O próprio Lupi já antecipou que substituirá todos os delegados estaduais do Trabalho, começando por Pernambuco.

 

Olho em 2010 - Discretamente, o governador de São Paulo, José Serra, já começou a pré-campanha presidencial de 2010. Agendou compromissos fora do eixo Rio-São Paulo, passando por Minas Gerais, terra do seu principal concorrente na legenda tucana – o governador Aécio Neves. Com Sérgio Guerra na presidência do PSDB a partir de setembro, Serra ganha um aliado de peso.

 

O rebelde – Se não conseguir emplacar seu nome como candidato do PMDB à Prefeitura do Recife, o deputado Carlos Eduardo Cadoca não se curvará às pressões para engolir de goela abaixo o rival Raul Henry. Fora da disputa, poderá tomar uma decisão radical: se aliar aos Democratas ( ex-PFL), que já decidiu pela candidatura do ex-governador Mendonça Filho.

 

Governador lobista – O ex-governador do Mato Grosso do Sul, Zeca do PT,  logo depois de deixar o cargo, abriu uma consultoria na área de etanol com o ex-ministro José Dirceu. Juntos, ganharão rios de dinheiro, inicialmente, com 15 usinas que estão se instalando naquele Estado. Não se espante: O PT é assim mesmo: não consegue separar o público do privado.

 

Drogas e aliança – O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), é um fenômeno: passou no teste dos primeiros 100 dias de governo, mesmo aliado do ex-governador Garotinho e depois de ter defendido, abertamente, a descriminalização das drogas. Segundo pesquisa do Datafolha, ele tem 48% de ótimo e bom. E o pior: namora uma aliança para 2010 com o prefeito César Maia, ex-adversário figadal.

 

Não acompanha – Já o governador Eduardo Campos, mesmo tendo uma boa avaliação – 37% de bom e ótimo, segundo o Ipespe – não consegue acompanhar a popularidade do presidente Lula no Estado, que tem mais de 50% de avaliação positiva. Na prática, se Lula não abrir de fato as torneiras para Pernambuco, Eduardo não vai conseguir seu sonho: estar colado ao Ibope de Lula.

 

Vapt-Vupt

 

* É incrível, mas um dos maiores eventos turísticos do Nordeste – a Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém, não atraiu o menor interesse da ministra Marta Suplicy. Do contrário, ele teria integrado a comitiva de Lula.

 

* O prefeito de Arcoverde, Zeca Cavalcanti, ainda não formalizou, mas depois de romper com Inocêncio Oliveira, tomará o mesmo destino em relação à ex-prefeita Rosa Barros.

 

* A Fundacentro, órgão do Ministério do Trabalho que cuida da requalificação do servidor público federal, em Pernambuco deve ser entregue ao ex-presidente da Força Sindical, Marco Aurélio.

 

* O prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares (PSB), regressou, ontem, de Portugal, com uma boa notícia: conseguiu R$ 1,5 milhão a fundo perdido, com uma ONG, para investimentos na área de saúde.

 

* Se prevalecer a tese do TSE, de que o mandato pertence ao partido e não aos políticos, Os Democratas ( ex-PFL) e o PSDB, partidos que mais perderam parlamentares, poderão recuperar 22 cadeiras no Congresso.

 

* O deputado Alberto Feitosa (PR) virou um cri-cri junto ao governador. Não se conforma com a distinção dada à polícia civil e quer, a todo custo, que o Governo estabeleça critérios para promoção de oficiais da PM e do CB.

 

* A frase do dia: “O PSDB vai lançar o programa sutiã: oprime os grandes, protege os pequenos e levanta os caídos”. ( Deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR), fazendo graça na recepção que os tucanos deram a Geraldo Alckmin, em Brasília).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Janise Carvalho

A primeira ação dos novos democratas é bem "democrática", tomar os mandatos no tapetão. Isso é a cara do partido que de democratas não têm é nada. Imagine o ACM democrata. kkkkkkkkkkkkkk. só rindo.

Janise Carvalho

Será que a "nova leitura" dessa lei já tão antiga não chegou tarde? Afinal como já bem disseram outros comentaristas o troca-troca partidário não aconteceu apenas nessa última eleição, que o diga o nosso "Dr" Roberto, J. Múcio, J. Francisco, Inocêncio e muitos outros que são a cara do pefelê.

Janise Carvalho

Vamos esperar sentados, que prevaleça a tese do TSE.

Paulo Roberto Leite Muniz

Meu caro Guilherme, há um equívoco. O TSE, não votou uma nova Lei. Deu sua interpretação sobre Lei existente.Portanto, a sua vigência é absolutamente possível a partir dessa votação. O "pau" vai cantar nos que mudaram de partido.

José Rodrigues da Silva

Só Marta? E o José Chaves? E o próprio presidente da Empetur, que de turismo só acusa uma passagem (sem antecedentes) pífia no turismo do Ceará? Entretanto, cá está o João Alberto para reconhecer indevidas importâncias neles todos! E o recente bajulador José Otávio Meira Lins... heim?



02/04


2007

Inverídicos e passantes bordões

Que maravilha! Que coisa linda! Somos recentemente chegados ao fabuloso reino do faz-de-conta: o presidente brasiliano é um pop-star! O nosso burgomestre é elevado à categoria de melhor prefeito que já houve existir no Recife! E o povo brasileiro? Ora, o povo é o povo brasileiro... evidentemente!!! E Sobel? Este não é nosso...ainda bem e menos mau! Assim, o escritor Lino Perreli conclui o seu artigo ''Inverídicos e passantes bordões'', que acabo de postar em Opinião. Boa leitura!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/04


2007

A vingança do Paraguai e arte de enxugar gelo

''Um pouco de história não faz mal a ninguém e nestes tempos de violência no Brasil convém recordar a guerra do Paraguai. Nos tempos imperiais de Dom Pedro II, o Paraguai do ditador Solano Lopez entrou em guerra com o Brasil e foi derrotado pela Tríplice Aliança, formada por Argentina e Uruguai junto com nosso País. Mais de 600 mil paraguaios foram exterminados na bala ou de inanição e restaram apenas 200 mil sobreviventes naquele País. Atualmente, o Brasil está sendo bombardeado pelas drogas e armas exportadas dos territórios sem lei e das traficâncias. É a vingança dos hermanos. Enquanto as drogas são produzidas em toneladas e quantidades industriais, o Brasil dedica-se ao ofício de enxugar gelo e prender soldados rasos do tráfico. A violência no Brasil é uma questão internacional, diplomática e militar. As esquerdas cínicas e marxistas falam em soberania dos territórios dominados pelas Farc para acobertar traficantes chamados de guerrilheiros revolucionários''. Este é o mote do jornalista José Adalberto Ribeiro ao analisar as fontes da violência, das guerras urbanas, suburbanas e interurbanas no Brasil. Seu texto, na íntegra, você confere no menu Opinião. Boa leitura!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha