FMO janeiro 2020

23/03


2007

Collor recupera na justiça regalias de ex-presidente

 O ex-presidente da República e senador Fernando Collor (PTB-AL) tem um novo staff com oitos seguranças nomeados pela Casa Civil da Presidência da República. As nomeações para Collor saíram entre a criação de mais de 500 cargos no Executivo pela Medida Provisória (MP) 341/06, que tranca a pauta da Câmara e foi publicada no Diário oficial da União (DOU) no dia 29 de dezembro de 2006.

Mesmo sem a aprovação em plenário, as nomeações já foram feitas pela Casa Civil em fevereiro e janeiro deste ano. A mesma MP já recebeu mais de 84 emendas e o relator nomeado pelo presidente da Casa, Arlindo Chinaglia (PT-SP), é o deputado Filipe Pereira (PSC-RJ).

Depois de ganhar na Justiça o status de ex-presidente, Collor foi atendido pelo governo Lula assim como Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e o senador José Sarney (PMDB-AP). Somando apenas os salários (sem contar os encargos sociais) em comissão, que cada um dos ex-mandatários têm direito de nomear nessa função, são gastos R$ 135.138 mil por mês e mais de R$ 1,5 milhão por ano. A lei que permite as nomeações é a 7474/86,  de autoria do ex-deputado Alcides Fraciscato, na época parlamentar do PDS de Sâo Paulo.

O único ex-presidente que dispensou os serviços previstos na lei 7474 de 1986, que garante o serviço de segurança pagos pelo Executivo, é Itamar  Franco.   

O artigo 27 da MP 341 prevê a nomeação de oitos funcionários em cargo de  comissão de DAS, mas foram feitas a pedido de Collor quatro nomeações entre  os dias 11 de janeiro e 16 de fevereiro, dois nos cargos de Direção e Assessoramento Superior (DAS 4) no valor R$ 4.898,50 e outros dois em DAS 5 com remuneração de R$ 6.363,00.

Nos dois casos, os nomeados que não tem imóvel em Brasília têm a possibilidade de requerer mais R$ 1.800 de auxílio moradia. Os outros quatro cargos criados para Collor, segundo a Casa civil, foram ocupados por militares da ativa, que recebem uma gratificação  esem a necessidade de nomeação por meio de cargo comissionado.

Pela mesma MP, o governo federal criou 526 cargos que deverão ser  preenchidos por meio de concursos públicos. Também foram criados  os 172 cargos para o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego  Aéreo (Cindacta), do Comando da Aeronáutica. Desse total, 137 foram destinadas às nomeações de  novos controladores de tráfego aéreo no auge da crise do  setor no ano passado. As informações são do Congresso em Foco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

edilson joao dos santos

LULA, JARBAS, JOÃO PAULO SÃO ÓTIMOS NA CRIAÇÃO DE MAMATAS.

Drácula

QUANDO PENSO QUE PODERÍAMOS TER SIDO COLONIZADOS POR HOLANDESES NO NORDESTE.....E FRANCESES NO SUL.....


Detra maio 2020 CRLV

23/03


2007

Serra promete ''turbinar'' educação em São Paulo

 O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou hoje que pretende fazer uma grande ofensiva na área da Educação e no ensino técnico, com a implantação de projetos e programas que desenvolveu na Prefeitura. Ele citou, por exemplo, o programa ler e escrever, as aulas de reforço na quarta série, duas professoras por sala de aula no primeiro ano e a revisão, a partir do ano que vem, da progressão continuada - em vez de quatro para dois anos. "Vamos dar uma turbinada como nunca houve na história de São Paulo nessa área."

Serra evitou polemizar com o ex-secretário de Educação do governo Geraldo Alckmin, Gabriel Chalita, que criticou a sua gestão, dizendo que o governo Serra começava muito mal porque havia reduzido, pela metade, o projeto Escola da Família, que prevê a abertura de escolas aos finais de semana. "Realmente eu não estou voltado, agora, para o que aconteceu e porque aconteceu. Isso é interessante do ponto de vista acadêmico e até de uma campanha eleitoral, mas não para efeito de governo, que tem de olhar pra frente," limitou-se a comentar. As informações são da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Serra, o que ele tem de careca tem de falastrão e mentiroso. São paulo vai quebrar em sua gestão.


Abreu e Lima

23/03


2007

Lula diz a novos ministros que não terão vida boa

 Em discurso na cerimônia de posse de três novos ministros, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva enalteceu nesta sexta-feira os números da economia, disse que seu governo ''foi massacrado'' pouco antes das eleições e reafirmou a disposição de fazer um governo de coalizão, para mostrar que é possível fazer política com ''P maiúsculo''. Ao falar do governo de coalizão, Lula disse também que, se não fosse para acomodar os partidos que o apóiam, nem precisaria mexer no Ministério.

Durante a cerimônia, que começou pouco depois das 10h20m, assumiram suas pastas Reinhold Stephanes (PMDB-PR), como ministro da Agricultura, Marta Suplicy (PT), no Turismo, e Walfrido dos Mares Guia (PTB), nas Relações Institucionais. A posse de Marta foi prestigiada pela família da ex-prefeita de São Paulo. Estavam presentes os filhos Supla e João e a nora Maria Paula.

O presidente disse aos novos ministros que não terão vida fácil:''Saibam que estarei no pé de vocês cobrando para que façam cada vez mais e melhor''.

Lula afirmou que o país vive um momento econômico sólido, de maior envergadura a que o país já viveu. Por isso, segundo ele, se dependesse apenas dos números, ele não precisava mudar ministros.

(Pernambuco.com)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

Creio ser bastante engraçado o Luiz, aquele que anda fantasiado de presidente, cobrar de alguém que trabalhe. Logo ele, que dessa tarefa não sabe nem forma e menos ainda a cor que tem este esforço!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Se isso fosse verdade Lulla a maioria não tomava nem posse. Voce acha que a Perua da Martha está para trabalhar ou para se aproveitar?


Prefeitura do Ipojuca

23/03


2007

Ibama autoriza início da transposição do São Francisco

 O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) autorizou o início das obras de transposição de águas do São Francisco. A informação foi divulgada hoje (23) pela assessoria de comunicação do instituto.

Agência Brasil  havia  informado que homens do Exército já se encontravam a postos para dar início ao projeto tão logo a licença fosse emitida. A previsão é que em quatro anos as obras estejam concluídas, com custo estimado de R$ 4,2 bilhões.

Segundo levantamento do ministério, o Nordeste conta com apenas 3% da água doce do país, dos quais a Bacia do São Francisco responde por 70%. O projeto de transposição prevê a construção de dois canais: um a Leste, que levará água para Pernambuco e Paraíba, a partir da captação no lago da barragem de Itaparica; e outro na direção Norte, abastecendo o Ceará e o Rio Grande do Norte com a retirada sendo feita nas imediações da cidade de Cabrobó (PE).

 A transposição vai custar cerca de R$ 400 por habitante, enquanto a construção de uma adutora não sairia por menos de R$ 1.000. Para abastecer os dois canais da transposição, a Agência Nacional de Águas (ANA) outorgou a retirada contínua de 26 metros cúbicos de água por segundo, ou 1,4% da vazão firme do rio (a mínima garantida), que é de 1.850 metros cúbicos por segundo na foz. No período de chuvas, o volume captado pode chegar a 127 metros cúbicos/segundo. De acordo com Vieira, esse uso é “mínimo” em comparação com a atual retirada feita para irrigação nas margens do rio (91 metros cúbicos por segundo) e para consumo humano (360 metros/segundo). (Informações da Agência Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Acompanhando essa maravilha, deve-se promover em mais 20% das terras do Nordeste o replantio de flora nativa às margens dos rios perenizados e das represas e açudes.O Nordeste reflorescerá.A fauna será apenas uma questão de tempo. E o povão gostando. Mágno,dê a sua parcela de contribuição.Propague.

Raimundo Eleno dos Santos

Brevimente hão de dizer: Bendito o Santo Lula que fez a transposição das benditas águas do Velho Chico, que fizeram a redenção do Nordeste. Aí, Antonio Conselheiro, o profeta do sertão, será enaltecido em prosa e verso; O SERTÃO VAI VIRAR MAR...



23/03


2007

Governo quer criar poupança para estudantes carentes

O governo estuda a criação de uma conta-poupança, nos moldes do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), para beneficiar jovens carentes que concluírem o ensino médio. De acordo com o projeto, cada estudante receberia R$ 15 por mês, mas o dinheiro só poderá ser sacado depois da formatura.

O ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, disse à imprensa que o objetivo da medida é estimular os jovens a completar o terceiro ano do segundo grau. O projeto ainda não tem data para sair do papel. ''A proposta em estudo é alimentar essa conta com depósitos mensais até a conclusão dos estudos. Quando o jovem concluir a oitava série do primeiro grau, ou o terceiro ano do segundo grau, ele teria um pecúlio para prosseguir os estudos ou para montar um pequeno negócio'', explicou Patrus. (Informações do Congresso em Foco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ednaldo Ferreira

Com certeza esse projeto será implantado no inicio do próximo ano quando o PT usará mais essa moeda em troca de votos para eleger e reeleger os seus. E "viva" o jeito petista de governar!!!

roberto lima

é cada uma que aparece desse governo lula!!! pura demagogia

magno bravo dantas

E como vai se chamar mais esse engodo??? Bolsa-mesada??? Compra-otário??? Tickt-bestão?? Onde nós vamos para??? chega de assistencialismo.


Banco de Alimentos

23/03


2007

Durante posse, Lula fala na ampliação do seguro rural

A ampliação e uma melhor estruturação do seguro rural, meta do governo federal destinada a aliviar uma das maiores deficiências do setor agrícola, foi um dos pontos abordados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cerimônia de posse dos novos ministros nesta sexta-feira (23), incluindo o da Agricultura, Reinhold Stephanes (PMDB-PR).

 

''Estamos trabalhando fortemente para consolidar o seguro agrícola, torná-lo vigoroso'', afirmou Lula.

 

Lula disse ainda que não levou em conta o passado político do deputado Reinhold Stephanes (PMDB-PR), que assume a Agricultura. Ele foi da Arena e do PFL. ''Não faço política olhando o que as pessoas foram antes, mas o que serão amanhã'', afirmou.

 

O governo federal estima destinar R$ 100 milhões para o seguro agrícola em 2007, valor suficiente para bancar parte da proteção contra problemas climáticos em uma área cultivada de cerca de 4,5 milhões de hectares, ou 10 por cento do total. (Informações do Portal G1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

magno bravo dantas

Essa ampliação é para ajudar os heróis/usineiros????


Prefeitura de Serra Talhada

23/03


2007

Bancada ruralista boicota posse de ministros

A bancada ruralista do Congresso boicotou a posse do novo ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes (PMDB-PR), que assumiu o cargo hoje em cerimônia no Palácio do Planalto. Não foram os únicos a demonstrar descontentamento com a reforma ministerial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O PR, que pode perder a administração dos portos para o PSB também não compareceu. (Informações da Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Graças aos ruralistas esse país pruduz 120.000.000 de T de Grãos.

guilherme alves

Os ruralista sei não, só quer vem a nós. Ainda está na minha memória o célebre acordo e a célebre securitização de dívida realizado no governo de FHC onde 100 bilhões de reais foram para víuva e, conseqüentemente, pelo o ralo. Dinheiro que dava para resolver os problemas habitacionais do país.


O Jornal do Poder

23/03


2007

Mais de cinqüenta entidades apóiam campanha “Xô CPMF”

Um grupo de mais de cinqüenta entidades declarou apoio ao movimento ''Xô CPMF'', lançado ontem pelo Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis de São Paulo (Sescom). A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), a Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomércio/SP) e a Câmara Americana de Comércio (Amcham), entre outras, se juntaram à campanha para pressionar o governo a extinguir a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

O movimento, coordenado pelo deputado federal Paulo Bornhausen (PFL-SC), defende que a prorrogação da vigência da CPMF põe em risco a segurança jurídica do país. A expectativa é de que a mobilização nacional possa evitar mais uma prorrogação do tributo no fim deste ano. (Informações do Congresso em Foco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Os banqueieos mandam nesse Governo, cobram tarifas bancárias absurdas e nos humilham com a demora em filas dos Bamcos. A CPMF proporcionam lucro aos bancos visto que o repasse demora 2 dias.

guilherme alves

Infelizmente, o dinheiro arrecadado pela CPMF está servindo para pagamento dos detentores de títulos públicos, conseqüentemente, para o bolso das pessoas físicas e jurídicas que essas entendidades representam, via aplicações bancárias em fundos de investimentos. Xô hipocrisia.

Vanessa Melo

quando criaram disseramq ue ia ser provisorio, o problema aqui é esse, sempre estão criando novos impostos...tiram um pouquinho aqui outros pouquinho alí. Resultado: 4 meses de trablaho só para pagar impostos, é assim aqui no Brasil.


Shopping Aragão

23/03


2007

PF ameaça greve caso governo não cumpra acordo

Funcionários da PF confirmaram na quinta-feira, em assembléias realizadas em todo o país, uma paralisação de 24 horas no dia 28, em protesto contra o não cumprimento de um acordo salarial por parte do governo. Os policiais também marcaram manifestação para dia 18 de abril, em Brasília. Se, até lá, o governo não cumprir o acordo, eles ameaçam entrar em greve por tempo indeterminado.

O ministro da Justiça, Tarso Genro, pediu ao ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que retome as negociações com a categoria.

"Se o governo não voltar pelo menos a negociar, vamos parar no Pan", ameaçou o presidente do Sindicato dos Delegados da Polícia Federal de São Paulo, Amaury Portugal.

 

(Do Pernambuco.com)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


23/03


2007

Lula empossa ministros e diz que Marta sofre preconceito

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou na cerimônia de posse dos novos ministros do Turismo, Marta Suplicy, da Agricultura, Reinhold Stephanes, e das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia que as mudanças no Ministério reforçam seu desejo de coalizão. Num dos momentos mais quentes do discurso, Lula disse que Marta foi vítima de preconceito.

''Uma das razões pelas quais a Marta não ganhou as eleições foi porque ela foi vítima de um preconceito. Ela traiu a classe dela, porque ela resolveu fazer uma política para os pobres que jamais foi feita naquela cidade'', disse Lula.

Sobre a mudança ministerial, Lula justificou-se: ''Quando tomei posse disse que não precisava mudar ministério, pois eu estava com um time que havia acabado de ganhar o jogo. Entretanto, depois das eleições começamos a estabelecer uma nova perspectiva na política nacional na busca da construção de uma coalizão política'', disse o presidente. ''Uma coalizão que pudesse mostrar que é possível fazer política com P maiúsculo e construir um País pensando nos próximos 20 anos e não somente nos próximos quatro anos'', afirmou.

Lula disse que o País vive um momento histórico na economia brasileira, com tantos fatores positivos combinando entre si. ''O Brasil poucas vezes na sua história teve uma situação privilegiada como a que estamos tendo.''  As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Essa perua sofre preconceito do que Lulla? Ela está preucupada por que a Prefeitura de São Paulo mandou cancelar contrato de lixo da gestão dela naquela prefeitura no valor de R$ 10.000.000.000,00.