FMO janeiro 2020

16/10


2006

Alckmin tem encontro com Jackson hoje no Maranhão

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, vai se encontrar nesta segunda-feira com lideranças do Maranhão, entre elas o ex-prefeito Jackson Lago, do PDT, que disputa o segundo turno das eleições ao governo com a senadora Roseana Sarney, dissidente do PFL que apóia o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Lago participou, ontem à noite, do primeiro debate para o 2º turno das eleições no estado.

No debate, Roseana fez questão de explicitar seu apoio a Lula e de atacar o apoio que Jackson recebe hoje de seu ex-aliado, governador José Reinaldo Tavares (PSB). Lago reagiu, acusando-a de ter vendido o patrimônio público a preços aviltantes, de pagar horas extras fantasmas e de pertencer ao grupo político comandado por seu pai, senador José Sarney, responsável, segundo Lago, pelos erros que levaram o Estado aos mais baixos índices de desenvolvimento humano (IDH) do País


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

16/10


2006

Joaquim nega travessia para o palanque de Eduardo

 O deputado Joaquim Francisco (PFL-PE), que não conseguiu emplacar a reeleição, estaria ensaiando a travessia para o palanque do candidato do PSB a governador de Pernambuco, Eduardo Campos. O ex-vereador Roberto Andrade, do Recife, que hoje trabalha no Ministério da Ciência e Tecnologia, seria o elo de Joaquim com Eduardo.

Mas, em contato há pouco com este blog, o deputado negou a debandada. "Vou com Mendonça até o fim. Abandoná-lo agora soaria mal, seria oportunismo", garante Joaquim, adiantando que, após a eleição, numa eventual vitória de Eduardo, poderá, sim, abrir um entendimento com ele.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Se Joaquim diz qdepois das eleições vai abrir um canal.Q tipo de canal?Qual seria a sua intenção. Porque é q ele não adere logo e pede perdão pelas loucuras que fez.Arraes fundou o Bandepe,e o amarelo o vedeu a troco de banana.Fez um grande mal a Pernambuco.Mas tudo bem.Eduardo edificará outro Banco

José Rodrigues da Silva

Trevesse Quinca, do lado que vosmicê se encontra, o mundo não fará mais sombra alguma. Embora você não seja de cultivar amigos, ainda lhes resta alguns que acreditam na sua boa intenção. Trevesse rápido e sem medo, se não Jarbas te f...!!! Esse não perdoa, f... mesmo!!!

JOSE JERONIMO DA SILVA

Não será surpresa alguma ver QUINCA no palanque do PRECATÓRIO, isso porque, após sua maravilhosa não reeleição, está sem ter o que fazer, pois, nem advogar sabe mais, ai, irá procurar uma boquinha do outro lado, pena que esse lado, também não ganhará a eleição.

MARIAAPARECIDA

Claro ele não iria Joaquim é um home sério que tem credibilidade então ele claro e sempre ficará do lado de tem quem segue seus ideais... esse homem é Mendonça

fernando gordinho

parabens é assim que um homem de bem faz´.


Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

16/10


2006

Berzoini foi afastado por falta de respostas, diz Lula

O presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou hoje que afastou o deputado Ricardo Berzoini da coordenação de sua campanha porque ele não soube responder "quem tinha feito essa burrice", referindo-se à tentativa de compra de dossiê anti-tucano.
 
A declaração foi dada durante a gravação do programa Roda Viva, da TV Cultura, que acontece agora no Palácio da Alvorada, em Brasília.

Lula disse que perguntou ao então presidente do PT e ex-coordenador de sua campanha, Ricardo Berzoini, quem era o "arquiteto desse plano" logo que teve informações a respeito do escândalo do dossiê. “Eu perguntei ao Ricardo quem tinha feito essa burrice. Ele disse que não sabia. Eu respondi que ele tinha obrigação de saber e explicar. Como ele não explicou, dois dias depois eu o afastei”. As informações são do Último Segundo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

16/10


2006

Vou "despetizar" o Governo Federal, diz Alckmin

O presidenciável tucano Geraldo Alckmin, em entrevista hoje pela manhã, à Rádio Verdes Mares AM de Fortaleza, disse que vai “despetizar o Governo Federal”. O tucano se referiu ao fato de o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à reeleição, ter “superlotado órgãos federais com correligionários e com o objetivo de promover o aparelhamento da máquina”, denunciou Alckmin.

 

Durante meia hora, Alckmin falou direto de São Paulo para uma cadeia de 20 emissoras cearenses comandadas pela Verdes Mares. O tucano destacou que não irá vender o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios e Petrobras. “É mentira que vou privatizar. O que vou fazer é promover mais concurso e valorizar o funcionário de carreiras dessas estatais”, afirmou. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Antonio Pereira

Até o avião da presidência êle quer vender. Será que as Forças Armandas vão deixar. Que palachada, ridicula esta de vender o avião.

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Chuchu ia vender 20% da Nossa Caixa (Caixa econômica estadual de SP) para cobrir os rombos da sua gestão em frente ao governo de SP. Foi Cláudio Lembo quem sustoua operação. Vendeu a empresa de Linhas de Transmissão, portanto, seria uma surpresa que ele não mantivesse sua política de privatizar.

Flora

Se ele vender os vestidos dá pra construir um hospital.

Cesar Augusto R. Cavalcanti

E os vestidos que a mocréia dele ganhou de um estilista lá de São Paulo, ele vai vender?



16/10


2006

Sanguessugas: CPI se reúne para votar requerimentos

A CPI dos Sanguessugas deve se reunir nesta terça-feira para votar cerca de 200 requerimentos de convocação de novos depoentes e de quebra de sigilos fiscal, bancário ou telefônico. A votação desses requerimentos, marcada para a semana passada, foi adiada por falta de quórum.

Um dos requerimentos que também podem ser votados é o da deputada Vanessa Grazziotin (PC do B-AM) que pede a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do ex-ministro da Saúde Barjas Negri. Há denúncias de que as fraudes envolvendo a chamada máfia das ambulâncias já ocorreriam durante a gestão de Negri no Ministério da Saúde. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

16/10


2006

Oposição acusa PF de retardar investigações sobre dossiê

Os partidos que apóiam Geraldo Alckmin (PSDB) não querem tirar do foco da campanha eleitoral a compra do dossiê contra candidatos tucanos por membros do PT. Segundo a repórter do blog em Brasília, Ana Silveira, os presidentes do PSDB, PFL e PPS se reúnem esta tarde para discutir medidas contra o suposto uso eleitoral da Polícia Federal nas investigações sobre o dossiê.

Os partidos querem acionar o Congresso Nacional, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Justiça para investigarem a ação da PF no episódio. Segundo reportagem publicada pela revista Veja, o ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, teria orientado a PF a retardar as investigações para evitar prejuízos ainda maiores à campanha do presidente Lula.

"Temos que fazer com que a operação tartaruga do ministro Márcio Thomaz Bastos seja interrompida. Também temos que impedir que ele continue agindo como advogado criminalista do presidente Lula", disse Bornhausen.

Já o presidente do PPS, Roberto Freire (PE), afirmou que a oposição tem que agir para impor limites ao governo. "Primeiro foi um atentado contra o caseiro Francenildo [Costa], agora atentam contra uma instituição do Estado republicano que é a Polícia Federal", criticou.

A oposição também vai aproveitar o encontro para decidir se ingressa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com ação questionando a promessa de ajuda financeira feita por Lula ao governador do Mato Grosso, Blairo Maggi. "Vamos questionar a forma como foi feita. A liberação não corresponde à execução orçamentária normal. É um caso típico de compra de votos de um governador", condenou Freire.

