Faculdade de Medicina de Olinda

18/09


2019

Coluna desta quarta na Folha

Pré-sal ainda é incerteza

Prefeitos nordestinos reunidos, ontem, em Brasília, na discussão da chamada pauta municipalista com gestores das diversas regiões do País, ficaram cabisbaixos quando informados de um movimento conspiratório na Câmara para mexer no projeto da cessão onerosa do pré-sal.

Pela proposta aprovada no Senado, os 30% da arrecadação do leilão das camadas do pré-sal em leilão a serem distribuídos para Estados e Municípios se daria pelo critério do FPE e FPM, contemplando todos Estados e Municípios. Com a chegada do projeto à Câmara, os deputados querem que o critério da distribuição seja pela Lei Kandir, o que atenderia apenas oito Estados produtores, deixando de fora os demais.

“Trata-se de um auxílio financeiro, a União está transferindo recursos. O que entrar é ganho para todos”, diz o presidente da CNM, Glademir Aroldi, saindo em defesa pelo critério do FPM e FPE e não pela Lei Kandir.

Aliado de todos – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), eleito por um Estado produtor de petróleo, o Rio, teve que se curvar as pressões dos prefeitos de Estados não produtores para que os 30% previstos no leilão do pré-sal sejam divididos tendo como critério o FPE e o FPM. Não tivesse se comprometido em manter o texto do Senado teria sido hostilizado no auditório Nereu Ramos.

Desanimada – O presidente do PSB, Sileno Guedes, já teve uma conversa com a deputada Gleide Ângelo para sondar se tem de fato interesse em disputar a Prefeitura de Jaboatão, mas ela não se manifestou animada. Dizem que pelo fato de aparecer em primeiro lugar nas pesquisas no Recife. Mas como está no PSB, suas chances de entrar na capital são próximas a zero.

Ferrado – Por falar em Jaboatão, o prefeito Anderson Ferreira (PL) sofreu um grande revés, ontem, na justiça. Contra a vontade dos vereadores da sua base terá que enfrentar uma CPI de um contrato superfaturado, gerando danos ao erário municipal, na visão da juíza Adriana Karla Oliveira, da 2ª Vara Pública do Município. Surge, assim, uma pedra no caminho da sua reeleição.

Sem acordo – Presente, ontem, no debate municipalista, em Brasília, o prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da Amupe, José Patriota, se negou a procurar o ex-prefeito Totonho Valadares, rumo ao MDB, para mantê-lo na Frente Popular. Já sentiu que a candidatura do ex-aliado a prefeito é para valer.

Sabido – Mais uma vez, Renan Filho (MDB), de Alagoas, faltou ao encontro dos governadores do Nordeste pela quarta vez, desta feita em Natal, na última segunda-feira. O que rola nos bastidores é que o alagoano não comunga com a ideia dos demais colegas de trombar com Bolsonaro.

IMPOSTO – O ministro da Fazenda, Paulo Guedes, abriu mais uma frente que está tirando o sono dos que vivem da saúde no País: quer que os hospitais filantrópicos, hoje isentos de taxação na fonte, passem a recolher impostos à União. Em Pernambuco, o modelo de filantropia é o IMIP, referência nacional.

Perguntar não ofende: O prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro (PSB), exagerou na dosagem ao festejar seu niver sem camisa pelas ruas da cidade?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Bom dia mortadela, já estava sentindo falta das tuas Fake. Seja bem vinda!

Fernandes

Datafolha mostra que população está constatando despreparo de Bolsonaro.

Fernandes

Justiça rejeita denúncia contra Lula e seu irmão.

Fernandes

Bolsonaro vai autorizar congelamento do salário mínimo.

Fernandes

Novas imagens reacendem duvidas sobre facada.Vídeo aponta mais inconsistências na história da facada de Bolsonaro, Vídeo aponta mais inconsistências na história da facada de Bolsonaro, https://blogdacidadania.com.br/2019/09/novas-imagens-reacendem-duvidas-sobre-facada/?fbclid=IwAR0igBJp88wTDglam8BMg-kwU2bQO-cCe0tGokmuf_0f0Zsp8VF9YabZfxE


Governo de PE

18/09


2019

Direita pró-Bolsonaro racha no empresariado

Direita pró-Bolsonaro racha no empresarial. Presidente do Instituto Brasil 200 diz que slogan foi "Brasil acima de tudo. Não Bolsonaro acima de tudo".

Foto/fonte: site muquiranas

Folha de S. Paulo - Por Mônica Bergamo

 

A direita pró-Bolsonaro rachou também no meio empresarial. Gabriel Kanner, presidente do Instituto Brasil 200, que reúne alguns dos mais entusiasmados apoiadores do governo, diz que o slogan da campanha presidencial foi “Brasil acima de tudo. Não Bolsonaro acima de tudo”. 

Segundo ele, parte da direita está “fazendo malabarismos intelectuais para defender posturas que não são corretas”. O bloqueio à CPI da Lava Toga, que investigaria ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), seria uma delas. 

“São grupos que vão defender [pautas] independentemente de qualquer coisa”, diz Kanner. De acordo com ele, a criação da CPI foi tema fundamental defendido na manifestação a favor do governo, em maio.

Ele critica inclusive o filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que atuou contra a CPI. O parlamentar é próximo do Instituto Brasil 200, tendo abraçado a proposta de reforma tributária da entidade.

Kanner, que é sobrinho do empresário Flavio Rocha, da Riachuelo, afirma que suas manifestações são pessoais e que o instituto segue apoiando o governo. “Parte disso é apontar erros para que se corrijam caminhos”, diz. “Vamos cobrar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

18/09


2019

Aras: dar mais poder às câmaras temáticas do MPF

Augusto Aras sinaliza que quer dar mais poder às câmaras temáticas do MPF.

Augusto Aras - Foto/fonte: Congresso em Foco

Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

Indicado à Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras tem sinalizado a parlamentares a intenção de dar mais poder às câmaras temáticas do Ministério Público, que elaboram pareceres técnicos. Há 7, incluindo as que tratam de meio ambiente, índios e corrupção. A ideia é ampliar as diretrizes desses órgãos para uniformizar a ação do MPF. O discurso gerou temor de que a autonomia de procuradores ficará em xeque. Pessoas próximas a Aras negam e dizem que ele tem apenas pregado consciência de unidade.

Em reuniões com senadores, Aras mencionou conflitos em torno de obras como a usina de Belo Monte (PA), afetada por questões judiciais. Ele tem dito que, antes de um procurador abrir uma ação para barrar uma construção, deve ir ao local e atuar junto aos órgãos envolvidos para tentar chegar a um acordo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura do cabo

18/09


2019

Pesquisa: gestores recusam pessoas com deficiência

Gestores recusam contratar pessoas com deficiência, diz pesquisa. Acessibilidade inadequada é outra dificuldade no trabalho para os profissionais.

Foto/fonte: http://www.camarasjc.sp.gov.br

Folha de S. Paulo - Painel S. A.
Por Mariana Grazini

 

A dificuldade de inclusão de pessoas com deficiência pode estar ligada à resistência de gestores. Segundo pesquisa da consultoria Santo Caos com a Catho, 40% dos profissionais de RH dizem ouvir com frequência de chefes de outras áreas que não estão abertos às contratações. 

Outro entrave é a acessibilidade inadequada no trabalho, comum para 50% das pessoas com deficiência abordadas. O levantamento também fez perguntas a gestores para cruzar respostas dos diferentes públicos. Cerca de 250 empresas foram ouvidas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/09


2019

Oposição quer destravar CPI das Fake News

Oposição tenta destravar CPI das Fake News abordando assuntos além da política.

Carlos Zarattini  (Foto: Leonardo Attuch)/Fonte: Brasil247

Da Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

A oposição vai tentar destravar a CPI das Fake News oferecendo ao governo um cardápio além da política. Um exemplo é o jogo da Baleia Azul, que incentivaria suicídio de adolescentes. “A ministra Damares [Alves] é uma das que vêm combatendo a Baleia Azul. Poderia ser um bom ponto de consenso”, diz Carlos Zarattini (PT-SP)

O PT também quer levar vítimas de bullying virtual à CPI. Um dos primeiros seria o youtuber Felipe Neto, que vem sendo perseguido por conservadores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Abreu e Lima

18/09


2019

Leo Pinheiro quer trabalha como home office

Empreiteiro quer fazer home office após deixar a prisãom. Ex-presidente da OAS Léo Pinheiro deixou a prisão nesta terça.

Leo Pinheiro durante depoimento - Reprodução

Da Folha de S. Paulo - Painel
Por Mônica Bergamo

 

O ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, que deixou a prisão nesta terça (17), pretende trabalhar no esquema home office, em sua casa em São Paulo. Ele ainda não tem um projeto formulado —vai se dedicar a isso nos próximos dias. 

O ex-executivo vai cumprir pena em regime de prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Leo Pinheiro quer trabalhaR. Magno!


Magno coloca pimenta folha

18/09


2019

Acordo: petroleiros descrentes com mediação no TST

Petroleiros veem pouca chance de acordo no TST e ameaçam greve. Petrobras diz estar aberta ao diálogo com a categoria.

(Foto: Leonardo Lucena)

Folha de S. Pasulo - Por Painel S.A.
Por Filipe Oliveira

 

Petroleiros se dizem pessimistas com a mediação no TST para renovar o acordo coletivo da categoria com a Petrobras.

Para José Maria Rangel, da federação dos petroleiros, a empresa resistirá a manter as cláusulas firmadas no passado. Uma greve não está descartada.

A Petrobras diz que está aberta ao diálogo e que participou de cerca de 20 reuniões com petroleiros. Afirma buscar sustentabilidade financeira e reduzir dívidas O TST deve apresentar uma proposta de acordo no dia 19.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

18/09


2019

Podemos mira parlamentares defensores da Lava Jato

Além da Juíza Selma, Podemos mira outros parlamentares defensores da Lava Jato.

(Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

Com o PSL em conflito, o Podemos vê a chance de reforçar sua marca lavajatista. Além da filiação da senadora Juíza Selma (MT), está na mira Major Olímpio (SP), também defensor da CPI da Lava Toga. “Queremos parlamentares que tenham atuação independente e de combate à corrupção”, diz a presidente do partido, deputada Renata Abreu (SP).

O Podemos sonha ainda em filiar o ex-juiz Sergio Moro caso ele saia do Ministério da Justiça, oferecendo legenda para que ele concorra à Presidência em 2022. “Moro representa muito para o Brasil. Se ele viesse para o Podemos, seria uma honra”, afirma Abreu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha



Warning: PHP Startup: Unable to load dynamic library '/opt/cpanel/ea-php56/root/usr/lib64/php/modules/mcrypt.so' - /opt/cpanel/ea-php56/root/usr/lib64/php/modules/mcrypt.so: cannot open shared object file: No such file or directory in Unknown on line 0