FMO janeiro 2020

17/02


2011

Henry consultou Jarbas

Antes de tomar a decisão de votar com o governo na proposta do mínimo em R$ 545, o deputado Raul Henry procurou o senador Jarbas Vasconcelos, a quem é ligado, para ouvir sua opinião. E saiu de lá com o aval do senador, segundo uma fonte ouvida pelo blog. Henry, de acordo com essa mesma fonte, acatou a decisão do grupo independente do PMDB, que votou fechado com o governo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

"aval"....!


Prefeitura de Serra Talhada

17/02


2011

Governador de Sergipe elogia Pacto pela Vida

O que têm em comum os governos da Bahia, Rio Grande do Sul, Paraíba, Espírito Santo e Amazonas? Todos eles vieram a Pernambuco para aprender a reduzir os índices de violência nos seus estados. Hoje, foi a vez de o governador Eduardo Campos receber o colega sergipano Marcelo Déda na VI reunião de monitoramento do Pacto pela Vida (PPV), realizada na Secretaria de Planejamento e Gestão.

A visita de Déda ocorre menos de um mês após a vinda do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. O sergipano veio acompanhado de assessores da área de segurança pública e deixa Pernambuco impressionado com a política de combate à violência implantada pelo Governo do Estado.

“O que vi aqui me deixou extremamente surpreendido. Primeiro com a qualidade da política, segundo com a excelência da ferramenta e terceiro com a inovação da negociação aberta e transparente entre entes de governo, que têm responsabilidade pela segurança e pela construção de um clima de segurança na sociedade”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

Esse Imbecil não conhece Pernambuco...

marcelo lima

Por que ele ainda não andou nas estradas de Pernambuco saia de serra talhada a floresta, de floresta a belem do sao francisco ou ate mesmo de floresta a ibimirim que vc faz elogios nos assaltos


Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

17/02


2011

Acompanhe como votou o seu deputado no salário mínimo

Veja abaixo na relação por partido a votação da bancada de Pernambuco no salário mínimo de R$ 545 aprovado, ontem, pela Câmara dos Deputados. A grande surpresa foi Raul Henry ter aderido ao Governo. Na lista, não aparece o nome do deputado Fernando Ferro, da bancada do PT, porque ele está em missão oficial no Exterior.

PT

João Paulo - SIM

Pedro Eugênio - SIM

PMDB

Raul Henry - SIM

PSDB

Sérgio Guerra - NÃO

PP

Eduardo da Fonte  - SIM

Roberto Teixeira - SIM

DEM

Augusto Coutinho - NÃO

Mendonça Filho - NÃO

PR

Anderson Ferreira - SIM

Inocêncio Oliveira - SIM

PSB

Ana Arraes - SIM

Fernando Bezerra Filho - SIM

Gonzaga Patriota - SIM

Pastor Eurico - SIM

PDT

Paulo Rubem - SIM

Wolney Queiroz - SIM

PTB

Jorge Corte Real - SIM

José Augusto Maia - SIM

José Chaves - SIM

Sílvio Costa - SIM

PSC

Cadoca - SIM

PCdoB

Luciana Santos - SIM

PRB

Vilalba - SIM


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ednaldo Ferreira

Onde estava Bruno Araújo?

uilma

Até o pastor? votou contra as ovelhas.kkkkkkkkkkkkkkkkk


Banco de Alimentos

17/02


2011

Só 24 deputados da base votam contra o Governo

O governo Dilma Rousseff saiu vitorioso no primeiro teste na Câmara dos Deputados sobre a unidade da base governista: somente 24 deputados de partidos aliados  votaram contra a orientação em relação ao reajuste do salário mínimo, segundo o G1.

Os deputados aprovaram, em votação que terminou na noite de quarta-feira (16), projeto do governo de valorização do salário mínimo para os próximos quatro anos, que estipulava piso de R$ 545 para este ano e R$ 615 para 2012. Duas emendas que propunham salários maiores foram rejeitadas. Uma delas, do PSDB, previa mínimo de R$ 600. A outra, do DEM, propunha R$ 560 de salário.

As discussões sobre o reajuste duraram mais de dez horas na Câmara - veja como foi a votação. Agora, o tema será analisado pelo Senado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/02


2011

No Senado, oposição tenta derrubar aumento do mínimo

A oposição vai tentar derrubar no Senado o reajuste automático do salário mínimo pelo governo federal, sem passar pelo Congresso Nacional. O PSDB vai apresentar emenda para retirar do texto o artigo que permite ao governo o reajuste por decreto, o que excluirá o Legislativo da discussão sobre o reajuste do salário mínimo a partir do ano que vem. A mudança foi aprovada ontem pela Câmara no projeto que reajusta o salário mínimo para R$ 545 a partir de março deste ano, segundo a Folhaonline.

