Faculdade de Medicina de Olinda

14/09


2019

Governo atrela fracasso da CPMF ao sistema S

Equipe econômica do governo atrela desmoralização da CPMF a entidades do Sistema S.

O agora ex-secretário especial da Receita, Marcos Cintra. (Wilson Dias/Agência Brasil)

Folha de S. Paulo - Painel 

Por Daniela Lima

 

A seleção de um nome para suceder Marcos Cintra na Receita não é trivial, afirmam pessoas próximas ao ministro Paulo Guedes (Economia). As rusgas de servidores do fisco com o TCU e com o STF criaram uma “cumulatividade de irritações”, passivo que um outsider não resolveria facilmente.

 O governo identificou que parte do trabalho de desmoralização da recriação de um imposto nos moldes da CPMF foi feito pelo Sistema S –que perderia uma fatia dos tributos que incidem hoje sobre os salários. Representantes do setor produtivo estão sendo instados a fazer uma defesa da nova taxa.

A oposição quer explorar o desgaste que a discussão da nova CPMF causou. Os deputados Ivan Valente (PSOL-SP) e Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) protocolaram requerimento de convocação de Marcos Cintra e um pedido de informações a Guedes.

Parte da equipe econômica não vê uma alternativa ao novo imposto que consiga compensar a perda de arrecadação que viria com a desoneração da folha de salários pretendida pelo governo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

14/09


2019

Eduardo Bolsonaro discutirá investimento com alemães

Após queimadas, Eduardo Bolsonaro vai tratar de investimento com alemães. Evento com empresários da indústria também terá presença de Hamilton Mourão.

(Foto: Alan Santos/PR) Fonte: Brasil247

Folha de S. Paulo - Painel S.A
Por Joana Cunha

 

Um evento com empresários e líderes de governo alemães que vai acontecer em Natal (RN), na segunda (16), é visto por industriais como a chance de o Brasil se reaproximar, depois da atrapalhada condução de Jair Bolsonaro na questão ambiental, que deu instrumentos de pressão para os europeus no acordo comercial com o Mercosul. Na agenda do evento, o deputado Eduardo Bolsonaro aparece como apresentador de uma palestra sobre oportunidades de investimento.

O governo vai enviar o presidente interino, Hamilton Mourão, e outras autoridades ao encontro, realizado pela CNI e pela BDI (federação de indústrias alemãs).

 Em enquete feita pela Folha neste mês com chancelarias da União Europeia, a Alemanha disse que as políticas ambiental e climática são centrais para a avaliação do acordo com o Mercosul.

 Paralelamente ao evento em Natal, estão previstas 50 rodadas de negócios. Segundo participantes, os alemães têm interesse em energia, fármacos e infraestrutura.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

14/09


2019

Começa a "temporada de caravana no PT"

PT on the road

(Foto: Ricardo Stuckert) Fonte: Brasil247

De O Estado de S. Paulo - Direto da Fonte
Por Sonia Racy

 

Vem aí "temporada de caravana" no PT. Após percorrer o Nordeste, Fernando Haddad vai retomar as viagens pelo Brasil. Começando por Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste.

E Dilma Rousseff parte semana que vem para a Europa, pela fundação Perceu Abramo. No seu discurso, a defesa da Amazônia e a reafirmação do legado Lula.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Futuro presidente, marluxo mamadeira de piroca de camaragibe.

marcos

Será que nesta caravana Fernando Haddad ( o nosso kit gay) vai falar sobre o desvio de Meio Bilhão do FIES nos governos Lula e Dilma?


Prefeitura do cabo

14/09


2019

Odebrecht: Marcelo ficou decepcionado com o cunhado

Marcelo Odebrecht diz ter ficado "decepcionado" com o cunhado que foi preso. Empreiteiro falou sobre o assunto durante a visita que fez à sede da empresa.

(Foto: Valter Lima) - Fonte: Brasil247

Folha de S. Paulo - Por Mônica Bergamo

 

O empresário Marcelo Odebrecht, herdeiro do grupo que leva seu sobrenome, disse ter ficado "profundamente decepcionado” com os fatos que levaram seu cunhado e ex-diretor jurídico da empreiteira, Maurício Ferro, à prisão.


Ferro foi acusado pela Polícia Federal de negociar diretamente com ministros a aprovação de medidas que interessavam à Odebrecht. 

As investigações também apontaram que o executivo desviou recursos do grupo para benefício próprio. 

Marcelo falou sobre o assunto durante a visita que fez à sede da empresa, na quinta (12). Alguns funcionários perguntaram a ele sobre a prisão do cunhado. 

Marcelo disse que ficou decepcionado ao tomar conhecimento de que Ferro havia roubado dezenas de milhões de dólares da empresa e praticado sucessivos atos de lavagem de dinheiro e obstrução à Justiça.

Via seu advogado, Gustavo Badaró, Maurício Ferro nega as acusações.