FMO janeiro 2020

03/08


2020

Efeito Orloff: hoje é o dia seguinte

Hoje é amanhã. Hoje é o dia seguinte, revela o bicho-grilo Adalbertovsky em sua cantoria nas montanhas da Jaqueira. “Eis o efeito Orloff da pandemia. Haverá o legado da ditadura AI-Covid19.  A pandemia nacional de corrupção é um dado de realidade. Os cofres públicos foram e continuam sendo torturados em progressão ampla, geral e irrestrita, disfarçadamente.

“Se Deus não existe, tudo é permitido. Se o vírus existe, tudo é permitido. O vírus é herege. A corrupção é uma heresia. O efeito Covid-19 é o amanhã das falências, fechamento de empresas e desemprego. O efeito Orloff, o efeito Pitu, o efeito carraspana, o efeito ressaca moral está na terra e está na atmosfera. A culpa é do vírus, dirão. O micróbio é pretexto”.

“O bicho deu uma mãozinha e a pandemia de corrupção dobrou a meta da bagaceira. Uma mão lava a outra. Uma mão suja a outra, do jeito que o diabo gosta e Zeus consente. O diabo também usa máscaras para disfarçar. O coração do Brazil está divido entre a cloroquina e a OMS, e não haverá trégua. Os radicais vermelhos impõem seus sofismas e os conservadores baixam a crista”.

“Liberem-se as drogas, as marijuanas, os alcaloides, as cocaínas, anfetaminas, estricninas, heroínas, as propinas. Somente não pode ser liberada, segundo os vermelhos, a cloroquina, por ser uma droga conservadora, tem efeito colateral, bilateral, multilateral, pode até curar. Os curativos da direita, politicamente incorretos, são proibidos, causam efeitos colaterais conservadores. Os devotos da seita vermelha vivem sob efeitos delirantes, acreditam nas próprias mentiras”.

“Ó complacente democracia, quantas patifarias são cometidas em teu nome! Os energúmenos e corruptos de todos os naipes hoje adoram a nova versão da democracia, qual seja a ditadura do AI-Covid19. Dá para desconfiar. Eu não beijo as flores desses falsos democratas”. A cantoria à moda Orloff do bicho-grilo Adalbertovsky está postada no Menu Opinião.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo de Santo Agostinho

03/08


2020

Coluna da segunda-feira

Reale chegou a fugir do impeachment

Na live deste blog, sexta-feira passada, a deputada Janaína Paschoal (PSL), a mais votada na eleição passada para a Assembleia Legislativa de São Paulo, revelou bastidores inéditos do processo de impeachment da ex-presidente Dilma, em 2016, no qual teve importante contribuição como advogada de acusação ao lado de Miguel Reale Júnior e Hélio Bicudo. Abrindo o coração, disse que Reale Júnior, bem mais famoso do que ela, ainda bastante desconhecida no início, não aceitou de largada a tocar o processo junto com ela.

“Reale foi o primeiro a ser chamado, mas não aceitou participar. Ouvi muitos nãos de Reale até encontrar Hélio Bicudo. Com Bicudo houve uma identidade de pensamentos que considero encontro de almas”, afirmou. “As pessoas acham que pensei em algo que já estava delineado, mas eu é que pensei a ideia por mim”, afirmou. Conforme narrou, resolveu fazer o processo e depois que Reale não quis participar saiu em busca de vários juristas.

“Na época, como o doutor Miguel Reale tinha ligação com o PSDB, o partido condicionou o apoio ao processo à entrada do jurista. Foi então que ele aceitou”, revelou, adiantando ter dito para ele, na hora, que não precisava dessa imposição porque sempre foi bem-vindo ao processo e por isso mesmo foi lembrado no primeiro instante.  Janaína também revelou outro incômodo. O fato de, no começo, a imprensa se referir aos autores do pedido de impeachment citando Reale e Bicudo como “os juristas” e a ela, simplesmente como “a advogada Janaína”.

Hoje, por causa disso, afirmou que coloca nos comunicados que redige o nome de todos os que fazem parte de uma ação em qualquer referência. E não sabe se teria essa preocupação, se não tivesse passado por isso. A parlamentar relatou, também, que em vários momentos durante o impeachment sofreu humilhações públicas e que passou muitas noites sem dormir, ao longo da discussão do impeachment no Congresso, para ler e reler documentos.

Sobre os motivos que a levaram ao afastamento de Dilma, disse que a iniciativa começou a tomar corpo a partir da sua vida acadêmica. “Achava os petistas muito totalitários dentro da universidade. Sentia um ambiente de autoritarismo, perseguições e destruição constante. Isso me incomodava. Comecei a colecionar fatos, dados e fui juntando tudo. Era muito incômodo ver como eles defendiam o governo da Venezuela, por exemplo. Quando tive acesso ao procedimento conduzido pelo procurador de contas, Júlio Marcelo, - com o parecer citando manobras fiscais do governo definidas por ele como ‘pedaladas’ - fiquei convicta que tinha de haver o impeachment”, afirmou. (Colaborou Hylda Cavalcanti, de Brasília).

Ninguém teria feito – A deputada Janaína Paschoal contou, ainda, que não achava que seria ela quem devesse encabeçar todo o pedido de impeachment e sim alguém mais conhecido. Motivo pelo qual procurou tantas pessoas, inicialmente. “Percebi que se eu não fizesse ninguém faria”, afirmou. A parlamentar destacou que um dos problemas que enfrentou na época foi o fato de muitos apoiadores do impeachment não quererem tratar do escândalo chamado de Petrolão – que resultou na operação Lava Jato -, só das mudanças fiscais e das pedaladas. “Eu entendia que precisávamos incluir tudo, inclusive os empréstimos milionários concedidos a outros países, como Cuba e Venezuela”, ressaltou. Foi daí que veio a sua famosa argumentação, que ficou conhecida como “o conjunto da obra”, tão defendida por ela durante a votação do caso no Congresso.

Condição para vice – Outra revelação importante diz respeito ao convite que receber de Bolsonaro para ser vice a sua chapa em 2018. “Quando o presidente me convidou, sugeri ficar dando expediente num prédio em São Paulo e só me deslocar para Brasília quando ele viajasse. Notei que ele gostou da ideia, mas as pessoas no entorno dele não gostaram, acharam que eu estava exigindo muito. Depois veio a convenção do partido, onde eu disse que não era fiel ao ele, era fiel ao Brasil. Falei a minha verdade e aí houve uma reação forte contra meu nome, então não deu certo. Isso provocou um estremecimento de lado a lado”, narrou. Hoje, a deputada reconhece que se tivesse sido vice-presidente poderia ter enfrentado muitos problemas. “Se tivesse aceitado, a confusão iria estar feita. Não sei como seria a junção de duas personalidades tão fortes”.

Emergência sanitária – Uma exceção na regra que controla a propaganda oficial para evitar abusos no período eleitoral promete dar muita dor de cabeça para a Justiça Eleitoral. Trata-se da emergência sanitária causada pelo novo coronavírus. A norma poderá suscitar contestações e ações contra o uso da máquina pública por governantes. De fato, a legislação diz que, com exceção da propaganda de produtos que tenham concorrência no mercado bem como da orientação da população no combate à pandemia, todas as demais propagandas oficiais das prefeituras estão proibidas a partir de 15 de agosto. Casos excepcionais de utilidade pública devem ser analisados pela Justiça Eleitoral.

Fake news – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a Casa acelerará a tramitação do projeto de lei das fake news por tudo o que o youtuber Felipe Neto “tem sofrido nesses dias”. Também convidou o comunicador para uma reunião sobre o projeto na Câmara. O influenciador aceitou. Os deputados discutem projeto já aprovado pelo Senado que, segundo seus apoiadores, endurece o combate às fake news. Setores da sociedade civil veem risco de que mecanismos gestados na proposta sirvam para impor censura sobre redes sociais e outros meios.

CURTAS

ROMÁRIO NA BERLINDA – Acusado em processos judiciais de transferir bens a terceiros para não pagar dívidas com credores, o senador Romário (Pode-RJ) passou a colocar o próprio advogado como dono de parte de seu patrimônio. Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior, que entre 2017 e 2019 foi funcionário comissionado no Senado, foi autorizado, por meio de documentos firmados em cartório, a receber R$ 22 milhões em verbas que seriam de direito do ex-jogador. Ao longo das últimas duas décadas, Romário vem sendo cobrado na Justiça por uma série de dívidas milionárias.

Transferências – Empresas e pessoas físicas que cobram o senador na Justiça costumam ter dificuldades de encontrar patrimônio em seu nome. Há dois anos, o jornal carioca Extra revelou que Romário havia transferido para a própria irmã, Zoraidi Faria, bens como uma lancha, um Porsche e uma casa na Barra da Tijuca. Nos últimos meses, o advogado Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior passou a ter direito sobre o patrimônio do senador a partir de dois movimentos. O primeiro deles diz respeito a um acordo com o Vasco, para o recebimento de R$ 15,1 milhões de dívidas da época em que Romário atuou no clube.

LIVES DA SEMANA – As lives desta primeira semana de agosto já estão confirmadas. Na de amanhã, o cientista político e professor Antônio Lavareda fala sobre a primeira eleição em meio à pandemia do coronavírus. Na quarta-feira, o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi, trata das consequências geradas nas cidades por causa da Covid-19 e também de eleição municipal. A primeira será às 19 horas pelo Instagram. A segunda, de 18 horas, também pelo Instagram, mas com transmissão simultânea pela Rede Nordeste de Rádio. Se você não segue ainda o Instagram do blog, anote o endereço: @blogdomagno.

Perguntar não ofende: Se o Congresso ainda não deliberou sobre o assunto, qual a penalidade prevista no Brasil para crimes de fake news?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Senhor...Na sua infinita misericórdia NOS LIVRE DO BOLSONARO e toda a CORJA DE BANDIDOS E RETARDADOS que o segue! É URGENTE AMÉM !

marcos

STF proíbe investigar Verdevaldo;................................... STF proíbe investigar Serra e Alckmin;...................................... STF não julga caso de Gleisi;................................................... STF solta Lula e Dirceu;........................................... STF solta 32.000 presos;........................................ STF prende apoiadores de Bolsonaro;............................................. STF cala Bob Jeff e bolsonaristas.......................................... Que Justiça é essa?

marcos

Um feito e tanto: Balança comercial tem superávit recorde em julho...................................... O governo federal acaba de anunciar que o Brasil teve o maior superávit da balança comercial desde o início da série histórica. US$ 8 bilhões......... É o Brasil dando Certo!

marcos

Entenda a denúncia de Allan dos Santos, passo a passo..................................... 1- Maio de 2020. Allan recebe informação de que Barroso, Moraes, Ministros do TSE, STJ e TCU, Presidentes da Câmara e Senado reuniram-se na madrugada de Brasília para confabular derrubada de Bolsonaro. Chegaram a solicitar ajuda de Joice.............................................. 2- Junho de 2020. Moraes obriga a PF a vasculhar a casa de Allan dos Santos para descobrirem a fonte que deu a notícia sobre a reunião secreta. Não encontraram nada, e refizeram a operação 15 dias depois. Porém, também sem sucesso em descobrir a fonte do Allan.......................................... 3- Julho de 2020. Em razão de não entenderem como o Allan teve acesso a informações da reunião secreta, Barroso tira servidor do STF e o coloca na segurança do TSE para que apure se existe sistema de espionagem contra ministros do TSE ou STF em Brasília.............................................. 4- Empresa contratada descobre malas de espionagem nas Embaixadas da China e Coréia do Norte. Além de uma mala na casa do Advogado Kakay do PT................................................. 5- Após descobrir que as malas estavam a menos de 5 km do Palácio do Planalto, Barroso deveria ter alertado as autoridades...................................................... 6- Informações sobre o caso vazaram para o Allan dos Santos, que temendo por sua vida, devido a gravidade do caso, saiu do país para denunciar o crime a priori, de \"prevaricação\" do Ministro Barroso, porém o crime pode ser enquadrado na lei de Segurança Nacional.............................................. 7- Segundo a Lei de Segurança Nacional, Quem encobrir informações de Espionagem internacional está sujeito a penas de mais de 20 anos de prisão........................................... 8- Grande mídia não toca no assunto e diz que Allan fez Fake News............................ 9- Allan começa mostrar partes do conteúdo............................... 10- Terça Livre denuncia que Família de um ministro do STF está no Paraguai, o que poderia indicar uma fuga do ministro.......................................... 11- Barroso era advogado de Cesare Batisti, que tentou fuga para o Paraguai para de lá fugir para local incerto. Após isso Barroso foi indicado para o STF......................................... 12- Allan dos Santos teria também dossiê que desvenda o caso Adélio Bispo, podendo inclusive ter provas de quem mandou matar Jair Messias Bolsonaro......................................... Henrique Póvoa

Fernandes

Senhor...Na sua infinita misericórdia NOS LIVRE DO BOLSONARO e toda a CORJA DE BANDIDOS E RETARDADOS que o segue! É URGENTE AMÉM !


Prefeitura de Serra Talhada

02/08


2020

Eleição com pandemia na visão de Lavareda

O convidado da live da próxima terça-feira (4) pelo Instagram deste blog é o cientista político e professor Antônio Lavareda, da MCI. Considerado um dos mais brilhantes estrategistas políticos do país, tendo sido protagonista de eleições nacionais, Lavareda vai traçar um cenário de como se dará, na prática, a primeira eleição no Brasil – as municipais em 15 de novembro – sem campanha de rua, sem candidato apertando a mão do eleitor, sem comício e sem convenções presenciais. 

Tudo, enfim, se limitando ao mundo online, principalmente das redes sociais. Lavareda, como ninguém, conhece esse jogo, não apenas na teoria, por ser autor de vários livros, mas também como condutor de várias campanhas presidenciais que deram certo no país.

Para assistir a live, basta acessar o Instagram do blog (@blogdomagno).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

02/08


2020

Cadê o gatil da Prefeitura do Recife?

Houldine Nascimento, da equipe do blog

Em resposta à enorme quantidade de gatos espalhada na área de lazer da Avenida Beira Rio, na Torre, e em outros pontos da cidade, a Prefeitura do Recife havia anunciado, em junho de 2019, a construção de um gatil. O assunto foi tema de reportagem na Rede Globo e a promessa era de que o abrigo de animais ficasse pronto até agosto do ano passado.

Na ocasião, o gerente de Vigilância Ambiental da Prefeitura, Jurandir Almeida (foto 1), esteve presente na Beira Rio e viu de perto a situação que afligia comerciantes e moradores. Mais de um ano depois, não há sinal desse abrigo para gatos. 

Ativistas agem por conta própria

Por diversas vezes, o trabalho de acolher os animais abandonados tem ficado para ONGs, que nem sequer contam com suporte da administração municipal. É o caso da casa de passagem Eu amo animais, que fica no bairro do Prado, Zona Oeste recifense. O espaço é gerido por Elpídio Araújo (foto 2) e existe desde junho de 2014.

Até agora, passaram por lá cerca de 500 animais adotados e recolhidos da rua. A maior dificuldade, conta Elpídio, é dar ração para 80 gatos, nove cães, além de garantir a vacinação dos bichinhos.

Doações podem ser feitas

Para ajudar Elpídio a manter o abrigo, basta entrar em contato com ele pelo WhatsApp: (81) 98474-8533. Também é possível fazer doações diretas na conta bancária:

Caixa Econômica Federal
Elpidio Alberico A Araujo
CPF: 698.243.804-00
Agência: 1028
Operação: 013
Conta-corrente: 00000549-2

Elpidio Araújo também criou um aplicativo de rádio intitulado "Eu amo animais", que pode ser baixado no Google Play.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/08


2020

Prefeito de Paranatama festeja em meio à pandemia

Um leitor que optou por preservar a identidade enviou ao blog um vídeo que mostra a participação do prefeito de Paranatama, Valmir do Leite (PSB), e o irmão Valdir Pimentel, secretário de Saúde do município, festejando em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus. Com assessores e apoiadores, a dupla aparece sem qualquer tipo de proteção.

Ainda segundo o leitor, as imagens foram registradas ontem. Paranatama, que fica no Agreste Meridional de Pernambuco, registrava três mortes e 16 casos confirmados de Covid-19 até 16 de julho, data do último boletim divulgado no Instagram da Prefeitura.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

02/08


2020

Cepal e Opas trazem relatório sobre saúde e economia na pandemia

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) apresentaram, na última quinta-feira (30), um relatório conjunto, intitulado "Saúde e economia: uma convergência necessária para enfrentar a Covid-19 e retomar o caminho para o desenvolvimento sustentável na América Latina e no Caribe". O documento aborda a necessidade de tomar medidas de saúde para achatar a curva da pandemia no continente e, assim, retomar a economia nos países da região das Américas.

A apresentação foi feita por Alicia Bárcena, Secretária-Executiva da Cepal, e Carissa Etienne, Diretora da Opas. O relatório traz 27 páginas bem robustas sobre o tema.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

02/08


2020

Bivar lamenta morte do irmão do prefeito de Araripina

Nota de pesar

O deputado federal e presidente do PSL, Luciano Bivar, lamenta o falecimento do médico Brancildes Olimpio do Espírito Santo Júnior, irmão do prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), vítima da Covid-19. O parlamentar se solidariza e envia as suas condolências aos amigos e familiares pela perda precoce.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

02/08


2020

Ossésio e vereador Alemão fazem live sobre idosos

O vereador e pré-candidato à Prefeitura de Paulista pelo Republicanos, Alemão, promove, amanhã, às 19h, uma live com o deputado federal Ossésio Silva, que é secretário nacional dos Idosos do partido. A dupla promete falar sobre a situação da terceira idade no município.

Alemão considera que há um "medo de envelhecer no município diante do cenário atual que desfavorece os idosos". Também pretende discutir como trabalhar para garantir uma melhor qualidade de vida para o grupo dos mais velhos de Paulista.

A live pode ser vista no Instagram @ossesio.silva ou @alemaopaulistaoficial.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/08


2020

Sargento preso com 39 kg de droga segue na FAB

UOL

Preso na Espanha há um ano e um mês e condenado por tráfico de 39 kg de cocaína, o segundo sargento da FAB (Força Aérea Brasileira) Manoel Silva Rodrigues segue na ativa da instituição recebendo salário em dia. No Brasil, ele é réu por tráfico de drogas com valor estimado em R$ 6,3 milhões segundo o Ministério Público Militar.

Segundo informações levantadas pelo UOL junto ao Portal da Transparência, apesar de estar detido e sem trabalhar desde junho de 2019, o militar recebe brutos R$ 8,1 mil mensais, incluindo verbas indenizatórias. Em novembro, o valor bruto chegou a R$ 14,5 mil, devido à gratificação natalina. Ao longo de todo esse período, seus salários somaram cerca de R$ 97,5 mil.

Segundo informações apuradas junto à Justiça Militar, no processo em que ele é réu, não houve pedido de bloqueio. Os pagamentos dizem respeito à questão administrativa da FAB.

Segundo a FAB, Rodrigues foi notificado da abertura do processo de exclusão. Mas para ser desligado administrativamente é necessário o trânsito em julgado (quando não cabe recurso) do processo judicial, que embasa o processo interno, segundo informou a FAB.

Além do processo que responde na Espanha, há uma acusação na Justiça Militar. O juiz da 2ª Auditoria da 11ª Circunscrição Judiciária Militar, Frederico Magno de Melo Veras, marcou para dia 20 de agosto uma audiência de instrução.

Nesta fase, o juiz vai ouvir testemunhas de acusação indicadas pelo Ministério Público. Ainda será necessário ouvir a defesa e testemunhas do sargento antes de o magistrado decidir sobre o caso. O juíz Veras solicitou à Justiça espanhola, via Ministério da Justiça, autorização para que Rodrigues participe da audiência por vídeo conferência.

A prisão de Rodrigues aconteceu em junho de 2019, durante viagem de Jair Bolsonaro (sem partido) à cúpula do G20. A cocaína estava na bagagem do sargento que voou em uma aeronave de apoio da comitiva presidencial. Ele não estava no mesmo voo do presidente.

O sargento integrava uma equipe de 21 militares que prestava apoio à comitiva que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na reunião do G-20, no Japão. A droga foi encontrada pela Guarda Civil da Espanha ao vistoriar a bagagem dele no aeroporto de Sevilha (Espanha).

A matéria completa está no UOL.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/08


2020

Ex-secretário de Educação de Paulista rebate Prefeitura

O ex-secretário de Educação de Paulista Carlos Júnior rebateu as alegações da Prefeitura sobre os kits de merenda escolar (cestas básicas) que foram retirados no Colégio Municipal José Firmino da Veiga, na última segunda-feira (27). De acordo com ele, os alimentos que estavam amontoados no local não faziam parte da terceira remessa, e sim da primeira, que já havia sido destinada aos alunos em maio.

Ainda segundo Carlos Júnior, o material encontrado "seria refeito, não tendo dano ao erário, com o município não sendo prejudicado. Os contratos com os fornecedores estão devidamente assinados, em prazo de validade". "Não devemos a nenhum servidor", atesta.

Os vereadores Eudes Farias e Fabiano Paz, ambos do PSB, também estiveram no Colégio Municipal José Firmino da Veiga, fiscalizando a ação da Secretaria Municipal de Educação e da Vigilância Sanitária. De acordo com Farias, no material que estava sendo removido da escola, ainda havia alimentos que poderiam ser consumidos, devendo ser feita a separação dos que estavam fora do prazo de validade. "Graças a nossa intervenção, impedimos esse caminhão de sair porque ninguém sabe para onde iria. Depois disso, a Secretaria se mobilizou para que entregasse as merendas com urgência, já que os pais necessitam", comenta.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/08


2020

Justiça manda suspender repasse de aluguel do HPR 3

O juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Djalma Andrelino Nogueira Junior, concedeu uma liminar que suspende, por dez dias, o pagamento dos aluguéis do Hospital Provisório Recife (HPR) 3, localizado na Avenida Mascarenhas de Morais, na Imbiribeira. A decisão foi proferida na última quarta-feira (29) e atende a ação popular nº 0033933-29.2020.8.17.2001, impetrada por Rafael Dantas e Wilson Félix, que alegam sobrepreço de R$ 500 mil na contratação da Prefeitura.

"Verifico a legitimidade ativa do Autor para Ação Popular, visando à tutela de interesse coletivo, tendo em vista a sua condição de regularidade com a justiça eleitoral, conforme documentos juntados. Cuido que há, em tese, plausibilidade das alegações do demandante sobre a eventualidade de dano ao patrimônio público, considerando sua condição de perito judicial avaliador e da pesquisa de preços que junta aos autos, dando conta de que o preço acertado pela locação estaria bem acima do usualmente praticado, mormente, tratando-se de imóvel abandonado e precisando de reformas que orçaram em mais de R$ 4.000.000,00, conforme cópia de planilha de custos acostada", traz um trecho da decisão.

O magistrado também fala da "ausência de documentação nos meios digitais de publicidade dos gastos do município", o que, segundo ele, "reforça a plausibilidade das alegações da inicial, ao menos para fundamentar uma medida cautelar". O juiz Djalma Andrelino também intimou o Ministério Público para se pronunciar sobre o caso. 

A ação popular alega que a Secretaria de Saúde do Recife reformou o prédio por R$ 4.410.859,00, mas não negociou nenhuma compensação financeira nos aluguéis. "Na reforma, um único item custou R$ 1.278.314,52, correspondente a 30%”, detalha. Segundo Wilson Felix, que advogou na causa, há outra ação popular contra a Prefeitura para suspender o pagamento dos aluguéis do Hospital Provisório Recife 2, no bairro dos Coelhos.

A decisão judicial acentua a crise política vivida na Prefeitura do Recife em razão dos vultosos gastos para enfrentamento da pandemia, o que tem sido alvo constante de operações da Polícia Federal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha