Governo de PE

21/08


2019

Quem paga essa conta?

Por Nayara Sousa*
 
O Brasil é um dos países com uma das cargas tributárias mais elevadas do planeta. Equiparado a países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha, entre outros. O grande diferencial é que, no Brasil, não se consegue identificar a aplicabilidade real no dia a dia do contribuinte. Além do mais, existem inúmeros tributos que são cobrados por meio de impostos federais, estaduais e municipais.

Como um verdadeiro ciclo vicioso, os gastos públicos aumentam e, com isso, eleva-se os impostos a serem pagos pela população, a fim de aumentar a arrecadação para diminuir o déficit, o déficit não diminui e a conta não fecha.

Diante da realidade da recessão econômica brasileira vivenciada nos últimos anos, onde houve aumento do desemprego e queda dos níveis de investimentos, os estados e municípios tem o grande desafio de atrair investidores para retornar o crescimento local, gerar empregos e fomentar a renda.

Mas, nos parece que a cidade de Caruaru não caminha em direção para atrair novas grandes empresas. Boa parte da população caruaruense não tem o conhecimento de que, no final do ano de 2018, em meio às festividades, a Prefeitura Municipal encaminhou para a Câmara de Vereadores um Projeto de Lei, que se transformou na Lei Complementar nº63/2018, sobre o aumento de alguns tributos e a Contribuição de Iluminação Pública (CIP), que estabelece que o consumo acima de 20mil quilowatts/hora seja taxado em 390% para comércio e indústria. O projeto foi encaminhado em regime de urgência, sendo admitido pela manhã na câmara e votado no mesmo dia. Período este, em que as famílias estavam vivenciando um momento de distração e confraternização, na “calada da noite preta” a gestora nos deu esse presente natalino.

Quem sofre com isso não é apenas o povo, mas a indústria principalmente. As grandes empresas estão sendo oneradas cerca de quase 4 vezes pelo consumo de energia, isso com uma taxa de autoria do governo municipal e aprovada pela Câmara de Vereadores. Uma cidade que já caiu nos índices de geração de empregos, vem se revelando nada atrativa para se investir. Os únicos ganhadores com esse “desserviço” sãos os cofres da prefeitura, que por sinal estão bem robustos. E o trabalhador? Continua a pagar a conta...

*Enfermeira, pedagoga e professora universitária


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura do cabo

21/08


2019

Odacy confirma pagamento de pipeiros

Os pipeiros sertanejos que ainda têm saldo a receber do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) tiveram uma boa notícia, ontem. O governador Paulo Câmara liberou R$ 1 milhão, que será depositado, hoje, na conta do IPA, mais R$ 300 mil na quinta-feira (22).

A informação foi dada pelo presidente do IPA, Odacy Amorim, por meio de suas redes sociais. “Todos os pipeiros vão receber um bom percentual do que ainda falta receberem do IPA. Sei que quem trabalhou precisa receber logo”, declarou Odacy. Ele adiantou que, já a partir desta quarta, o IPA começará a efetuar o pagamento por meio de depósito na conta dos pipeiros.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Detran

21/08


2019

Coluna desta quarta na Folha

Tavares sai consagrado da Compesa

Ao abrir mão do doutor Roberto Tavares no comando da Compesa, o Governo perdeu um qualificado quadro técnico, político e profissional. Antes dele, a estatal era uma das mais criticadas pela população, verdadeiro tormento para os que moram na Região Metropolitana e no Interior.

Só para evitar o colapso de água no Grande Recife, em sua gestão foram investidos R$ 600 milhões no sistema Pirapama. Em 12 anos, Tavares rasgou o mapa do Estado com adutoras e barragens alavancando investimentos da ordem de R$ 8 bilhões. Só na Adutora do Agreste, maior projeto hídrico do País, estão sendo investidos R$ 1,4 bilhão, para levar água a três milhões de pernambucanos em 68 municípios.

Dinâmico, jovem e trabalhador, Roberto Tavares ganhou estatura nacional em reconhecimento ao seu trabalho sendo escolhido presidente da Assembleia Geral da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe).

Homenagem na Alepe – Da tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Lucas Ramos (PSB) prestou homenagem ao ex-presidente da Compesa, Roberto Tavares. “Ele trabalhou muito para que todas as regiões do Estado passassem a ter oferta regular de água. A longevidade no cargo revela a sua competência”, afirmou. O pronunciamento foi compartilhado por vários parlamentares.

Vergonha – A casa oficial do Senado virou agora salão de festas para comemoração de aniversários. Os bebes e comes do deputado Luiz Carlos (PSDB-AM), realizado ontem, com convite oficial em papel timbrado da Casa Alta já contava até o início da noite de ontem com a confirmação de mais de 40 parlamentares. O Senado virou verdadeiramente casa de Mãe Joana.

Na lista – Entre os empréstimos com jurinhos de coração de mãe na caixa preta do BNDES revelados pelo presidente Jair Bolsonaro aparecem o do bilionário pernambucano Janguiê Diniz, do grupo Ser Educacional, com dois super jatinhos, num total superior a R$ 25 milhões. Um dos jatinhos é utilizado pelo Bureau Jurídico e outro pelo Grupo Ser Educacional.

Prefeituras – Fiquei sabendo, ontem, que a competente advogada Diana Câmara, articulista do meu blog em matéria de direito eleitoral, aparece entre as mais solicitadas por prefeitos para resolver impasses jurídicos, ultrapassando as fronteiras do Estado. É por isso que vive na ponte aérea Recife-Brasília.

Adesão – O PSB continua à cata de prefeitos para reforçar seus quadros com vistas às eleições municipais. Líder do partido na Câmara, o deputado Tadeu Alencar confirmou, ontem, o ingresso na legenda do prefeito de Moreilândia, no Araripe, Eri Oliveira, de linhagem tucana.

PROFESSORES  – O governador enviou, ontem, finalmente, projeto à Assembleia Legislativa definindo o novo piso salarial dos professores da rede estadual. As novas remunerações variam de R$ 1.918,36 a R$ 6.396,13, de acordo com a carga horária e a titulação de cada profissional.

Perguntar não ofende: O filho do presidente passa no Senado para emplacar a Embaixada americana?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Datafolha mostra que população está constatando despreparo de Bolsonaro.

Fernandes

Pergunta muito difícil: Quem é mais Ladrão, Flaluxo, Queiroz, Meira ou bolsonaro?

Fernandes

Itaipu Gate: Extorsão De Benítez Por Bolsonaro Requer Impeachment, Diz Senadora Paraguaia.

Fernandes

Senado rejeita trabalho aos domingos! Viva a luta dos trabalhadores!

Fernandes

Frota critica Bolsonaro e questiona: \"aonde está enterrado o Queiroz?


Magno coloca pimenta folha

21/08


2019

Bolsonaro pede pareceres da lei de abuso de autoridade

Da Folha de S. Paulo - Painel 

Por Daniela Lima

 

Bolsonaro pediu pareceres sobre o projeto de lei de abuso de autoridade à AGU, à CGU e ao Ministério da Justiça. O da Controladoria só deve ser entregue semana que vem. O presidente quer esperar os documentos para decidir sobre vetos.

Parecer da Consultoria Legislativa que disse ser viável a supressão de trechos inteiros de uma PEC sem que isso interfira em sua promulgação animou o PT do Senado. A bancada quer usar esse instrumento para cortar dispositivos da reforma da Previdência.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/08


2019

A atuação discreta de Eduardo Bolsonaro

De O Estado de S. Paulo - Coluna do Estadão

 

Indicado informalmente para ocupar a Embaixada do Brasil em Washington (EUA), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) teve até agora atuação discreta como deputado federal. Dos 44 projetos de lei e PECs que o filho 03 do presidente Jair Bolsonaro apresentou desde 2015, quando assumiu seu primeiro mandato, nenhum chegou a virar lei. Quase metade (19) é relacionada à segurança pública, alguns com forte viés conservador. O último deles propõe aumentar para 50 anos de prisão a pena para quem cometer homicídio por “imposição de ideologia de gênero”.

Assinado também por Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF), o texto ganhou de cara o codinome “Lei Rhuan Maycon”, em referência ao menino de 9 anos morto pela mãe e pela namorada. Segundo elas afirmaram, desejavam que o garoto fosse uma menina.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

21/08


2019

Embaixada: cresce preocupação com veto a Eduardo

Foto: wikipedia

Da Folha de S. Paulo - Painel

Por Daniela Lima


A preocupação com a eventual reprovação da indicação de Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) à embaixada nos EUA cresceu depois que aliados de Jair Bolsonaro apontaram risco de traição entre senadores que, neste momento, sinalizam apoiar a escolha do presidente. O voto é secreto.

Questionado sobre o receio de ter a indicação negada, Eduardo disse que tem conversado com senadores e brincou: “Estou estudando para tirar nota 10”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

21/08


2019

Instituto Federal Ceará cancela palestra de Boulos

Foto: EducamaisBrasil                                                            Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

Da Folha de S. Paulo  - Painel
Daniela Lima

 

O candidato a presidente pelo PSOL em 2018, Guilherme Boulos, soube que palestras suas nos campi do Instituto Federal de Ensino do Ceará, quinta (22) e sexta (23), foram canceladas.

Em comunicado, a direção da entidade disse que estava suspendendo todas as atividades relativas à Semana de Direitos Humanos para “evitar que o evento fosse compreendido como possuidor de um viés político-partidário”.

A direção rechaça em comunicado a acusação de censura e diz que, na verdade, faltou um debate prévio sobre a programação. Boulos decidiu manter suas falas. Vai fazê-las do lado de fora das unidades de ensino.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/08


2019

Aécio: 23 deputados tucanos condenam rito sumário

Às vésperas do caso Aécio, 23 dos 29 deputados do PSDB condenam "rito sumário" na sigla.

(Foto: Wilson Dias)

Da Folha de S. Paulo - Panel
Por Daniela LIma

 

Na tentativa de frear a ofensiva da cúpula do PSDB paulista sobre Aécio Neves (PSDB-MG), aliados do mineiro prepararam um documento, assinado por 23 dos 29 integrantes da legenda na Câmara, contra ritos sumários ou sem lastro no estatuto. A peça não cita nomes, mas será entregue ao prefeito de SP, Bruno Covas, principal patrocinador público do pedido de afastamento do deputado. O próprio Aécio assina o texto. Representação contra ele será analisada pelo PSDB nesta quarta (21).

 Segundo pessoas próximas, Aécio espera que a representação contra ele, patrocinada pelo PSDB paulistano, seja apreciada com celeridade para, em seguida, decidir que rumo vai seguir.

Há uma cobrança pública de Covas e do governador de São Paulo, João Doria, para que Aécio se afaste do tucanato. O mineiro tem dito a aliados que, na marra, não sai.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha