Congresso Nordestino de Educação Médica

14/04


2009

2010 à vista: mais pacotes de bondades

 Bem com todos. Após o socorro aos municípios, Lula vai ajudar os Estados. O governo ampliará a margem de endividamento para Estados com queda expressiva de receita. O cálculo do limite é feito pelo Tesouro, que vai adotar parâmetros mais flexíveis.

Mais grana. Outra medida sobre a qual Lula já bateu o martelo é que serão reduzidas as contrapartidas de Estados e municípios nas obras do PAC, o que equivale dizer que o governo federal vai arcar com uma fatia maior. (Painel - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Os adeptos da Igreja do pastor Azevedo e sua mania de perseguição. Vige, que povo irado.

William Bridges Jr.

Meu deus, por que a relação d''A Igreja e dos crentes é sempre na base da desconfiança? Acho que por estarem acostumados a ler o pseudo-jornalismo praticado por setores da imprensa dinanciados pelo governo, que agem como propagandistas do oficialismo...

guilherme alves

A Folha, como sempre, bate e assopra. Os municípios precisam de ajuda ou não? Eis a questão. E se precisam será bondades? Durma com um barulho desses.


Governo de PE

14/04


2009

Fidel: "Cuba não quer esmolas; quer fim do bloqueio"

 O ex-presidente Fidel Castro afirmou nesta segunda-feira, 13, que "Cuba resistiu e continuará resistindo" e "não estenderá jamais suas mãos pedindo esmola". Segundo informa o portal Estadão, as declarações foram feitas em um artigo divulgado pela mídia estatal horas após o presidente americano, Barack Obama, anunciar o levantamento de restrições de viagens e remessas à ilha.

"Do bloqueio, que é a mais cruel das medidas, não se disse uma palavra", ressalta Fidel, que lembra que os danos gerados por essa política "não são medidos só por seus efeitos econômicos".

Fidel diz que  "o governo dos EUA anunciou" que esta semana Obama aliviaria "algumas odiosas restrições (...) aos cubanos residentes nos EUA para visitar seus familiares em Cuba".

"Quando se indagou se tais prerrogativas reconheciam outros cidadãos americanos, a resposta foi que não estavam autorizados", diz Fidel no artigo.

Cuba "seguirá adiante com a cabeça erguida, cooperando com os povos irmãos da América Latina e do Caribe, haja ou não cúpulas das Américas, presida ou não Obama os EUA, um homem ou uma mulher, um cidadão branco ou um cidadão negro", diz Fidel.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

João Morais Batista

Fidel é o caldo da safadesa. Covarde, ridículo, oportunista, mentiroso, enagnador, ditador, estupido, as ciustas de um povo engando. Bush? Fica com ele para vc. Nem dos EUA, gosto.

Pedro Batista Filho

O detratores de Fidel são os mesmos adoradores do anti-cristo Bush.

João Morais Batista

Fidel, começas a pensar como serás recebido no inferno. Já morrestes, deita e deixa que te cubram de terra.

William Bridges Jr.

O Obama é esperto. Com mais dinheiro no bolso, enviado pelos exilados, a economia da ilha irá ter uma sobrevida é certo. No entanto, também com mais dinheiro, a população se torna mesno dependente do regime ditatorial e terá mais coragem de miná-lo...

William Bridges Jr.

Só pode ser piada. Pedir o fim do bloqueio é pedir esmolas. Esse é mesmo contraditório. Vive a criticar o satanás capitalista, mas implora pelo fim do embargo comercial para....possibilitar transações comerciais, que é a essência do capitalismo.Esse tipo de declaração é a maior prova de amor...


Prefeitura de Caruaru

14/04


2009

PF quer fazer de Protógenes herói: afastou-o da ativa

 A Polícia Federal afastou o delegado Protógenes Queiroz de qualquer função na corporação, por tempo indeterminado. A informação é do portal Estadão, adiantando que a medida foi informada na segunda-feira, 13, ao delegado, que é alvo de processo disciplinar ''em virtude de participação em atividade político-partidária''. É o mais duro revés administrativo já imposto a Protógenes, desde que ele desafiou a cúpula da PF - a quem acusou de boicotar a Operação Satiagraha, investigação que envolve o banqueiro Daniel Dantas, do grupo Opportunity, em suposto esquema de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e crimes financeiros.

O ato que coloca Protógenes fora de ação - mas sem prejuízo dos vencimentos - é do diretor-geral da PF, delegado Luiz Fernando Corrêa. O enquadramento tem base no artigo 43, inciso 12, da Lei 4.878/65, que dispõe sobre o regime jurídico da instituição. ''Valer-se do cargo com fim, ostensivo ou velado, de obter proveito de natureza político partidária para si ou terceiros.'' Demissão é a punição mais severa que a lei da PF prevê para esse nível de infração.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

William Bridges Jr.

Eis o mais novo ídolo dos incautos. Esse ato da PF, com certeza, contribuirá ainda mais para o mito, pois traz embutida a ideia de martírio. Será que teve o dedo do Tarso? É bom lembrar que o , o Escutador Geral da República é um franco atirador e está do lado de seus irmãos de loucura do P-Sol...


São João Petrolina

14/04


2009

Suspeita de proteção a Dantas faz tucanos recuarem

 Os tucanos recuaram do pedido de adiamento do depoimento de Daniel Dantas. No fim da semana passada, eles ponderavam que seria melhor aguardar para ouvir o banqueiro depois que chegassem à comissão novos documentos vindos de Nova York. Mas diante das acusações de que estariam protegendo Dantas, preferiram abandonar a ideia. O depoimento está mantido para quinta-feira.
 
Mesmo sem tempo hábil de utilizar os dados já nesta quinta-feira, os deputados tucanos vão apresentar amanhã um pedido de informações à Oi para que a operadora repasse à CPI as informações do contrato "guarda-chuva" criado por Dantas no início dos anos 90. Segundo o delegado Protógenes Queiroz, foi esse contrato que definiu os setores em que o Opportunity e seus associados investiriam nos anos seguintes. O documento já foi divulgado extra-oficialmente, mas os deputados querem a cópia oficial que a Brasil Telecom, recentemente comprada pela Oi, armazenou. (Lauro Jardim - Radar - Veja)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Porque, simplesmente, as demais revistas já falaram da proteção regiamente paga. Alhures.

William Bridges Jr.

Ué, e a Veja não é tucana? Por que não omitiu essa notícia?

guilherme alves

Bem. Proteção existe e custa caro.



14/04


2009

Deputados em viagens internacionais na conta da Câmara

 Os deputados federais passaram 2.695 dias viajando com verba da Câmara desde janeiro de 2007. Dos 178 ‘viajantes’, 14 se ausentaram por mais de 40 dias em viagens internacionais, como O DIA informou domingo. Só na bancada do Rio, os dias viajados chegam a 155. As faltas em viagem são abonadas, e o desconto por sessão deliberativa chega a R$ 1.200.

As sessões ordinárias também são prejudicadas. Dr. Rosinha (PT-RS), com 105 faltas, tem ausência justificada em mais da metade das sessões ordinárias de 2007 e 2008 — 197 dias de trabalho. O deputado Alexandre Santos (PMDB-RJ) passou 43 dos 197 dias em viagem, 14 em Nusa Dua, num paradisíaco hotel onde ficava o centro de convenções, em Bali. Edmilson Valentim (PCdoB-RJ) afirma que é importante visitar outros países, mas sem exagero. “Tem que ter controle, para a sociedade avaliar o objetivo dessas missões”, analisou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

William Bridges Jr.

Errado, Guilherme. Apesar de não ser novidade, esses tipos de mordomia só acabarão se a imprensa continuar a mostrá-las à opinião pública. Por isso, notícias como essa são tão importantes...

guilherme alves

Esse capítulo viagens internacionais está incorporado aos costumes da Câmara de há muito. Como sempre não nada de novidade na noticia, e pela noticia os deputados nunca deicarão de viajar.



14/04


2009

PF prende compradores de votos para Rosinha

 Três pessoas foram presas ontem pela Polícia Federal (PF) em Campos, acusadas de envolvimento em esquema de compra de votos nas eleições de 2008, supostamente para beneficiar a candidatura da prefeita Rosinha Garotinho (PMDB) e o candidato derrotado a vereador Marcus Alexandre (PTdoB). Entre os presos, está o atual sub-secretário adjunto de Governo da prefeitura, Thiago Machado Callil, 29 anos. 