Na semana passada, Maggi rompeu com o PPS e formalizou apoio à reeleição de Lula. Em troca, o presidente prometeu liberar R$ 1 bilhão para o estado - recursos da renegociação de dívidas agrícolas. "Trata-se de "um mega mensalão, um escândalo", disse Bornhausen.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Flora

É verdade, ele tem história! um passado negro

Ricardo José Amorim Campos

Meu colega desinformado. R. Freire tem historia, portanto respeite. Não é nenhum lula, humbertou ou dudu prec nao. E ele nao esta no palanque de seu ninguem. Está sim, e somente, do lado da verdade de da justiça. Como qq brasileiro decente. Seu partido nao está obstaculando nada, como o PT está!!

Cesar Augusto R. Cavalcanti

Quem te viu, quem te vê: Roberto Freire, comunista histórico, um dos maiores guerreiros do PCB, combatente dos opressores que se multiplicaram neste país pós-golpe de 64, hoje no mesmo palanque deles. Roberto Freire com Marco Maciel, Jorge Bornhausen, ACM, Roberto Magalhães, este sim é um TRAIDOR!



16/10


2006

Com críticas a Lula, Cristovam sinaliza apoio a Alckmin

 Cristovam Buarque (PDT), derrotado na corrida à Presidência da República no primeiro turno, disse que o candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), não cumpriu com os compromissos que firmou com uma das figuras mais marcantes da história do PDT: Leonel Brizola, falecido em 2004.

Lula teria prometido, segundo Buarque, que construiria um governo diferente. ''Hoje ele só fala da quantidade de universidades que seu governo viabilizou, mas não fala da qualidade do ensino'', enfatizou nessa manhã durante entrevista para a Rádio Gaúcha. À tarde, o PDT anuncia se apoiará ou não algum candidato.

O senador afirmou ainda que Lula trabalha com base numa política imediatista. Ou seja, investe em universidades pela visibilidade que proporcionam. ''Universidade dá foto'', acusou. O ideal, conforme declarações do político, seria desenvolver projetos nas séries iniciais, prevendo o futuro. ''O cérebro é um poço de petróleo a ser explorado. Lula não fala em educação primária porque não tem sindicato nessa área'', destacou.

Cristovam conta que, para o segundo turno, o PDT preparou um documento e entregou aos dois candidatos, Geraldo Alckmin (PSDB) e Lula. O texto continha alguns pontos que o partido considera obrigatório para o próximo governo. Entre eles a implantação do horário integral nas escolas do Brasil. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Cesar Augusto R. Cavalcanti

Esse Cristovam, com essa carinha de quem peidou na missa, não me engana não. Vai aderir ao Pinóquio Alckmim, e não fará falta nenhuma, aliás, como ministro, ele foi frágil, trapalhão, e agora vem com esse discursinho cansado, com essa voz de marido que apanha da mulher....



16/10


2006

Debate interessa mais a Mendonça do que a Eduardo

O debate de hoje na TV-Clube, afiliada da Bandeirantes em Pernambuco, entre os candidatos a governador Mendonça Filho (PFL) e Eduardo Campos(PSB), às 22 horas, está sendo aguardado com um enorme expectativa pela militância e o eleitorado de ambos os candidatos.

Sabendo que se trata de uma oportunidade rara na campanha, com profundas repercussões no resultado da eleição, Mendonça e Eduardo passam o dia se preparando para o confronto em seus respectivos QGs. Afinal, chegou a hora do tudo ou nada, principalmente para quem está em desvantagem nas pesquisas, como é o caso de Mendonça.

Do lado de Eduardo, as orientações partem de um núcleo coordenado pelo publicitário e jornalista Edson Barbosa. Da parte de Mendonça, o treinamento é da equipe do professor Antônio Lavareda, dono da MCI. Por ser o primeiro embate e diante da larga vantagem que Eduardo colocou sobre Mendonça, o tempo vai esquentar nos estúdios da emissora.

Nem sempre quem lidera as pesquisas acaba levando a melhor. Ontem, no Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, do PMDB, levou um banho de Denise Frossard, do PPS. No Maranhão, a mesma coisa. Em baixa nas pesquisas, a senadora Roseana Sarney, do PFL,  nocauteou Jakson Lago, do PDT.

E que reflexo um debate tem numa eleição? Depende da forma como o candidato se apresente. Geralmente, cada militância acha que seu candidato se saiu melhor, mas os pontos fracos de cada um acabam sendo explorados no dia seguinte pelos jornais e, consequetemente, no guia eleitoral.

E aí, quem editar melhor o debate em seu programa eleitoral e passar mais a idéia de vencedor, pode faturar bem mais. Debate só é bom, a esta altura, para quem está em desvantagem nas pesquisas. Sendo assim, Mendonça está apostando muito mais nos seus resultados do que Eduardo, a quem, com 25 pontos na frente, não interessa mais esse tipo de confronto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

cidadão pernambucano

E Magno bem sabe disso. Em que pese a análise, Eduardo vai deixar mendoncinha de saia. Preparem-se!

cidadão pernambucano

Concordo! Acheio Cabral muito melhor que Frossard. E achei muito tendenciosa a matéria de Magno sobre o debate, dizendo que o resultado " influenciará muito na decisão so eleitorado". Como se sabe é discutível os efeitos de um debate...

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Continunando. Posteriormente, ele perguntou sobre a proposta dela para Educação. Foi um tal de "eu acho...eu penso...", ou seja, sem proposta. Pelo que vi ontem, Sérgio Cabral pode mandar fazer o terno de governador.

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Magno, assisti parte do debate e o que vi, foi Sérgio Cabral dar um banho naquele senhor, digo, naquela senhora. Ela queria responsabilizá-lo pelas observações feitas pelo TCE-RJ quanto à terceirização crescente no governo estadual. Ele não era governador. Ela só podia ser do PSS.

caca di serrat

gostaria de fazer uma perquanta a maria aparecida ? eu perquanto a vc cd o dinheiro do banco do nordeste que pai sr mendonça tu empprestado ? sera que estar em terrado la belo jardim



16/10


2006

Projeto apresenta regras para coibir corrupção

O relator-geral do projeto da lei orçamentária da União para 2007, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), incorporou a seu parecer preliminar, apresentado na sexta-feira, regras para coibir a corrupção a partir de emendas parlamentares ao Orçamento. Se o parecer for aprovado pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso , as emendas individuais não poderão ser inferiores a R$ 200 mil cada nem beneficiar entidades privadas com alguma ligação a parlamentares, ministros ou presidente da República.

Segundo Raupp, a fixação de um mínimo de R$ 200 mil por emenda visa a evitar que deputados e senadores destinem recursos a operações com valor total abaixo do necessário para a exigência de licitação. Esse piso, abaixo do qual a licitação pode ser dispensada, varia conforme o objeto da compra. As informações são do Valor Econômico.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


16/10


2006

RN: Pesquisa aponta vantagem de Wilma

A primeira pesquisa realizada no segundo turno das eleições no Rio Grande do Norte foi divulgada nesse domingo pelo jornal Diário de Natal/O Poti. O estudo do instituto Consult mostrou que a governadora Wilma de Faria (PSB) tem 49,53% das intenções de voto, estando 5,18 pontos percentuais à frente do candidato de oposição, senador Garibaldi Filho (PMDB), que tem 44,35%. Os indecisos representam 3,65% e os que não pretendem votar em nenhum, 2,47%.

 

O estudo da Consult também apontou a rejeição dos candidatos. A rejeição ao candidato do PMDB é de 11,54%, e à candidata do PSB, é de 8,65%. Os que rejeitam os dois candidatos somam 35,58%, e os que não sabem, 44,23%.

 

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 13, portanto já aponta também a receptividade do eleitor ao programa eleitoral dos candidatos. E a margem de erro é de 2,3%, para mais ou para menos. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Bruno Medeiros

O PSB está com tudo no Nordeste!!! Eduardo em PE, Vilma no RN e Cid Gomes no CE. Vamos fazer o bloco dos estados do NE e crescer como nunca!!!

Vamos lá vizinhos potiguares, eleger a Wilma 40 e Lula 13, para continuar crescendo o Rio Grande do Norte. E fazer a força esquerda do nordeste elevar esta maravilhosa região no contexto nacional.