"O reajuste por decreto é inconstitucional, a Constituição diz que o salário mínimo deve ser fixado por lei. Esse é um tema que tem que continuar a passar pelo Congresso", disse o líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR).

Se a emenda for derrotada no Senado, onde o governo tem ampla maioria de aliados, a oposição ameaça recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra o reajuste por decreto. "Vamos ingressar com uma Adin [Ação Direta de Inconstitucionalidade] no Supremo se formos derrotados", afirmou Dias.

Pelo projeto aprovado ontem na Câmara, o governo passar a ter autonomia para elevar o salário mínimo por decreto até 2015. A proposta prevê o reajuste automático com base na correção da inflação e no índice do crescimento da economia do país dois anos antes.

No que diz respeito ao reajuste, a Constituição efetivamente determina que ocorra por lei --mas não especifica mecanismos a respeito do valor do salário mínimo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

17/02


2011

Giro pelo Interior: TCE rejeita contas em Caetés

A prestação de contas do Fundo Municipal de Saúde de Caetés do exercício financeiro de 2008, cujo responsável foi Maria Emília Pessoa da Silva, foi julgada irregular pela Segunda Câmara do TCE. O processo teve como relator o conselheiro Severino Otávio, que acolheu em seu voto a grande maioria das irregularidades relacionadas pelos técnicos da Inspetoria Regional de Garanhuns.

Foram identificados pelos auditores nove diferentes tipos de irregularidades e só após fazer três tentativas é que a Inspetoria conseguiu notificar a responsável para apresentação de defesa. Ela foi notificada no dia 22 de junho de 2010, esgotou-se o prazo e nenhuma justificativa foi apresentada

De acordo com o voto do relator, a prestação de contas foi entregue ao TCE com um atraso de mais de 60 dias sem qualquer justificativa para tanto. "Esta Corte de Contas tem relevado atrasos de um ou dois dias. Mas, no caso em tela, o gestor atrasou mais de dois meses e essa desídia é passível de multa e determinações", disse o conselheiro Severino Otávio.

Outra irregularidade, disse ele, foi a entrega da prestação de contas de forma incompleta, carecendo de documentos como os demonstrativos das contribuições previdenciárias vinculadas aos Regimes Próprio e Geral. Somou-se a isto a não comprovação da destinação dos valores contabilizados como "depósitos" no montante de R$ 318.974,12. Essa quantia, escreveu o conselheiro relator, deverá ser prontamente recolhida aos cofres municipais.

Outra irregularidade detectada foi a não comprovação do recolhimento ao RPPS das contribuições previdenciárias descontadas dos servidores no valor de R$ 192.439,20. "Tal irregularidade é passível de multas e determinações, bem como razão suficiente para macular as contas, sendo passível de tipificação de crime de apropriação indébita previdenciária", acrescentou.

Também não foram recolhidas as contribuições previdenciárias patronal relativas aos meses de junho a dezembro de 2008 o que também é passível de enquadramento como sonegação de contribuição previdenciária.

A equipe de auditoria constatou ainda que a gestora do Fundo, Maria Emília Pessoa da Silva, acumulou cargos públicos, indevidamente, nas prefeituras de Caetés e Bom Conselho, bem como na Secretaria de Educação, contrariando o artigo 37, inciso XVI, da Constituição, combinado com o artigo 28 da Lei Federal nº 8.080/90.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

cristiano lins de amorim

NÃO SE PREOCUPE MARIA, AMANHÃ ESTARÁ TUDO APROVADO.



17/02


2011

Morre ex-prefeito de Itambé

Morreu, hoje, o ex-prefeito de Itambé, Renato Ribeiro da Costa, 68 anos, que governou aquele município por duas vezes. Cassado e anistiado, Renato foi um revolucionário na expressão do ex-deputado Maurílio Ferreira Lima, com quem teve uma relação muito próxima, quase de irmãos. ''Perdi um dos melhores amigos que tinha e Pernambuco um grande homem público'', lamentou Maurílio. Veja abaixo depoimento de Maurílio Ferreira Lima:

''Conheci Renato Ribeiro em 1966. Como prefeito de Itambé me fez duas vezes o  mais votado para deputado federal. Passou em primeiro lugar em concurso para  engenheiro da Petrobras, mas o SNI impediu a sua posse.

Refugiou-se no Chile e foi preso no golpe de PINOCHET, levado para o Estádio repleto de prisioneiros políticos. Sofreu um  fuzilamento sumário e foi tirado do  País pelo embaixador sueco quando se refugiou na FRANÇA.

Da FRANÇA foi para minha casa na ARGÉLIA e por meu intermédio para  ANGOLA durante a guerra. Prestou relevantes serviços ao MPLA, que liderou a independência angolana. Era, hoje, professor titular aposentado da UFPE  e  beneficiado pela LEI de anistia foi reintegrado na PETROBRAS e aposentado. Conviver com RENATO foi um dos grandes momentos da minha  vida.''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/02


2011

PSB quer Eduardo disputando Presidência da República

Nada de ser candidato a vice da chapa presidencial de Dilma Rousseff (PT) ou de Aécio Neves (PSDB) em 2014. A cúpula do PSB trabalha para que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, seja candidato a presidente da República em 2014.

O partido avalia que foi uma boa experiência — em termos de crescimento da legenda no Congresso e nos Estados — a candidatura presidencial em 2002, mesmo com o candidato tendo sido o atual deputado federal Anthony Garotinho (PSC-RJ).

Como Lula fez em 2002, se Eduardo Campos perder em 2014, o vencerdor irá procurar o PSB para ter o partiodo apoiando o novo governo, segundo o jornalista Tales Farias, do Poderonline.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/02


2011

Raul Henry, do PMDB e aliado de Jarbas, vota com Governo

Na votação do salário mínimo, ontem, na Câmara dos Deputados, na qual o Governo ganhou de lambança aprovando o valor de R$ 545, a maior surpresa na bancada pernambucana se deu com o voto do deputado Raul Henry, do PMDB e ligado ao senador Jarbas Vasconcelos. Henry alegou que seguiu o acordo fechado pela ala dos independentes do PMDB, mas até o momento não apareceu na mídia para dar explicações. Jarbas, certamente, não deve ter gostado nem um pouquinho!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Marcelo Henrique França Vilela

Parece que Raul esqueceu que foi votado para fazer oposição ao governo. Se a ala é independente, então cada integrante deveria ter escolhido em qual emenda votar. Perdeu pontos para a disputa à prefeito do Recife.

jarbas não tem que gostar de nada, Raul [e coerente e não quer ver o Brasil correr risco, JÁ Jarbas, não tem coerência política há muitos anos.

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

Oposição cambaleante, tal qual um bêbado com chapeu torto!



17/02


2011

Mossoró tem Beira Mar

Na Paraíba, as diferenças são entre Campina Grande e João Pessoa, a despeito da cidade mais importante. No Rio Grande do Norte, a polêmica se dá entre Mossoró -  a cidade do sal, do sol e do petróleo; e, Natal - a capital. O debate já chegou a ser tão acirrado que enquanto a manchete de um jornal natalense destacava: “Petróleo de Mossoró vira água”, por ocasião das festas do nascimento de Jesus, foram impressos cartões com mensagens do tipo: Feliz Mossoró e próspero Ano Novo.

Naquelas plagas, a piada natalense do momento é que Mossoró superou a capital potiguar ao ter Beira Mar em seus domínios. Para quem não sabe, Beira Mar é o Fernandinho que, recentemente, ganhou capa de Veja e foi transferido para o Presídio Federal de segurança máxima de Mossoró.

A principal suspeita da polícia é que,  apesar de preso, em Catanduvas – outro presídio dito de segurança máxima, Beira Mar continuava comandando, uma das facções do crime organizado. Em Mossoró, apesar das reclamações do desconforto das celas termais mossoroenses, Beira Mar deve continuar comandando o crime  através de seus encontros com advogados e parceiras sexuais. Um escárnio.

Excluindo a polêmica e as idiossincrasias regionais, Mossoró é a cidade que mais cresce no Nordeste. A cidade, durante oito anos, foi palco da brilhante administração da Prefeita Rosalba Ciarlini, hoje eleita governadora pelo Democratas, com apoio do PMDB e outros partidos.

Em Mossoró, a Oposição é um ramo onde predomina o próprio clã político e patrimonialista dos Rosados,  mas que não há intransigência quando estão em jogo os interesses da cidade. A íntegra deste artigo, do professor Carlos Alberto Fernandes, que escreve no blog uma vez por semana, você confere no menu Opinião. Vale a pena!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/02


2011

No túnel do tempo















Depois que desembarcou no Recife para ser candidato, em 1954, a Governador de Pernambuco, o gaúcho Osvaldo Cordeiro de Farias, um general filho de um pernambucano da cidade de Goiana, logo tomou gosto pelas campanhas eleitorais e participou de dezenas de comícios, como o da foto enviada pelo jornalista Marcos Cirano, do site
www.pe-az.com.br Cordeiro de Farias, que foi o candidato do PSD, derrotou João Cleofas, da UDN, e governou o Estado entre 1955/58. Se você tem uma foto histórica e deseja vê-la postada neste blog nos envie agora: magnomartinsf@gmail.com


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

cordeiro .... cordeiro..... certamente devia se chamar de "raposa" ou outro animal da fauna menos "cordeiro" ;evidentemente. . Sei que era solteirão........