 

A Operação Cinquentinha foi desencadeada após um mês de investigações da PF, solicitadas pelo Ministério Público (MP) Estadual. Os acusados pagavam R$ 50 por voto.

A assessoria da prefeita informou que Rosinha apoiou a ação e espera que as investigações “cheguem até o fim”. Em sua página na Internet, o ex-governador Anthony Garotinho, marido de Rosinha, negou envolvimento da mulher e disse que o candidato a vereador Marcos Alexandre integrava a coligação de Arnaldo Vianna (PDT), adversário de Rosinha na disputa pela prefeitura. Marcus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

João Morais Batista

Essa florzinha, é coisa dos cariocas. Que mediocridade...


Asfaltos

14/04


2009

Protógenes diz o que negou à CPI: operação foi palaciana

 O delegado federal Protógenes Queiroz transita pelo país como um franco atirador que não escolhe alvo para mirar e disparar. Na semana passada, pressionado pelos deputados da CPI do Grampo, mas protegido por um hábeas corpus, o delegado não respondeu perguntas que soavam impertinentes. Mas abriu o jogo numa entrevista exclusiva ao Jornal do Brasil, revelando o que não quis contar aos deputados.

– A Operação Satiagraha foi, sim, uma missão presidencial! – diz

Protógenes ouviu de seu antigo chefe, o delegado Paulo Lacerda, ex-diretor da Polícia Federal e ex-diretor da Abin, hoje Adido Policial em Portugal, que a investigação em torno de Dantas era do interesse do Palácio do Planalto, ou seja, tinha, sim, segundo ele, o crivo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A razão era lógica: não satisfeito em espionar todo o primeiro escalão do governo, o banqueiro ainda distribuiu à revista Veja um dossiê, publicado em maio de 2006, onde insinuava que o presidente e três ex-ministros (Luiz Gushiken, Marcio Thomaz Bastos e Antonio Palocci), além de Lacerda e o senador Romeu Tuma (PTB-SP), eram titulares de contas em paraísos fiscais.

A história da espionagem começou em 1994, foi repassada à Veja em 2005 e publicada em 2006. Era, na verdade, uma fraude. O banqueiro contratou a empresa Kroll para investigar, mas caiu na armadilha dos adversários e mandou para a frente uma falsa denúncia. A revista rompeu o off e revelou que foi Dantas quem entregou o dossiê.

Além disso, teria orientado seus assessores a negociar com o filho de Lula, Fábio Luis Lula da Silva, o Lulinha, o caso Gamecorp, numa atitude que o Planalto interpretou como cooptação para constranger o presidente. No entendimento das autoridades que cuidam da segurança, a intenção do banqueiro era mostrar seu poder e pressionar o governo para levar vantagem na guerra pelo controle das teles. Acabou ofendendo o mais importante símbolo da República, a figura do presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/04


2009

Protegidos juízes que julgam organizações criminosas

 Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo informa que uma proposta incluída no chamado Pacto Republicano,  assinado nesta segunda-feira (13/4) pelos presidentes dos três Poderes, em Brasília, vai proteger juízes de primeiro grau que julgam integrantes de organizações criminosas. Em vez de julgarem sozinhos as lideranças de facções criminosas, eles poderão compor um colegiado específico para esses casos. A finalidade é evitar riscos para os juízes e, ao mesmo tempo, proteger os julgamentos de possíveis pressões. A sugestão foi incorporada ao pacto por representantes do Judiciário e, conforme o documento, tem por objetivo "trazer garantias adicionais aos magistrados, em razão da periculosidade das organizações e de seus membros".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

É muito complicado. Qual o limite da periculosidade para que funcione o sistema. Vai virar cachorrada.Bandido de baixa estatura criminal vai se julgar no direito de ser julgado por essa "turma".Dir-se-á prejudicado e pede anulação do julgamento de juiz singular, ou vice versa.Vai ser um pandemônio.


Bm4 Marketing 7

13/04


2009

Pacto vai tornar o Poder Judiciário mais eficiente

 Atualizar as regras de interceptação telefônica e rever a legislação de abuso de autoridade para conter abusos policiais e judiciais. Criar colegiados de juízes em primeira instância para julgar crimes cometidos por organizações criminosas e evitar que criminosos ameacem magistrados. Instituir Juizados da Fazenda Pública nos estados. Criar ações coletivas a exemplo das class actions americanas. Não são poucas as propostas que formam o II Pacto Republicano de Estado por um Sistema de Justiça mais acessível, ágil e efetivo, assinado nesta segunda-feira (13/4) pelos chefes dos três poderes.

O acordo para agilizar o Judiciário e torná-lo mais efetivo foi assinado pelos presidentes da República, Luiz Inácio Lula da Silva; do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes; do Senado, José Sarney (PMDB-AP); e da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP).

O II Pacto é fundado em três eixos: proteção dos direitos humanos e fundamentais, agilidade e efetividade da prestação jurisdicional e acesso universal à Justiça. O programa abarca de questões pontuais como a disciplina do uso de algemas a matérias genéricas, como o “fortalecimento das defensorias


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/04


2009

Mesa da Câmara informa que Charles assume lugar de Cali

O portal Pernambuco.com informou que a secretaria-geral da Mesa Diretora da Câmara dos  Deputados anunciou que quem assume a vaga deixada pelo deputado Carlos Wilson (PT), falecido no último sábado, é o terceiro suplente do PTB, Charles Lucena. A posse está marcada para as 14 horas de amanhã, e só muda "caso a Justiça Eleitoral mande um comunicado de última hora", conforme afirmou o secretário-geral da Mesa, Mozart Vianna.

O também suplente Gilvan Costa (PTB), já estava na briga pela vaga e chegou a anunciar ainda no último domingo, antes mesmo do enterro do ex governador de Pernambuco, que tomaria posse hoje na Câmara. Mesmo ocupando a quarta suplência, Costa se achava no direito à vaga porque Charle Lucena "responde a vários processos no TRE".

O secretário-geral Mozart Vianna informou que em todo início de ano a Câmara recebe uma relação atualizada da Justiça Eleitoral com os nomes dos suplentes aptos a tomar posse. "Pela lista, a prioridade é de Charles Lucena. A lista é da Justiça e só muda se a própria Justiça enviar um comunicado", assegurou Vianna.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Cleto Cordeiro

Pernambuco perdeu muito com o falecimento de Carlos Wilson, que tinha um grande curriculum eleitoral, o que esses suplentem não tem, infelizmente!

José Grinaldo Monteiro

Meu Caro amigo Magno. Após consultar a Legislação Eleitoral sobre o caso em tela, revogo o meu comentário anteriormente remetido a esse blog.

José Grinaldo Monteiro

Meu caro amigo Magno. Resolvi pessoalmente pesquisar o site do TRE e TSE e descobri que realmente quem assumirá o vaga de Carlos Wilson será o Suplente Gilvan Costa, pois o Suplente Charles Lucena tornou-se inelegível após a procedencia da AIJE movida pelo MPE, julgadas nas duas instâncias

Raimundo Eleno dos Santos

Mai um pilantra na vida desse Congresso cheio de malas.

roberto lima

que maldade por o nome no sujeito de "charles" ! tipico para mordomo ingles, em filme de terror. . O Charles da "rapadura" vai viver no rapa mole.



13/04


2009

Prefeitos vão receber R$ 1 bilhão para conpensar FPM

 Os 5.564 prefeitos vão receber um reforço de até R$1 bilhão para compensar as perdas nos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). A informação é do portal Folha Online, esclarecendo ainda que o governo prevê que esse é o tamanho do impacto da crise financeira internacional para os municípios.

O valor da ajuda leva em consideração o FPM de 2008, apontado como o melhor da história. No ano passado, os municípios receberam R$ 51,3 bilhões --cerca de 20% a mais do que 2007. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou que as perdas identificadas de janeiro a abril em relação às parcelas do fundo de 2008 sejam repostas, mas sem correção de nenhum índice.

Para colocar em prática esse socorro, o governo vai encaminhar uma medida provisória pedindo autorização para o auxilio e um projeto de lei emergencial reservando o crédito de R$ 1 bilhão. O governo acredita que a primeira parcela para os municípios será de R$ 500 milhões. A previsão é de que os recursos estejam disponíveis cinco dias após a votação do texto no Congresso.

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou ainda que o governo fará uma triagem quinzenal para acompanhar as perdas nos repasses e se foram identificadas reduções significativas o governo deverá apresentar um novo plano. Paulo Bernardo disse que a decisão de atender a todos os municípios foi tomada individualmente pelo presidente Lula.

Pelas contas do governo, pouco mais 3.300 municípios tiveram perdas significas porque dependem diretamente do FPM.

"Mostramos para ele que a perda dos grandes municípios era muito pequena comparativamente em termos percentuais com a perda dos pequenos. E aí o presidente nos deu um xeque-mate: olha, se é tão pequena assim, vamos resolver o problema de forma global, vamos dar uma ajuda para todos", afirmou Bernardo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

QUEM CONFIA EM QUEM TEM COSTUME DE NÃO CUMPRIR AS PROMESSAS. DESTE 1 BILHÃO QUANTO VÃO CHEGAR.AMANHÃ FICAREMOS SABENDO.



13/04


2009

Paulo Renato faz criticas ao governo Lula

Ao ser empossado secretário da Educação do Estado de São Paulo, o deputado federal pelo PSDB Paulo Renato Souza afirmou hoje que assume a pasta por um "compromisso partidário" e criticou o governo federal do petista Luiz Inácio Lula da Silva. Ex-ministro da Educação no governo Fernando Henrique Cardoso, Paulo Renato é o mais novo nome da equipe do governador José Serra, possível candidato tucano à Presidência em 2010. Antes do ex-ministro, Serra levou o ex-governador Geraldo Alckmin para a Secretaria do Desenvolvimento, informou Agência Estado.

"Sou daqueles brasileiros que ardentemente clamam por uma mudança de rumos no nosso País", disse Paulo Renato em seu primeiro discurso à frente da Educação estadual. A cerimônia para transmissão do cargo de Maria Helena Guimarães para Paulo Renato foi realizada em um dos salões do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

William Bridges Jr.

Paulin, até parece que vc não sabe que um dos maiores dogmas d''A Igreja é o "Mito Fundador": antes d''O Messias só existia trevas e destruição...A ironia é que o atual governo é extremamente marcado pelo continuísmo. E isso é bom...

Raimundo Eleno dos Santos

Esse aí e mais um espoleta dos tucanodemos. Nesse ano pré-eleitoral vai aparecer muitos desse naipe. A propósito vai chover de processos contra as obras do PAC. Propostas dos Tucanodemos.

roberto lima

O irmaozinho dele é um dos donos da unip (universidade paulista) que aqui em recife tem cerca de 7$$$ filiais$$$!!! O "brother" ja esteve aqui dando "conselhos" , na epoca que o renato era ministro. Que conselhos!!!

Paulin de Caruaru.

O arquivo da internet de alguns só vai até janeiro de 2003, englobando apenas as coisas boas desse governo que não gosta de críticas.Logo eles que passaram 20 anos criticando.Até o plano real disseram que era eleitoreiro e só duraria 3 meses...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

O ex-ministro realmente deve ser daqueles brasileiros (que frequentam os recantos chiques da Avenida Paulista e adjacências) que clamam por mudanças (mais conservadoras e elitistas que as atuais) e onde o povo só apareça para votar, é claro!



13/04


2009

Governo vai recompor perda de R$ 3 bi aos municípios

O presidente da Amupe (Associação Municipalista de Pernambuco),  Anchieta Patriota (PSB), prefeito de Carnaíba, disse, há pouco, ao blog, ter sido informado pelo Palácio do Planalto de que o Governo vai recompor as perdas dos municípios com o FPM - Fundo de Participação dos Municípios. Segundo ele, ainda, hoje, o presidente anunciará que repassará aos prefeitos os mesmos valores do FPM do primeiro trimestre do ano passado. Isso equivale, segundo ele, a uma complementação em termos de perdas da ordem de R$ 3 bilhões.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores