Faculdade de Medicina de Olinda

07/01


2014

A charge do dia

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

07/01


2014

Coluna da terça-feira

    Tadeu e Câmara avaliados

O governador Eduardo Campos já começou a trabalhar o candidato à sua sucessão. Encomendou pesquisas quantitativas e qualitativas. No primeiro instante, ele quer avaliar a receptividade a dois nomes da sua preferência: os secretários Tadeu Alencar (Casa Civil) e Paulo Câmara (Fazenda).

Segundo uma fonte palaciana, nesta primeira etapa a identificação de cenários em cima da potencialidade dos pré-candidatos se resume apenas a Alencar e Câmara.

Isso não significa, entretanto, que Eduardo não cumpra outra etapa com os demais nomes que vem sendo postos, como Fernando Bezerra, João Lyra Neto, Danilo Cabral e Milton Coelho.

Outro passarinho que canta formoso no quintal da casa do governador sente que ele tem uma discreta preferência pelo secretário da Fazenda. Paulo Câmara tem um perfil muito parecido com o do prefeito do Recife, Geraldo Júlio.

Ambos são da cozinha do governador, oriundos dos quadros do Tribunal de Contas do Estado e com perfis de executivos, mas com vocação política. Câmara chega a ser mais próximo ainda porque sua esposa tem parentesco com Renata Campos, primeira-dama do Estado.

Nas avaliações que o próprio governador vem fazendo no dia-a-dia com o marqueteiro argentino Diego Brandy, um dos responsáveis pela descoberta do perfil de Geraldo Júlio para disputar a Prefeitura do Recife, Paulo Câmara apresenta virtudes que superam a dos seus demais concorrentes, mas que Diego guarda a sete chaves como verdadeiro segredo de Estado.

A CHAPA– Se um técnico, no caso Tadeu ou Paulo Câmara, vier a ganhar a preferência do governador, a chapa será fechada com dois quadros da área política: o deputado federal Raul Henry, candidato a vice, e o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho para o Senado. Milton Coelho, secretário de Governo, se não vier a disputar um mandato federal, será um dos coordenadores da campanha presidencial de Eduardo.

Cara-de-pau O deputado Betinho Gomes (PSDB) se abraçou com o PSB quando o seu pai, o prefeito gastador de Jaboatão, Elias Gomes, escolheu o socialista Heraldo Selva como vice nas eleições passadas. Mas, estranhamente, agora joga pedras no seu partido, que se aliou ao Governo. Fortíssimo candidato ao troféu óleo de peroba.

 

 

 

 

Base sondada– O deputado Claudiano Filho (PSDB) revela que, ao contrário do que pregam deputados tucanos insatisfeitos com a aliança fechada com o PSB, o presidente estadual da legenda, Sérgio Guerra, ouviu todas as lideranças sobre o entendimento. “Quem disser que não foi ouvido está mentindo. Sérgio tem nossa solidariedade”, afirmou.

Casta privilegiada- O Supremo Tribunal Federal está torrando R$ 1 milhão para renovar a frota dos seus ministros, que passarão a usar o modelo Azera, da Hyundai, cuja unidade custa a bagatela de R$ 130 mil. Os onze ministros daquela corte também tiveram um aumento no seu salário. Passam a embolsar R$ 29,4 mil. Joaquim Barbosa achou pouco. Quer R$ 30 mil.

Crise de carne– O deputado Odacy Amorim (PT) cobrou do prefeito em exercício de Petrolina, Guilherme Coelho (DEM), uma solução para o abatedouro público, que está sem funcionar no abate de bovinos. Segundo o parlamentar, o município corre o risco de sofrer desabastecimento de carne ou consumir o produto abatido de forma clandestina.

 

 

 

CURTAS

 

PERDA– O ex-prefeito de Flores, Marconi Santana, perdeu, ontem, a sua referência e inspiração política, o pai. Ex-deputado estadual por três mandatos, Wilson Santana sofreu um infarto fulminante em sua casa logo após o café da manhã. O sepultamento será hoje.

NA UNALE– O deputado Sérgio Leite está assumindo a presidência da União Nacional dos Legisladores Estaduais (Unale). E já assumiu como principal bandeira a luta pela aprovação de um projeto de reforma política pelo Congresso.

Perguntar não ofende: Por que o Datafolha não avaliou o primeiro ano dos principais prefeitos de capitais?

''Aquele que encobre a transgressão busca a amizade, mas o que revolve o assunto separa os maiores amigos''. (Provérbios 17-9)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Manoel Pereira da Silva

Magno! Reproduz novamente aquela carta do nosso futuro governador!

Robson Costa

Pelo jeito a empresa que produz o óleo de peroba - aquela do índio no rótulo - informalmente "patrocina" a maioria dos políticos no Brasil inteiro!!! KKKKK e HAJA BABA-OVO DESSES MISERAVÉIS!!!KKKKKKKKKK

isabela

Olha o mesmo o nível. Se não aceitam criticas vão morar em Cuba. Sr. Magno continue na sua labuta pela verdade. Criticam mais não perdem de ler o Blog do Magno.

Francisco Neto

que perseguição da gota serena é essa contra betinho e elias gomes? todo dia tem uma crítica aos dois nessa coluna. o que houve? são políticos dignos e não molharam sua mão, blogueiro?

araceli carneiro

Ele é Sarney ou Collor


Prefeitura de Abreu e Lima

07/01


2014

PSB e Rede divergem sobre lançar chapa Eduardo-Marina

Eduardo pretende antecipar lançamento de candidatura e quer confirmar Marina como vice

Apesar de admitir que os dois devem concorrer juntos, aliado da ex-senadora diz que ainda não é hora de definições

Apesar de PSB e Rede estarem dispostos a apresentar uma chapa única com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e a ex-senadora Marina Silva na disputa pela Presidência, o calendário eleitoral de seus aliados está fora de sintonia.

O comando dos socialistas pressiona e programa para o fim deste mês, ou no máximo em fevereiro, o anúncio de Marina como vice de Campos.  O governador já convocou reunião com os principais dirigentes do PSB para o próximo dia 17 com o objetivo de afinar o discurso, resolver pendências e preparar o anúncio de sua candidatura presidencial, que deve ser antecipado, segundo confidenciou a interlocutores.

O cenário ideal no entendimento de Campos é ter fechado o nome de Marina na chapa para fortalecer o ato. A presença dela no encontro, porém, não está confirmada e integrantes da Rede avaliam que este não é momento adequado para fazer o anúncio.

''O calendário eleitoral não se sobrepõe às definições programáticas. Essa questão da vice ainda não está colocada'', disse à Folha o deputado Walter Feldman (PSB-SP), importante aliado de Marina.

Apesar de resistir em antecipar a definição, a cúpula da Rede aponta como caminho mais provável a futura formalização da ex-senadora no posto de candidata a vice.

Antes, porém, será preciso dirimir divergências na formação de palanques regionais. Um dos principais problemas está em São Paulo.

No Estado, a Rede é contra apoiar a reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB), como pretendia o PSB paulista. Os aliados de Marina defendem chapa própria do PSB com a Rede, que represente ''o novo'' e seja uma alternativa à polarização entre petistas e tucanos.

A deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP) expressou, de dentro do partido, o incômodo gerado pela aproximação com o PSDB. Amiga de Marina, ela declarou não haver ''coerência política'' nas alianças regionais que o PSB tem fechado para fortalecer a candidatura de Campos à Presidência.

O vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, defende a antecipação do anúncio da chapa presidencial para evitar eventuais intrigas entre os dois grupos políticos. ''Não era do nosso interesse antecipar, mas isso é até mesmo uma vacina, um antídoto''.  (Folha de S.Paulo - Márcio Falcão e Natuza Nery)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

PAULO SOUSA

A Rede Sustentabilidade de Marina, não tem sustentabilidade! Marina seria um "Eike Batista" da política? Seria uma máquina de votos MIDIÁTICOS???

Francisco Eugênio Marinho de Barros

O mais eficaz, definição técnica. O novo, definição política. Uma chapa com estes dois elementos tem chances reais de vencer as eleições. O Brasil, precisa dos dois juntos. Seria novo e eficaz ouvir o povo. Muita calma nessa hora.


Prefeitura de Limoeiro

07/01


2014

Elias na mira de PTB e PT para o palanque de Armando

 

Nem bem se configurou o racha no PSDB, petistas e petebistas iniciaram o cerco em torno do prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), pai do deputado estadual Betinho Gomes, que se insurgiu contra a aliança firmada pelo deputado federal Sérgio Guerra, presidente estadual do partido, com o governador Eduardo Campos. E não foi pouca coisa não. PT e PTB querem ter Elias e os tucanos dissidentes no palanque do senador Armando Monteiro Neto (PTB), candidato a governador, e consequentemente com Dilma. O registro é feito por Marisa Gibson, na sua coluna desta terça-feira no Diario de Pernambuco.

Observa ainda a colunista do DP: ‘’Aliás, já tem petistas recordando os velhos tempos em que Elias Gomes, com alguns companheiros, corria fábricas para exibição de filmes, digamos, didáticos como Braços cruzados e Máquinas paradas, para o operariado.’’

Na página de política do mesmo jornal vem a informação de que, apesar de cotado, o prefeito Elias Gomes, garante que não será candidato a cargo eletivo em 2014. ‘’Neste domingo, o Diario publicou matéria sobre prefeitos reeleitos que estão se articulando ou são lembrados para concorrer a novos mandatos. Elias aparece na lista dos especulados. Ouvido para a matéria, disse que não cogita deixar o cargo. “No primeiro mandato, elaboramos e implantamos o planejamento e, no segundo, estamos colhendo resultados”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ney durval dos santos

Esse senhor Bartolomeu e muito individualista so pensa nele.

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

Eduardo entendeu que o projeto do senador Armando Monteiro é de cunho pessoal e que ele quer o poder para salvar as empresas da família dele, as quais andam mal. A usina cucaú está atrasando pagamento dos trabalhadores e não pagando ao sindicato de Rio Formoso. O PT o que é que diz?

R.Soares

ha que ponto chegou os tucanos uma sublegenda em PE

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

Claves, a aliança do PSB com o PSDB já era prevista , haja vista, a relação próxima que existia entre o presidente estadual do PSDB e o presidente nacional do PSB, apenas o dep. Sérgio Guerra entendeu que o projeto de Eduardo é de acolher as pessoas de bom senso e que as suas histórias são comuns.

CALVES

Estranho é o Sr. Bartolomeu achar "estranha" a aliança PTB com o PSDB e ñ achar o mesmo da aliança PSB com o mesmo PSDB.



07/01


2014

Salário: aumento no STF dá cobiça nos parlamentares

 O aumento do salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), garantido a partir deste mês, começa a provocar o retorno do lobby no Congresso pela vinculação do vencimento dos parlamentares ao dos integrantes da Corte. Uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que possibilita a garantia de a remuneração de membros dos Poderes Legislativo e Executivo subir na mesma medida que a do Judiciário já era defendida nos bastidores do Congresso e ganha fôlego agora. Com o acréscimo de quase 5% concedido aos ministros, os deputados e senadores, que estão desde 2010 sem reajuste, passaram a ganhar R$ 2,7 mil a menos que os magistrados do Supremo.

A mudança que reajusta o salário dos ministros de R$ 28.059,29 para R$ 29.462,25 foi possível graças a uma lei aprovada em dezembro de 2012, que definia as remunerações do STF até 2015, quando o valor chegará a R$ 30,9 mil. A partir de 2016, os aumentos serão fixados por projeto de lei enviado ao parlamento pelo Supremo. Se o rendimento dos congressistas, que hoje é de R$ 26,7 mil, acompanhar essa regra, eles ficariam sem o ônus de dar a si mesmos os aumentos, tão mal vistos pela sociedade. A expectativa, portanto, era de que a PEC fosse aprovada no ano passado.(Do Correio Braziliense)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

07/01


2014

Cunha se entrega hoje, e PT diz ser injusta a prisão

 O presidente do diretório estadual do PT em São Paulo, Emidio de Souza, criticou nesta segunda-feira a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, que determinou a prisão do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), condenado no julgamento do mensalão. Em nota, o petista classificou a sentença como “injusta” e “ato final de um processo viciado e de um julgamento espectaculoso e midiático que ignorou princípios basilares do Direito”. Cunha deve se entregar por volta das 12h desta terça-feira, em Brasília, segundo sua assessoria.

“Com a mesma indignação que recebemos a notícia da prisão injusta de três de nossos companheiros em 15 de novembro, recebemos hoje a notícia da igualmente injusta decretação da prisão do deputado João Paulo Cunha”, diz a nota.

Questionado sobre se João Paulo Cunha vai renunciar ao mandato de deputado federal, o advogado do petista, Alberto Zacharias Toron, disse que ainda não conversou com seu cliente sobre o assunto. Cunha é o único dos condenados do mensalão que permanece com mandato parlamentar, já que os outros - José Genoino, Pedro Henry e Valdemar Costa Neto - renunciaram após serem presos. (Portal Terra)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jânio Nunes

Mais um BANDIDO no PRESÍDIO qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,qua,

marcos

É REALMENTE ESTE SENHOR TEM RAZÃO, A PRISÃO FOI INJUSTA POIS DEIXARAM LIVRES LULA, BERZOINE, GILBERTO CARVALHO, MERCADANTE, ERENICE GUERRA, ETC.

suricato

é o país evoluindo ,um ex presidente da camara dos deputados preso numa penitenciária.


Banner de Arcoverde

07/01


2014

Dirceu estuda Direito por correspondência na Papuda

 Enquanto aguarda decisão da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal sobre seu pedido para trabalhar na biblioteca do escritório de advocacia José Gerardo Grossi, com salário de R$ 2.100, o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil) - condenado a 7 anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa no processo do mensalão - arrumou uma ocupação no Complexo Penitenciário da Papuda.

Desde a semana passada, ele divide seu tempo em duas frentes: estuda Direito Constitucional por correspondência e trabalha no setor de Manutenção do estabelecimento penal de Brasília. Dirceu é advogado e cumpre pena em regime semiaberto, o que lhe confere o direito ao trabalho externo. (Da Agência Estado - Fausto Macedo)

Leia mais clicando aí: Dirceu estuda Direito por correspondência na Papuda


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/01


2014

Ele está em todas. A dor de cabeça agora é o Ceará

 Lula segue interferindo por todos os lados para aparar arestas com o
PMDB, em alguns casos, e reforçar a necessidade de o PT fincar o pé pela candidatura própria, em outros. No Ceará, Lula tentará resolver o imbróglio no papo e já avisou Eunício, candidato ao governo do estado, que o chamará para uma conversa no Instituto Lula, em São Paulo, no início deste ano.

Lula deverá fazer o mesmo com Ciro e Cid Gomes, aliado fiel do Palácio do Planalto, que ainda não definiu quem irá apoiar para sucedê-lo. (Veja - Lauro Jardim)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha