Congresso Nordestino de Educação Médica

14/06


2019

Carteira de identidade deve ficar mais barata

As dificuldades que muitos pernambucanos enfrentam na hora de tirar a carteira de identidade – como problemas de agendamentos, tempo gasto e o alto custo – estão perto de terminar. O presidente da Assembleia Legislativa de PE, deputado Eriberto Medeiros (PP), propôs ao governo do estado mudanças nos critérios para a reemissão do documento e redução do valor. 

A proposta é criar um taxa única para as demais vias do documento, uma vez que a primeira é gratuita, além de mudar o formato atual de confecção das carteiras do manual para o digital. As conversas nesse sentido entre o presidente da Assembleia Legislativa e o governo do estado estão avançadas. 

A previsão é que até setembro o novo sistema para retirada da carteira de identidade seja implantado graças a um ofício emitido no ano passado pelo presidente da Alepe à Casa Civil, relatando o problema.

“Quando assumi o governo de Pernambuco, determinei à procuradoria que fizesse um estudo para a redução e unificação do valor do documento. Depois tive uma conversa com o governador Paulo Câmara que se sensibilizou e tomou providências. Há poucos dias tive informações que a modernização do sistema está muito avançada. As pessoas terão acesso fácil e imediato para ter sua identidade”, adiantou Eriberto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

14/06


2019

Albérisson Carlos assumirá presidência da UDN-PE

O presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Albérisson Carlos, foi convidado pelo dirigente nacional da UDN, Marcus Alves de Souza, para assumir a presidência da sigla em Pernambuco. A nova União Democrática Nacional (UDN), é um partido em fase final de criação e já conta com CNPJ e diretórios em onze estados, uma quantidade superior à exigida por lei.  

Em entrevista ao Portal de Prefeitura, Marcus Alves justificou que a escolha de Albérisson Carlos se deu por sua expressiva votação nas eleições gerais do ano passado como candidato à deputado federal, somando mais de 48 mil votos, além de ser o maior representante dos militares e com grande atuação na pauta conservadora em Pernambuco. Para Marcus Alves, Albérisson atende o perfil que a nova legenda procura por ter uma reputação ilibada. 

Albérisson confirmou que de fato foi convidado e aceitou comandar a sigla em Pernambuco. O presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco, participará de reuniões em Brasília para resolver os trâmites e ingressar no partido. Ainda segundo Albérisson, algumas articulações estão sendo realizadas para viabilizar a criação dos diretórios municipais e a primeira convenção estadual. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Caruaru

14/06


2019

O poder da reinvenção

Por Dany Amorim*

Reinventar é poder criar algo a partir do que já existe, transformar a si, a algo ou outrem, transformar o cotidiano. Hoje o número de brasileiros sem emprego no Brasil é enorme, ultrapassando os milhões de pessoas. Mas que tal interpretar esses dados de uma outra forma? Entender a diferença?

O “Emprego” é a uma relação que prevê um acordo formal entre 2 partes: contratante (empregador) e contratado (funcionário). Já o “Trabalho” é qualquer atividade produtiva, inclusive as não remuneradas. Aqui vale até mesmo aquelas atividades tida como hobbys como: cozinhar, costurar, etc. O fato é que o Brasil está passando por uma crise sem precedentes, com índices desanimadores de desemprego, mas ainda com perspectivas para quem busca trabalho.

Para muitas dessas pessoas, a busca por uma recolocação em empregos (diga se: cada vez mais difícil) está sendo substituída pela oportunidade de trilhar um novo caminho, onde o autoconhecimento é a palavra-chave quando se trata de se reinventar na vida e na carreira. Já dizia Willian Shakespeare “De todos os conhecimentos possíveis, o mais sábio e útil é o conhecer a si mesmo”.

E, nada mais importante no caminho do autoconhecimento do que fortalecer a comunicação, consigo mesmo e com o mundo, pois ela é a base das relações humanas e contribui significativamente para a nossa evolução. Atualmente é exigido no profissional a expertise de ser um comunicador, e grande comunicador é aquele que consegue se auto avaliar constantemente e se adaptar rapidamente a qualquer ambiente, identificando qual é o melhor estilo para passar a mensagem ao seu receptor e, desta forma, obter resultados superiores pela sua comunicação.

O mercado de trabalho mudou e ele se impõe ao exigir um novo perfil de profissional: aquele que está em constante mutação. Devido a crise, a recessão, o fechamento de postos de trabalho, a queda de contratações via CLT, a globalização, o aumento do empreendedorismo (muitos por necessidade), tudo isso se apresenta em um momento de transição em que é fundamental para o trabalhador buscar um novo modelo de carreira que o prepare para o futuro, que já bate à porta. Exceto áreas específicas, esqueça o tempo de ser especialista em uma única área da sua formação. Esse tempo acabou. Hoje, o profissional disputado pelas organizações é o que consegue ser multitarefa num mercado em frequente mudança e com uma comunicação clara e objetiva com tudo o que está ao seu redor.

O mais importante de tudo falado acima é que sempre há tempo de se reinventar, recomeçar e experimentar. Os dias são as provas de novas oportunidades. Reinvente-se sempre. É isso!

*Jornalista


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Blog 247: GLENN: QUERO VER MORO SE SEGURAR NA CADEIRA DEPOIS DAS PRÓXIMAS REVELAÇÕES. O jornalista Glenn Greenwald fez uma afirmação bombástica na manhã desta sexta-feira: “quero ver Moro se segurar na cadeira depois das próximas revelações”; ele não antecipou quais serão as próxima revelações da Vaza Jato do site Intercept; a frase é uma resposta à afirmação de Moro de que não renunciará e ao desafio do ministro.


Prefeitura de Gravatá

14/06


2019

Ajude atleta sertaneja a ir à Copa da Itália

Minha conterrânea de Afogados da Ingazeira, a jogadora profissional do Sport Thayslane Ferreira, 21 anos, foi convocada para participar do Mundial de Futebol Universitário Feminino, marcado entre 3 a 11 de julho, em Nápoles, na Itália. Ela foi a única nordestina convocada, mas o Comitê organizador da competição não cobre as despesas do Recife até Porto Alegre, ponto de partida para a Itália.

Para arrecadar em torno de R$ 3 mil, valor estimado para as despesas, Thayslane lançou uma campanha pela internet, através do Instagram – Thayslane_gomes – e o Facebook – Thayslane Gomes.

Para quem quiser colaborar através de depósito em conta, segue a conta: banco CEF – agência 1433, operação 013, conta 23569-4. O blog está à frente desta campanha para ajudar a atleta e vê-la brilhar na Itália. Ajude! Ela só arrecadou até agora R$ 530. Thayslane estará hoje no Frente a Frente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/06


2019

Procuradores da Lava Jato não entregam celulares à PF

Os procuradores do Ministério Público Federal (MPF), que atuam na Operação Lava Jato, não entregaram os celulares para a perícia na investigação sobre a invasão dos aparelhos dos integrantes da força-tarefa. Eles não são obrigados a fazê-lo.

A investigação da Polícia Federal (PF) aponta que a possível origem dos ataques de hackers a celulares de autoridades ligadas à Lava Jato foi o celular do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, em abril deste ano.

Por meio do celular dele, o invasor conseguiu o número dos celulares dos procuradores da Lava Jato. A polícia também acredita que a invasão ocorreu porque possivelmente os integrantes do grupo de mensagens não usava a dupla verificação de senha do aplicativo.

Mais de dez autoridades tiveram os celulares violados, segundo as investigações.

A PF no Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília está trabalhando com trocas de informações para chegar até o hacker.

Uma das linhas de investigação é a de que esse invasor é brasileiro ou um brasileiro auxiliando um estrangeiro. E que esse invasor conhece todos os nomes da Operação Lava Jato.

Ontem, em Belém do Pará, o presidente Jair Bolsonaro fez nova defesa enfática do ministro Sérgio Moro, que nas conversas divulgadas aparece em trocas de mensagens com o procurador Deltan Dallagnol, quando ainda era juiz, em Curitiba.

Os dois, segundo o site The Intercept, discutiam procedimentos da Operação Lava Jato. "Acusações pairaram sobre ele, por invasão criminosa no celular de um de seus companheiros. A imprensa queria uma palavra minha e acredito que gestos valem muito mais do que palavras. Fui ao lado dele à cerimônia da Batalha do Riachuelo, no Distrito Naval lá de Brasília. E no dia seguinte fui com ele ao estádio Mané Garrincha assistir ao jogo do Flamengo. São gestos que dizem mais que palavras. Você olha nos olhos de outra pessoa e sente que aquela pessoa quer o bem e acredita em você, isso não tem preço", disse o presidente.

Ainda nesta quinta, os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anexaram ao recurso, as mensagens entre o então juiz Sérgio Moro e o procurador Dallagnol.

Os advogados de Lula afirmaram ainda que as conversas demonstram "situações incompatíveis com a exigência de exercício isento da função jurisdicional e que denotam o completo rompimento da imparcialidade objetiva e subjetiva" de Sérgio Moro quando era juiz.

O pedido de habeas corpus foi feito logo depois que Moro deixou o cargo de juiz, para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Os advogados de Lula já tinham usado o argumento de que o fato de Moro ter aceitado o convite do presidente Jair Bolsonaro para ser ministro, demonstrava a imparcialidade dele em relação ao ex-presidente, revelando assim, segundo os advogados de Lula, que Moro teria agido durante o processo com motivação política.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Rafael C.Soares Quintas

Estão querendo desmoralizar a lava-jato, que conseguiu prender os grandes corruptos da nação, inclusive um ex-presidente da República que era pra dá exemplo de moralidade e não deu. Vamos apoiar Moro e o Presidente Bolsonaro, o Brasil jamais será VERMELHO.

Fernandes

Blog 247: GLENN: QUERO VER MORO SE SEGURAR NA CADEIRA DEPOIS DAS PRÓXIMAS REVELAÇÕES. O jornalista Glenn Greenwald fez uma afirmação bombástica na manhã desta sexta-feira: “quero ver Moro se segurar na cadeira depois das próximas revelações”; ele não antecipou quais serão as próxima revelações da Vaza Jato do site Intercept; a frase é uma resposta à afirmação de Moro de que não renunciará e ao desafio do ministro.


ArcoVerde

14/06


2019

Manifestantes realizam ato no centro do Recife

Do G1/PE

Integrantes de centrais sindicais realizam, neste momento, uma manifestação no Centro do Recife contra a reforma da Previdência e os cortes de verbas para a Educação. A ação faz parte de um movimento nacional de protestos, que provoca bloqueios de estradas e suspensão parcial de aulas e de serviços de ônibus e metrô na Região Metropolitana.

Os manifestantes se reuniram no cruzamento entre a Rua do Sol e Guararapes, no bairro da Boa Vista. Carregando cartazes contrários ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), eles gritaram palavras de ordem e bloquearam o trânsito por volta das 14h40. Por volta das 16h, os manifestantes também fecharam a Rua da Aurora.

Segundo o presidente da Central Única de Trabalhadores, Chico Carlos, a pauta principal da mobilização é a reforma da Previdência. “A reforma é norteadora do ato, porque é nefasta. As outras pautas vêm como complemento", declara.

De acordo com o sindicalista, existem pesquisas que mostram que os trabalhadores atuam, anualmente, por cerca de seis meses com carteira assinada. "Se ele começa a contribuir aos 20 anos, aos 60, mesmo tendo trabalhado 40 anos, deve trabalhar mais 20. Por isso, dizemos que é para morrer trabalhando”, afirma.

Segundo o dirigente da central de trabalhadores Intersindical, Leandro Recife, mesmo com as mudanças propostas pelo relator da reforma na Câmara dos Deputados, a proposta ainda é rejeitada.

As mudanças apresentadas ontem preveem economia menor do que a prevista pelo governo, retirando alguns dos principais pontos do texto entregue pelo Executivo. Entre elas, estão alterações na aposentadoria rural e no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Também ficaram de fora do relatório o regime de capitalização proposto pelo governo, além dos estados e os municípios. “Temos aqui reunidas todas as centrais sindicais e entidades estudantis. Os próprios deputados de Bolsonaro fazem oposição a ele. Mesmo o que restou da nova proposta é muito maléfico à classe trabalhadora”, declara Leandro.

A estudante de design de moda Maria Gabrielly Dantas afirma que o bloqueio de valores das instituições de ensino federais afeta a entrada de pessoas pobres e negras na universidade. “Eu entrei na universidade pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) e, como mulher e negra, vim aqui reivindicar direitos que já conquistamos. Tanto a reforma da Previdência quanto o sucateamento da educação significam o empobrecimento da população", declara.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

14/06


2019

A fixação de Ciro Nogueira pela jogatina

O Antagonista

O presidente do PP, Ciro Nogueira, se reuniu nesta semana com Paulo Guedes para defender sua proposta de legalizar jogos de azar no Brasil – projeto dele nesse sentido foi enterrado no Senado no ano passado.

O senador piauiense disse ao ministro da Economia que poderiam ser gerados mais de R$ 20 bilhões anuais em recursos de tributos, além de mais de 600 mil empregos diretos.

Nogueira postou uma foto nas redes sociais e escreveu: “Não ter jogo não é uma opção, então precisamos garantir que a população tenha um retorno dessa atividade, com recursos que poderiam fazer grande diferença na área da segurança pública, por exemplo”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/06


2019

Saída de Santos Cruz aumenta cerco de militares

O general Santos Cruz perdeu o comando da Secretaria de Governo da Presidência por um simples motivo: o presidente Jair Bolsonaro considerou insustentável o relacionamento com o auxiliar direto.

Além de não se dar mais com os filhos do presidente, Santos Cruz passou a bater de frente com o novo secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten. O clima entre os dois ficou, de fato, insuportável.

Santos Cruz era, de fato, um amigo antigo de Bolsonaro. Mas o relacionamento trincou desde que o general começou a não se entender com o filho pitbull do presidente, Carlos Bolsonaro, e trocou desaforos com o guru do Bolsonarismo, Olavo de Carvalho. Clique aqui e confira a matéria do jornalista Tales Faria na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

BM4 Marketing
Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores