FMO janeiro 2020

16/11


2013

''''Estão querendo me fuzilar’, disse Dirceu

 Cercado por toda a família, Dirceu disse em entrevista ao GLOBO que, como não bastasse ter sido condenado a ir para a cadeia injustamente, sente estar diante de um fuzilamento público. “Querem me fuzilar! Não posso exercer sequer o direito a descanso”, afirmou, referindo-se ao fato de ter sido fotografado em companhia da sua filha caçula de quase quatro anos de idade, na praia de Itacaré, na Bahia. José Dirceu estava na companhia das filhas, Antônia, Camila e Joana, do filho, deputado Zeca Dirceu, e das ex-mulheres, na sua casa de campo em um condomínio, na cidade de Vinhedo, a 100 km de São Paulo. Falou ao GLOBO antes de receber a intimação.

Um anfíbio. Assim o ex-ministro José Dirceu se definiu em uma
entrevista ao falar sobre sua trajetória, a adolescência como
office-boy, as múltiplas funções na carreira pública, a militância
política e a vida na clandestinidade durante a repressão. O termo pode explicar também como o ex-chefe da Casa Civil, que, segundo amigos e inimigos, aspirava suceder ao então presidente Lula, despencou do céu do Planalto para o inferno da condenação a dez anos e dez meses de prisão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

adilson jose da silva

Esse marginal ainda reclama. Se fosse na China já teria levado um tiro na nuca e os PTRALHAS, pagariam o valor da munição, já que o estado não pode ter prejuízo com vermes.

Jairon Pacheco

Fuzilar??????? que nada vai é pra cadeia pagar pelo que roubou do povo Brasileiro isso sim , filhos ???? vc deveria ter vergonha do que está fazendo eles passar esse PT me der paciência viu .

o povo da de olho

FUZILAR, NADA. VOCE TERÁ QUE PAGAR NA CADEIA.

GERONILDO NAPOMUCENO PITOMBEIRA

HOMENS QUE PODERIAM TER ENTRADO PARA A HISTORIA DO BRASIL COMO EXEMPLOS DE DECÊNCIA SÃO PRESOS COMO RATOS QUE, DE FATO, SÃO!!!

S. C. B. M.

QUEM VAI PAGAR A BALA ???


Banco de Alimentos

16/11


2013

Vendiam sentença mas foram soltos pela justiça

 Preso sob suspeita de participar de um esquema de favorecimento de sentenças, o juiz José Edvaldo Albuquerque de Lima foi solto por determinação da Justiça da Paraíba. Também foram libertados o advogado Cícero de Lima e o delegado Edilson de Araújo Carvalho, também suspeitos de participação. Os três foram alvo da operação astringere, da Polícia Federal, em abril. O desembargador Joás de Brito afirmou que a prisão preventiva dos suspeitos não era mais necessária. Eles estão proibidos de exercer função pública, de manter contato com pessoas vinculadas ao processo e de deixar João Pessoa.

Dois desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia entraram com
mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para suspender a decisão que os afastou das funções após suspeitas de que inflaram o pagamento de precatórios (dívidas do Poder Público reconhecidas pela Justiça). Mário Alberto Simões Hirs e Telma Laura Silva Britto foram afastados no dia 5 de novembro pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça, por unanimidade. Eles afirmam que não alteraram os cálculos de precatórios e que não foi comprovado desvio de conduta.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

16/11


2013

‘Economist’ diz que réus não terão a ‘jabuticaba’ dos recursos

A imprensa internacional tratou o tema do mensalão nos últimos dias como o esperado fim de um longo processo envolvendo altas autoridades do governo do internacionalmente conhecido Luiz Inácio Lula da Silva. A primeira publicação de relevância internacional a comentar o tema após o início das prisões foi a revista britânica “The Economist”.

No blog voltado para o continente americano, a revista comparou os infindáveis recursos no julgamento do mensalão com a jabuticaba, uma fruta que “só cresce no Brasil’ Mas, disse o blog, “ao menos para alguns mensaleiros não haverá mais jabuticabas”. No caso dos condenados em regime semiaberto, a revista debochou do aparente avanço da Justiça brasileira. Sobre Pedro Henry, a publicação disse: “talvez ele possa combinar seu trabalho atual como legislador com sua nova função como presidiário. (O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/11


2013

Dirceu, Genuino e mais 7 levados para presídio no DF

 Reprodução: G1

 

 

 

 

 

 

 

Os nove condenados que chegaram a Brasília nesta tarde foram levados ao complexo penitenciário da Papuda. Antes, a Polícia Federal havia dito que eles seriam levados a Superintendência do órgão, mas o trajeto foi alterado atendendo a uma determinação de um juiz da vara de execuções criminais. Leia mais em: Onze réus do mensalão foram conduzidos para presídio, diz PF.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/11


2013

Papuda: tradição em abrigar políticos e criminosos perigosos

O Complexo Penitenciário da Papuda, que abrigará parte dos condenados no mensalão em um primeiro momento, já tem “know-how” para receber réus “ilustres”.

O centro – que agora deverá ser o destino do ex-presidente do PT José Genoino, do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares – é hoje endereço do deputado federal Natan Donadon (sem partido-RO), que cumpre pena de mais de 13 anos de prisão por desvio de recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia, da qual era diretor financeiro.

Instalado a cerca de meia hora da Esplanada dos Ministérios, o Complexo Penitenciário da Papuda foi – e é -, em seus 40 anos de existência, destino de uma lista de políticos e criminosos perigosos e
conhecidos. (O Estado de S. Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/11


2013

Prender ‘já é uma pequena revolução’

 Grande conhecedor do período republicano do Brasil, o historiador e cientista político mineiro José Murilo de Carvalho acha que “tem tudo
a ver” a coincidência entre a prisão dos condenados do mensalão, ontem, e o 124º aniversário da República.

Depois de avisar que “ainda resta ver o resultado final”, ele lembra que “prisão para o andar de cima já é alguma coisa” – mesmo em regime semiaberto – mas prender os primeiros em regime fechado “já é uma pequena revolução”. Mas o historiador se pergunta, também, “o que vai acontecer” quando terminar a presidência de Joaquim Barbosa no Supremo. (O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/11


2013

Dirceu, Genoino e sete mensaleiros chegam a Brasília

 

 

 

 

 

 

 

Foto: G1 -

O avião da Polícia Federal com nove condenados no processo do mensalão detidos em São Paulo e Minas Gerais pousou às 17h47 deste sábado (16) em Brasília.

A aeronave decolou de Brasília por volta das 11h40 para buscar os condenados que estavam sob custódia das superintendências da corporação em São Paulo e em Belo Horizonte. Às 14h25, a aeronave deixou o aeroporto de Congonhas (SP), onde embarcaram o ex-ministro José Dirceu e o deputado federal licenciado José Genoino (PT-SP).

Os dois, assim como outros nove condenados, se entregaram entre a noite de sexta e a manhã deste sábado, após expedição de mandados de prisão pelo STF. Ambos entraram no avião sem algemas, acompanhados de agentes da PF. Leia mais aqui  (Do Portal G1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/11


2013

Avião com mensaleiros decolou em direção a Brasília

Foto reprodução GloboNews

O avião com nove dos condenados no julgamento do mensalão decolou de Pampulha, em Belo Horizonte, com destino a Brasília, às 16h48. (Do Portal G1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/11


2013

Pizzolato: “Fui necessário para o enredo ter sentido”

Em nota, ex-diretor do BB foragido critica o STF, diz que foi usado para para dar sentido à “mentira do dinheiro público” e que tem “legítimo direito de liberdade” para ter novo julgamento na Itália

 Do Portal Congresso em Foco

Em nota divulgada neste sábado (16), o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato diz que fugiu do país para ter direito a novo julgamento na Itália.

Segundo ele, o Supremo Tribunal Federal (STF) ignorou documentação que comprovaria sua inocência.

Ele alega que foi incluído no processo do mensalão para que a “mentira do dinheiro público” fizesse “sentido” para condenar todos: réus, partido, ideias e ideologia. Veja aqui a íntegra da nota de Pizzolato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

RENAN

INFELIZMENTE VIVEMOS NUM PAIS ONDE PESSOAS DESPREPARADAS, IDIOTAS DESPOLITIZADOS, SE PASSAM PRA DEFENDER UMA GENTE DESSA. CORRUPTOS, LADRÕES, BANDIDOS NA MELHOR FORMA DE EXPRESSÃO E AINDA TEM QUEM OS ACHE SANTOS, QUE A POLÍCIA, O MP, A JUSTIÇA ESTÃO TODOS ERRAOS... QUANTA IMBECILIDADE...

o povo da de olho

ESSA FUGA TEM UM CULPADO? QUEM? TUDO ERA PREVISTO, OU NÃO? CADA UM TEM QUE FAZER SEU TRABALHO.

Adilson

Agora eu quero ver a justiça italiana rever o caso desse aí e descobrir as falhas do processo montado pelo Joaquim, Gurgel. Mendes e etc. Com que cara vão ficar os nossos juízes? heim!



16/11


2013

Dois caciques petistas derrotados

DO CORREIO BRAZILIENSE

 

 

 

 

 

 

A execução das penas dos condenados no mensalão repercutiu entre aliados, oposicionistas e reuniu claques a favor e contra os presos, ontem em São Paulo. A partir do momento em que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, expediu os mandados de prisão, nomes de peso da política nacional e outros participantes do esquema do mensalão se apresentaram às superintendências regionais da Polícia Federal, entre xingamentos e palavras de apoio. Aliados e adversários políticos também correram às mídias sociais para se manifestar. Enquanto a oposição apontou o momento como emblemático, petistas voltaram a tocar na tecla da “injustiça” contra os condenados.

 
 Os dois pesos-pesados do PT José Genoino e José Dirceu compararam o momento atual com o período em que ficaram atrás das grades na ditadura. Genoino, ex-presidente do PT, foi o primeiro a ser preso. Em São Paulo, ele chegou por volta das 18h na PF, onde recebeu gritos de apoio e de repúdio. Ao se entregar, o deputado gritou “Viva o PT”. Genoino saiu de casa ao lado da família, que amarrou uma toalha em seus ombros, simulando uma capa de herói.

O ex-ministro José Dirceu passou o dia com a família em Vinhedo (SP). Chegou à unidade da PF em São Paulo por volta de 20h30 e teve a mesma recepção de Genoino. Acompanhado do advogado, parou em frente à porta da PF, bateu no peito e ergueu o punho. Em nota, o ex-ministro, atacou a decisão da Corte e disse que a pena foi aplicada erroneamente. “Ainda que preso, permanecerei lutando para provar minha inocência e anular esta sentença espúria, por meio da revisão criminal e do apelo às cortes internacionais”, alertou.
 
Na oposição, as manifestações foram de elogios à Justiça. O senador Álvaro Dias (PSDB- PR) considerou emblemática a decisão do STF. “Esse julgamento condenando líderes políticos ressuscita a esperança de que é possível ver a justiça derrotando a impunidade. É um marco de um novo rumo para a Justiça brasileira.” O presidente do PT, Rui Falcão, por sua vez, repetiu a tese de que o julgamento foi “injusto”, “nitidamente político” e que houve casuísmo. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

RENAN

AONDE ESTÁ NEHEMIAS DOIDO E DOENTE PELO PT NUMA HORA DESSAS ONDE SEUS COMPANHEIROS PRECISAM DE SUA DEFESA, PELO MENOS NOS BLOGS... SERÁ QUE ELE FOI PRO PORTÃO DA PAPUDA FAZER VIRGÍLIA E SE SOLIDARIZAR COM A COMPANHEIRADA BANDIDA, CORJA DE MARGINAIS DO PT? APARECE, NEHEMIAS, PRA DEFENDÊ-LOS...

GERONILDO NAPOMUCENO PITOMBEIRA

HOMENS QUE PODERIAM TER ENTRADO PARA A HISTORIA DO BRASIL COMO EXEMPLOS DE DECÊNCIA SÃO PRESOS COMO RATOS QUE, DE FATO, SÃO!!!


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores