FMO

11/12


2019

Triunfo abraça o romantismo de Moacyr Franco

As festividades do Natal de Luz de Triunfo, a charmosa cidade do frio serrano do Sertão, hoje no comando do piloto automático do sebastiano (integrante da corrente do deputado federal Sebastião Oliveira) João Batista (Avante), foi aberto sábado passado e se estenderá até o próximo dia 6 do novo ano da graça.

A cidade está muito mais linda ainda, com seus casarões históricos embelezados e floridos pelas cores da celebração do nascimento de Jesus, Salvador da humanidade, dono da chave do portão da eternidade.

Batista mobilizou alunos do ensino fundamental das escolas municipais para ornamentar o casario de Triunfo. Há muito, o Natal de Triunfo é um dos mais tradicionais e concorridos do Nordeste. A celebração da data, dosada entre o profano e o religioso, foi cuidadosamente pensada para ser harmoniosa e emocionante, com doses capazes de quebrar os mais duros corações, seja ou não cristãos.

No profano, o prefeito caprichou. Entre as atrações nacionais para soltar a voz em praça pública, o cantor Moacyr Franco, que ficou meu amigo depois de abrir o coração numa belíssima entrevista ao Frente a Frente, há dois anos. Sou presença garantida na tietagem.

Seu show, com direito a reprodução do seu melhor repertório de embalar corações apaixonados, acontece no próximo sábado. Minha única dúvida é saber se a histórica pracinha de eventos, margeando o belo e histórico Cine Guarany, recuperado na gestão Eduardo Campos, vai caber a legião de fãs do cantor dor de cotovelo.

Além do astro sagrado do romantismo, as noites natalinas de Triunfo terão Dérico do Jô Soares, no dia 28, e Dorgival Dantas, no dia 29.

Um conselho aos desavisados: se não tiver com o coração em dia, melhor fazer antes uma revisão do bichinho. Para suportar tantas emoções, como diz uma música do rei Roberto Carlos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

11/12


2019

Nova direção do PT estadual toma posse na sexta-feira

Na próxima sexta-feira, a partir das 16h, no auditório Senador Sérgio Guerra, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), ocorrerá a cerimônia de posse da nova Direção Estadual e do novo presidente do PT Pernambuco, Doriel Barros. O ato contará com a presença de lideranças políticas e sociais de todas as regiões do estado. A posse acontece num momento simbólico para o partido, com a liberdade do seu maior líder, Luiz Inácio Lula da Silva, que esteve preso durante 580 dias, e a reeleição, para a presidência do Diretório Nacional, da deputada Gleisi Hoffmann.

O Diretório Estadual tem um mandato de quatro anos e é composto por 62 integrantes e o presidente, que foram eleitos durante o Congresso Estadual do partido, no dia 20 de outubro, além da líder da bancada na Alepe. No mesmo dia da posse, durante a tarde, na reunião do Diretório Estadual, na sede da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (Fetape), será formada a Comissão Executiva Estadual do Partido.

Doriel Barros, que assume a presidência do PT no estado, é agricultor familiar do Agreste de Pernambuco. Natural de Águas Belas, tem 44 anos, é casado e pai de três filhos. Sua história foi construída dentro do Movimento Sindical Rural, tendo sido diretor do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Águas Belas e da Fetape, onde atuou por 16 anos, assumindo a presidência por dois mandatos. Foi eleito deputado estadual em 2018, ficando na quarta colocação, com 66.990 votos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Paulista

11/12


2019

Eduardo da Fonte pede inclusão de exame no SUS

A Câmara dos Deputados analisa um projeto de lei, de autoria do deputado federal Eduardo da Fonte, que prevê a realização de exame – na triagem neonatal do Sistema Único de Saúde (SUS) – para identificar a Atrofia Muscular Espinhal (AME). A proposta também prevê o exame pela rede privada de saúde.

A Atrofia Muscular Espinhal é uma doença rara e degenerativa, que provoca a desordem neuromuscular na infância. A doença interfere na produção de uma proteína essencial para os neurônios motores responsáveis pela respiração, deglutição e locomoção.

“O projeto do deputado Eduardo da Fonte é importantíssimo, vez que possibilita o diagnóstico precoce da doença e seu tratamento imediato, alcançando até a fase assintomática da doença, fato que aumenta as chances de sucesso”, destacou a advogada Viviane Guimarães da DONEM, Associação dos Familiares e Amigos dos Portadores de Doenças Neuromusculares.

“Essa é uma doença desconhecida da população. Por isso que o diagnóstico cedo pode evitar que a doença se desenvolva; além de proporcionar uma vida melhor à criança”, ressaltou Eduardo da Fonte.

Atualmente, o exame neonatal para identificar a AME já é realizado nos Estados Unidos e em alguns países da Europa.  Neste ano, o Brasil passou a disponibilizar pelo SUS o tratamento, no entanto não existe nenhum exame obrigatório em bebês recém-nascidos. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Ipojuca

11/12


2019

E o plano diretor de Caruaru?

Por Nayara Sousa*

No Brasil, as bases para o planejamento das cidades estão estabelecidas no Estatuto da Cidade (lei 10.257/2001). O Estatuto da Cidade pode ser considerado o principal marco legal para o desenvolvimento das cidades, junto à Constituição de 1988, de onde originam seus princípios e diretrizes fundamentais. 

O Plano Diretor de é um instrumento básico da política de desenvolvimento de um município. É uma lei municipal, elaborada pelo poder executivo, aprovada pelo poder legislativo, que estabelece regras, parâmetros, incentivos e instrumentos para o desenvolvimento da cidade. A principal finalidade deste é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção de espaços urbano e rural na oferta de serviços essenciais visando melhorar as condições de vida da população.

Sabemos que não é algo simples de ser elaborado. Ele requer estudos preliminares, diagnóstico com uma análise profunda dos problemas locais, além de apontar as diretrizes e como serão executadas essas diretrizes. O planejamento é essencial para que uma cidade seja administrada com eficiência, tão bem administra que ao findar uma gestão, a próxima não seja prejudicada e possa garantir a continuidade do crescimento.

Nos últimos dias, em Caruaru foram iniciadas discussões acerca do Plano Diretor. Embora a gestão atual expresse o deseja de ter em tempo hábil o seu plano aprovado, ainda é preciso mais discussões sobre ele. A gestão iniciou em 2017, e somente agora, praticamente aos “45 minutos do segundo tempo” a mesma pressiona a Câmara dos Vereadores para obter aprovação.

Precisamos de um rumo para seguir, mas não as escuras! Questões como: Qual o futuro da Feira da Sulanca? Como será executado o plano de mobilidade? Qual o plano para educação e a resolução das que funcionam em anexos? Quais as diretrizes para a saúde?  Quais as políticas serão efetivadas para fortalecer nossa cultura e atrair o turismo? O que será feito para o desenvolvimento econômico? São inúmeras perguntas que não foram esclarecidas.

A oposição na Câmara dos Vereadores solicitou uma audiência pública em que, a sociedade civil possa participar e levar seus questionamentos, assim como setores essenciais. Na audiência apresentada pela bancada governista ontem, o debate foi limitado e pontos como a falta de limites para construções, sem uma regularização explícita, foram um dos pontos mais questionados pela população em geral.

Queremos um Plano Diretor transparente e que contemple de forma íntegra os interesses de Caruaru. Fica a pergunta que não quer calar... Por que as decisões mais importantes da cidade são sempre colocadas em períodos de festividades?

*Enfermeira, pedagoga e professora universitária


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/12


2019

A verdade que incomoda

Postei, ontem, o tremendo vexame passado pelo desporto amador pernambucano, no Estado do Paraná, em pleno Campeonato Brasileiro de Handebol.

O grande responsável atende pelo nome de Márcio Ferreira Bezerra, muito conhecido na modalidade como sendo técnico de handebol, independente da forçação de barra, observada ontem nas postagens dos seus comandados, querendo lhe chamar de dirigente, quando todos sabem o que realmente ele faz junto a equipe, sem adiantar disfarçar.

Estranho que um pequeno grupo tenha se levantado contra a postagem, chamando o blog de irresponsável, de mentiroso e que o fulano era uma pessoa boa.

E daí? Pode até ser que seja, mas o que estamos mostrando é sua inconsequência, que envergonhou o desporto pernambucano.

Mas vamos aos fatos publicados, para que possamos mostrar que tudo que falamos é a mais pura verdade, vamos passar um pente fino.

Dissemos que o Sport/Jaguar foi eliminado da Competição, porque o técnico inscrito não estava presente. Dissemos que, na ausência do técnico inscrito, quem atuou no seu lugar foi o conhecido “Professor”, exercendo ilegalmente a profissão, fato este que está filmado para quem quiser assistir, pois os jogos foram transmitidos pela internet.

Falamos que algumas das passagens aéreas, que por sinal são caríssimas, foram custeadas pelos próprios atletas, pais e parentes e que muitos não param de reclamar do prejuízo que lhes foram causados pelo “Professor”, mas que se calam com medo de sua retaliação.

Dissemos que a arbitragem não permitiu que o Sport/Jaguar jogasse quando eles já estavam aquecendo na quadra, aumentando ainda o teor do vexame dos seus atletas.

Dissemos que este dito “professor” vive exercendo a profissão de técnico de handebol de forma ilegal, desfilando pelas quadras do Estado e também do Brasil, se comportando como um verdadeiro charlatão, alcunha daquele que exerce uma profissão que não está habilitado.

Então, nesta guerra do verdadeiro ou falso, o lado falso e mentiroso é aquele que estava em Cascavel, sendo eliminado de um campeonato brasileiro, colocando seus atletas numa verdadeira aventura.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Vinicius Paraiso Macieira

Irresponsável você não foi , pois os fatos aconteceram e o CREF PR foi acionado , cabe ao CREF PE i investigar e acompanhar os treinamentos das equipes e tirar suas conclusões. Uma vergonha grande sim e o que você não mencionou foram os procedimentos adotados pela outra equipe pernambucana que esperou para denunciar quando levasse vantagem


Prefeitura de Abreu e lima

11/12


2019

Metrô do Recife tem projeto de ampliação

Em entrevista gravada, há pouco, ao Frente a Frente, a nova superintendente do Metrorec, Renata Teti, informou que está em fase final o plano de estudo de expansão do metrô do Recife, com a possibilidade de atingir a área portuária de Suape. "Isso ainda está sob os cuidados da CBTU", disse. A medida, segundo ela, atende a um desejo do Governo Bolsonaro para melhorar o transporte ferroviário no Grande Recife.

Renata Teti é servidora pública de carreira da CBTU. Advogada, serviu à presidência da instituição por mais de dez anos no Rio de Janeiro. Escolhida pelo  colegiado técnico da CBTU primeira mulher a comandar o Metrorec, Teti conhece como ninguém a área e goza de estima, respeito e admiração por parte do quadro funcional no Estado e no Rio.

A entrevista vai ao ar às 18 horas pela Rede Nordeste de Rádio, formada por 35 emissoras, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha, no Recife.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

11/12


2019

Vamos continuar na mesma direção

Por Silvio Costa Filho*

Desde que assumi o mandato de deputado federal, tenho procurado trabalhar para ajudar o Brasil e, sobretudo, Pernambuco. Dentro dos meus limites, tenho procurado atender todas as demandas que são a mim encaminhadas, independente de coloração partidária. Já afirmei publicamente, que todas as vezes que o governador Paulo Câmara precisar, vai contar com nosso apoio. Em Brasília, tenho dialogado permanentemente com toda a bancada federal de Pernambuco, seja do Governo ou da Oposição.

O deputado João Paulo Costa fez bem em participar do encontro no palácio do Campo das Princesas, a convite do governador. Faz parte da democracia e a política exige diálogo. Ressalto que não é verdade que o deputado estadual William Brigido está na base do Governo, como também já disse que o ex-deputado Silvio Costa não é filiado ao Republicanos e, por isso, não pode falar em nome do partido. Não acredito que partiu dele essa declaração.

Afirmei, recentemente, que só vamos tratar da eleição de 2020 no momento certo. Pensando na pauta das cidades, nós, do Republicanos, vamos iniciar um ciclo de debates sobre a gestão de cidades, com objetivo de debater e construir propostas para o Recife. Continuaremos na mesma direção, em defesa do povo de Pernambuco.

*Deputado federal e presidente estadual do Republicanos


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

11/12


2019

Bancada evangélica pode travar plantio da Cannabis

FolhaPE

Deputados da comissão especial que analisa a proposta de ampliar o acesso no Brasil a medicamentos a base de Cannabis querem dar o aval ao plantio da erva que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) vetou na semana passada.

O esforço, porém, pode ser travado pela bancada evangélica, contrária ao cultivo da maconha por empresas. A comissão foi criada em junho pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para reunir projetos sobre o uso medicinal da planta.

Relator da comissão, o deputado Luciano Ducci (PSB-PR) afirma que pretende colocar a proposta de aval ao plantio em seu parecer. "Vamos apresentar ao Brasil um marco regulatório da Cannabis", diz. "Queremos trabalhar em uma regulamentação que permita plantar, produzir medicamentos, fazer pesquisas, além de exportar e importar remédios e matéria-prima", afirma.

Para ele, a decisão tomada pela maioria dos diretores da Anvisa em vetar o plantio foi equivocada. "É uma grande bobagem inviabilizar o plantio para fins medicinais. Se vai plantar, vai ser monitorado."

Ducci diz que a proposta ainda será discutida, mas a ideia inicial é elaborar na comissão um modelo que inclua regras de segurança e restrições a quem pode cultivar, como algumas empresas. O objetivo final é diminuir o custo.

"Não é para qualquer pessoa. Vai ter que dizer para que, para quem, para qual destino e por que aquela quantidade."

A previsão é que o relatório seja apresentado em março do próximo ano. Na última semana, um grupo ligado à comissão fez visitas ao Uruguai, país onde o cultivo é permitido.

A bancada evangélica, uma das maiores do Congresso, com 203 parlamentares, reúne deputados contrários a pautas de liberalização do comércio de maconha, ainda que para fins medicinais.

"Somos contra o cultivo e a comercialização da maconha. Somos a favor do medicamento, e ainda mais a favor agora porque existe a possibilidade de fazer sinteticamente o canabidiol", diz o presidente da Frente Parlamentar Evangélica, Silas Câmara (Republicanos-AM).

Para ele, a comissão não conseguirá aprovar a proposta caso a inclua em seu relatório. "Não vamos deixar passar na comissão e no Congresso."

A posição segue as declarações da chamada ala ideológica do governo Jair Bolsonaro, como o ministro da Cidadania, Osmar Terra, que pressionaram a Anvisa para que a proposta fosse derrubada.

O ministro chegou a fazer reuniões com indústrias interessadas em pesquisar a produção sintética, mas disse acreditar que o cultivo acabaria legalizando a maconha.

Ducci rebateu. "Não vamos em nenhum momento tratar do uso recreativo, mas, sim, do uso medicinal", disse em audiência na comissão. "Se a pessoa quer comprar maconha, compra ali na esquina."

Há deputados conservadores a favor da medida, como a deputada Carla Zambelli (PSL-SP). Ela diz que acredita que será possível aprovar em plenário o aval ao plantio.

"Sou a favor para este fim exclusivo", diz ela, que também diz ser favorável ao uso dos medicamentos à base de Cannabis no SUS.

O deputado Capitão Augusto (PL-SP) diz acreditar que a maioria da ala ligada à segurança pública, que tem 306 deputados, é a favor do uso medicinal da Cannabis.

"Nossa preocupação na bancada de segurança é que isso não chegue na mão do consumidor para uso de drogas, mas, sim, que seja utilizado para fazer o medicamento. O grande problema é quem vai controlar isso", diz ele, que defende que haja aval ao plantio de espécies com menor teor de THC, componente da maconha que "dá barato".

Para ele, apesar da intenção inicial em autorizar o plantio, a Anvisa não teria competência para regular o tema, o que caberia apenas ao Congresso.

Esse, porém, não é o único ponto em que a proposta a ser discutida deve divergir da aprovada pela Anvisa.

O presidente da comissão, Paulo Teixeira (PT-SP), contesta a decisão de permitir que produtos que tenham concentrações acima de 0,2% de THC sejam indicados apenas a pacientes terminais e sem outras alternativas terapêuticas.

"Temos que discutir a possibilidade de plantio no Brasil, mas um plantio seguro. E discutir a possibilidade de um teor de THC maior. Definir que o teor de 0,2% é só para paciente terminal é uma limitação."

Já a Anvisa diz que propôs estabelecer o limite de 0,2% devido ao risco de dependência vinculado ao THC, mas não deixou de oferecer a alternativa terapêutica para quem precisa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

11/12


2019

Congresso deve decidir hoje pelo semiparlamentarismo

O Congresso deve viver hoje um dia histórico. Se para o bem ou para o mal, só o futuro dirá.

Os senadores planejam votar em plenário uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que foi aprovada ontem na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

A PEC nª 48, já aprovada na Câmara, na prática institui o sistema semiparlamentarista no Brasil a partir de 1º de janeiro. Se não for votada hoje, será na semana que vem. Tem o apoio de praticamente todos os líderes. E sua promulgação independerá do presidente da República. Clique aqui e confira a matéria do jornalista Tales Faria na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/12


2019

Filha do vice-governador de Alagoas é presa

A filha do vice-governador de Alagoas, Lívia Barbosa, e o genro dele, Pedro Silva, foram presos, durante a operação Florence Dama da Lâmpada, deflagrada na manhã de hoje, pela Polícia Federal (PF), Controladoria Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF).

A informação foi divulgada pela repórter da TV Gazeta Heliana Gonçalves, na programação ao vivo da Globo News, com base em confirmação feita junto à Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

Lívia Barbosa foi presa em cumprimento de mandado de prisão preventiva (sem prazo fixo de restrição de liberdade). Já Pedro Silva tinha em seu desfavor mandado de prisão temporária (cinco dias, podendo ser prorrogado por igual período).

Os dois, de acordo com a divulgação feita por Heliana Gonçalves, foram presos no bairro da Ponta Verde. Ainda não se sabe qual o tipo de ligação deles com o esquema apontado pela PF que teria desviado R$ 30 milhões nos últimos anos na prestação de serviços de Órtese, Prótese e Materiais Especiais (OPME) no estado de Alagoas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/12


2019

MP da regularização fundiária é publicada

A Medida Provisória que trata da regularização fundiária no país, assinada ontem, foi publicada hoje no "Diário Oficial da União".

Uma das mudanças é a ampliação em quase quatro vezes do tamanho das propriedades que podem ser regularizadas com base na declaração do ocupante da terra da União, sem necessidade de vistoria das autoridades no local.

Com a publicação, a MP já está em vigor. Mas, para virar lei em definitivo, precisará ser aprovada pelo Congresso Nacional em até 120 dias. Se isso não acontecer, a MP perderá validade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores