Faculdade de Medicina de Olinda

19/01


2013

Geraldo garante apoio de Mercadante para educação

O prefeito Geraldo Julio garantiu o apoio financeiro por parte do Governo Federal aos projetos educacionais do Recife. O gestor reuniu-se na noite desta sexta-feira (18) com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), para debater parcerias entre a PCR e a União. Junto com o secretário de Educação da cidade, Valmar Corrêa de Andrade, o prefeito apresentou o programa de governo para a área e obteve do ministro o compromisso de parcerias para a ampliação da rede de creches e do ensino em tempo integral do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. Em fevereiro, haverá nova reunião para tratar do financiamento das ações prioritárias da pasta, dessa vez em Brasília.
 
Outras prioridades para a educação pública do Recife discutidas no encontro foram a requalificação da infraestrutura das unidades de ensino, o programa de tablets para os estudantes e o Prouni municipal. Segundo o prefeito, as ações são prioritárias para proporcionar às crianças da capital a oportunidade de se inserir no novo cenário de desenvolvimento de Pernambuco.
 
“Vamos levar ao ministro um diagnóstico da infraestrutura das escolas e nosso Plano de Ações Articuladas. Certamente vamos pactuar com o ministério as metas que queremos cumprir e teremos o apoio necessário. Essa reunião de hoje foi muito positiva. O ministro ficou muito feliz de saber que o Recife tem um plano, uma estratégia para a educação, e já se dispôs a dar apoio”, destacou Geraldo Julio. Além de Valmar Corrêa, o encontro também teve a participação do chefe do escritório da Prefeitura em Brasília, Lauro Gusmão.
 
O ministro Aloizio Mercadante garantiu que dará prioridade às creches, ajudando na construção de novas unidades, e contribuirá para a ampliação das escolas em tempo integral, que considera um grande potencial do Recife. “Temos todo o interesse em fortalecer a educação no Recife. Acho que está muito bem desenhada a ideia da importância que tem a educação de qualidade, para que esses jovens possam usufruir desse avanço que o Estado tem tido, e acho que o governo Lula e o governo Dilma contribuíram muito para isso. Vamos trabalhar juntos, arregaçar as mangas e ajudar a melhorar e avançar a educação no Recife”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

18/01


2013

Dilma diz que vai acabar com miséria no início de 2014

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (18) que seu governo pretende por fim à pobreza extrema ainda no início de 2014, ano de eleições. Em discurso de cima de um palanque em Teresina, ao lado do governador Wilson Martins (PSB), a presidente disse que "é óbvio que não vai ser no dia 31 de dezembro de 2014 [fim do mandato]", mas antes, segundo afirmou.

"Nós vamos acabar com a pobreza extrema, na maioria dos estados do Brasil, ainda no ano de 2013. E vamos completar esse processo de tirar da pobreza no início de 2014. É possível e vai ser feito", disse a presidente, sob aplausos.

Segundo balanço divulgado em novembro pelo Ministério do Desenvolvimento Social, o governo estimava em 9,8 milhões o número de pessoas em situação de extrema pobreza, cuja renda é menor que R$ 70 por mês. Em dezembro, com a ampliação do programa Brasil Carinhoso, o número de miseráveis caiu para cerca de 2,5 milhões, segundo a assessoria da pasta.

Mas ainda faltava identificar e cadastrar cerca de 700 mil famílias, com média de 4 pessoas cada, de acordo com o G1. Com isso, o governo estima que o número de extremamente pobres esteja hoje em cerca de 5,3 milhões de pessoas. No início do governo Dilma, eram 19 milhões.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sérgio Ricardo Claudino Patriota

Posso saber como deusa? Até porque assaltando os cofres públicos teu PT está fazendo, isso é assunto para Deus mesmo!!!

o povo da de olho

ELA PASSARIA PARA A HISTORIA SE ACABASSE COM A CORRUPÇÃO DOS POLITICOS, PRINCIPALMENTE DOS QUE ESTÃO NO GOVERNO.

André Rafael

Dilma também vai acabar com as inundações do Rio e de São Paulo, acabar com a violência, sanear todo o Brasil e com o déficit habitacional. É! As eleições já começaram! Alguém acredita em fim da pobreza extrema, boitatá, mula-sem-cabeça e duende? É tudo história da carochinha!


Prefeitura de Abreu e Lima

18/01


2013

Senador é condenado por improbidade administrativa

O senador Ivo Cassol (PP-RO) foi condenado pela Justiça Federal em Rondônia por improbidade administrativa, publicou a Folha de S. Paulo. Em sentença divulgada nesta sexta-feira (18), Cassol foi considerado culpado por usar policiais e recursos da Polícia Civil de Rondônia para perseguir e ameaçar testemunhas de uma outra ação, de 2006, em que foi acusado de compra de votos. Todos os fatos referem-se ao período em que governou Rondônia (2003-2010).

Cassol teve seus direitos políticos suspensos por cinco anos e terá de pagar multa de R$ 300 mil. Segundo a Procuradoria, a suspensão de direitos políticos foi pedida para eventuais futuros cargos, e não afeta o mandato atual do senador. Cabe recurso da decisão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

o povo da de olho

BRASIL.... NUNCA IRÁ PARA A CADEIA. IMORAL


Prefeitura de Limoeiro

18/01


2013

Geraldo visita instituições que serão beneficiadas pelo Municipal

O prefeito Geraldo Julio visita neste sábado (19), duas das oito instituições que receberão os recursos obtidos com a venda de ingressos e mesas do 49º Baile Municipal do Recife. A primeira-dama Cristina Mello e a secretária de Desenvolvimento Social Ana Rita Suassuna vão acompanhar o gestor nas visitas.

Às 08h, ele estará no Lar Rejane Marques, no bairro de Campo Grande, para conhecer o trabalho da casa de acolhimento que atende 15 crianças vítimas de violência doméstica. Em seguida, Geraldo vai à Associação Espírita Casa dos Humildes, em Casa Forte, saber mais do atendimento oferecido a cerca de 30 idosas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2013

Orocó: prefeitura cancela evento por falta de apoio

O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico do município de Orocó, Sandro Santos, em nota enviada ao blog, disse que, por falta de apoio do Governo do Estado, a prefeitura teve que cancelar o maior e mais tradicional evento da cidade, a festa do padroeiro São Sebastião. O evento, com mais de 20 anos, é conhecido como Festival Turístico Cultural de Orocó e, ainda de acordo com o secretário, consta no calendário da Empetur. Santos alega que foram enviados ofícios e protocolados projetos, mas não houve nenhuma manifestação. A festa chegou a ter a programação divulgada, mas como o repasse do FPM foi um dos menores, foi cancelado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

18/01


2013

Disputa por espaço na Mesa Diretora racha PSD

Diante da possibilidade de ocupar uma vaga na Mesa Diretora da Câmara, o PSD vive um racha na bancada para a escolha do nome que será indicado para a vaga, informou a Folha de S. Paulo.

Apesar de o deputado Fábio Faria (RN) ser o nome oficial da legenda, os deputados Julio César (PI), Atila Lins (AM), José Carlos Araújo (BA) pretendem lançar candidatura avulsa no dia da eleição, prevista para o próximo dia 4 de fevereiro.

Segundo os dissidentes, o processo de escolha de Fábio Faria, realizado no final do ano passado, foi feito de forma "viciada".

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

18/01


2013

Em território do PSB, Dilma anuncia medidas contra a seca

Em território governado pelo PSB, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta sexta-feira (18), no interior do Piauí, medidas emergenciais para agricultores da região e famílias atingidas pela seca na região. Somente no Estado, há 194 municípios em situação de emergência em razão da seca, segundo a Folha de S. Paulo.

Entre as medidas estão a liberação, por medida provisória, de R$ 361 milhões para o programa de resposta a desastres naturais, e para o Garantia Safra. Também foram assinadas ordens de serviço (autorização para início das obras) de duas novas adutoras na região, para ampliar a irrigação no semiárido.

As medidas foram anunciadas em "território" do PSB, do governador pernambucano Eduardo Campos, potencial candidato às eleições presidenciais de 2014. O Piauí é governado por Wilson Martins, do partido de Campos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/01


2013

Empresas de Maluf terão de devolver US$ 28 milhões

A Corte de Jersey anunciou que empresas offshores ligadas ao ex-prefeito Paulo Maluf terão de devolver aos cofres públicos do município de São Paulo US$ 28,3 milhões, além de pagar nove anos de custos com advogados no processo que ainda tramita no paraíso fiscal. A avaliação da prefeitura é de que, só com advogados, o custo chegou a US$ 4,5 milhões nesse período, segundo O Estado de S. Paulo.

Em novembro, a Corte constatou que as empresas ligadas à famíia Maluf haviam sido usadas pelo ex-político para desviar dinheiro de obras públicas em São Paulo, entre elas a obra da Avenida Águas Espraiadas nos anos 90.

Faltava definir o valor, que originalmente foi calculado em US$ 10 milhões. Com juros e correções, além das multas, Maluf terá de devolver US$ 28 milhões, além de US$ 4,5 milhões dos custos dos advogados. As empresas já recorreram e uma decisão final deve sair em março.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha