Faculdade de Medicina de Olinda

21/09


2019

Lula: defesa quer divulgar áudios interceptados por Moro

Advogados de Lula querem divulgar áudios para provar que foram interceptados por Moro. Eles enviaram uma carta ao professor Matthew Stephenson, da Faculdade de Direito de Harvard.

Lula em entrevista na sede da Polícia Federal em Curitiba (Foto: Felipe L. Gonçalves/ Brasil247)

Folha de S. Paulo - Por Mônica Bergamo

 

O manifesto de 17 juristas do mundo acusando o ministro Sergio Moro, da Justiça, e a força-tarefa da Lava Jato de promoverem um julgamento injusto de Lula gerou réplica dos procuradores –e agora uma tréplica dos advogados do petista.


Numa carta enviada ao professor Matthew Stephenson, da Faculdade de Direito de Harvard, que está publicando a polêmica em seu blog, eles dizem que se dispõem a divulgar áudios "numa conferência internacional" para provar que foram interceptados ilegalmente por ordem de Moro– o que o juiz nega.

Entre elas estariam conversas de Lula com o advogado Cristiano Zanin, por exemplo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

21/09


2019

Jovens propõem ações que combatam mudanças do clima

Jovens ativistas querem espaço político para discutir ações que combatam mudanças climáticas. Manifestantes se encontraram com líderes na sede da ONU.

 Foto: STEPHANIE KEITH / AFP

O Globo - Por Laurie Goering, da Reuters

Jovens ativistas da mudança climática exigiram um papel maior na tomada de decisões ao se encontrarem com líderes na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, neste sábado. Eles alegam que sua crescente voz nas ruas ainda não lhes deu um lugar na mesa da política.

— As decisões sobre o nosso futuro ainda estão sendo tomadas em grande parte sem nós — disse Marina Melanidis, uma delegada canadense no encontro, realizado antes da cúpula da ONU, que ocorrerá na segunda-feira. O objetivo da reunião entre lideranças mundiais é acelerar as ações para combater o aquecimento global. — Os jovens merecem co-projetar seus próprios futuros, e honestamente, você não pode fazer isso sem a gente — disse ela a autoridades das Nações Unidas.

A ex-presidente chilena Michelle Bachelet, alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, concordou que os jovens deveriam ter mais influência sobre as políticas que os afetarão, particularmente no que diz respeito às mudanças climáticas.

— Precisamos de jovens representados nos locais onde as decisões são tomadas, em vez de simplesmente protestar fora desse sistema — disse ela.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, reconheceu o papel principal dos jovens nos protestos de rua que pressionaram a urgência de conter o aquecimento global da agenda política. Mais de 4 milhões de pessoas marcharam na sexta-feira em uma série de manifestações em todo o mundo para exigir que os governos façam mais para conter as temperaturas mais altas e ajudar aqueles que sofrem com a piora do clima e do mar.

Diante da pressão, os governos estão começando a responder, e em grande parte essa mudança de postura é devido às demandas dos jovens, disse Guterres a cerca de mil ativistas climáticos de mais de 120 países que estiveram na cúpula neste sábado. 

— As mudanças climáticas estão correndo mais rápido do que nós — alertou sobre estar perdendo a corrida contra o aquecimento global. 

A adolescente sueca Greta Thunberg, uma figura proeminente do movimento juvenil, o descreveu o encontro deste sábado como “imparável”. Outros participantes falaram sobre os esforços que estão levando a reduzir as emissões ou reduzir os impactos climáticos. Isso inclui aplicativos para ajudar os agricultores africanos a se adaptarem às mudanças climáticas; campanhas para proibir o plástico, para ensinar os alunos sobre mudanças climáticas ou capturar dióxido de carbono do ar.

Perguntas difíceis 

Uma ativista desafiou o diretor ambiental da Microsoft, que estava em um painel julgando as apresentações dos jovens na cúpula, sobre os contratos da gigante de tecnologia com empresas de combustíveis fósseis.

— Você se importa mais com o lucro do que com a gente? — questionou ela, aplaudida pelos colegas. O funcionário respondeu que "todo o setor de tecnologia" estava lidando com este tipo de situação.

Outros ativistas disseram estar preparados para tomar ações pessoais fortes, como prometer não ter filhos até que seus governos ajam sobre as mudanças climáticas.

Emmanuel Mobijo, 24, do Sudão do Sul, que trabalha com inovação tecnológica e construção da paz, bem como com a ação climática em seu país devastado por conflitos, disse que as chuvas estão rapidamente se tornando mais escassas no país, o que é um problema, já que muitas famílias ainda dependem da agricultura.

Pita Taufatofua, um atleta olímpico de Tonga que vive na Austrália, caiu em prantos descrevendo como sua terra natal na ilha do Pacífico viu metade de seus edifícios destruídos por um poderoso ciclone enquanto ele competia no esqui nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, na Coreia do Sul.

— Se 50% de Nova York desaparecesse, as pessoas agiriam — disse ele. — Metade do meu país foi arrasado em uma noite e as pessoas ainda não agiram


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Abreu e Lima

21/09


2019

Deputados querem derrubar veto sobre Startups

Deputados querem derrubar veto sobre startups da MP da Liberdade Econômica.

Antonio Cruz/ Agência Brasi

Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

Deputados já se preparam para derrubar ao menos um dos vetos que o presidente Jair Bolsonaro fez à MP da Liberdade Econômica. Jerônimo Goergen (PP-RS), que relatou o texto na Câmara, quer retomar o que chama de imunidade burocrática das startups, prevista inicialmente na medida e barrada pelo presidente.

Pela medida, as empresas poderiam testar produtos e inovações sem custos. “Ao vetar esse ponto, você restringe uma possibilidade de geração de riqueza e serviços”, critica.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

21/09


2019

Major Olímpio: Congresso quer desgastar Bolsonaro

Major Olímpio diz que há estratégia no Congresso para desgastar presidente.

Foto/fonte: Congresso em Foco

Por Estadão Conteúdo

 

O senador Major Olímpio (SP), líder da bancada do PSL no Senado, voltou a criticar a atuação de colegas congressistas neste sábado. Olímpio disse que uma boa parte do Congresso montou uma sórdida estratégia para desgastar a o presidente Jair Bolsonaro.

“(Eles) votam projetos absurdos e depois jogam no colo do presidente a questão de vetar ou não esses dispositivos. Se o presidente veta e fica com a população dá motivo para o Congresso emparedá-lo. Se ele não veta, ele que fica mal com a população”, afirmou Olímpio, citando os projetos de abuso de autoridade e de prestação de contas e utilização do Fundo Eleitoral.

No vídeo, divulgado na sua conta oficial do Twitter, nesta tarde, o senador pediu ao “povo brasileiro” que exercesse pressão sobre o Congresso. “É responsabilidade de cada deputado e de cada senador. Para ajudar o presidente a colocar o Brasil nos trilhos, a pressão da população tem de ser sobre o Congresso e (dar) muito apoio ao presidente”, pediu. Ontem o senador disse, em entrevista ao Broadcast Político, que não sairá do PSL, após rumores de que deixaria a sigla.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2019

Huck de olho nas eleições de 2020

Huck e as eleições de 2020.

Marcos Alves | Agência O Globo
O Globo - Por Lauro Jardim 

 

Luciano Huck será a estrela de um encontro do Renova BR Cidades, que será realizado amanhã no Rio de Janeiro.

Vai falar para uma plateia de 300 jovens selecionados pelo Renova para serem candidatos no Rio e no Espírito Santo no ano que vem.

Em 2018, 17 líderes formados pelo Renova foram eleitos pelo Brasil. Huck é um dos líderses do movimento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

21/09


2019

Maia visita Bolsonaro no Alvorada

Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Agência Estado

 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), visitou o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada nesta manhã. Ele permaneceu no local por menos de uma hora.

O encontro não estava previsto em nenhuma das agendas das duas autoridades. A Secretaria de Comunicação da Presidência ainda não informou o que foi tratado na visita.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

21/09


2019

Supensa ação moviada contra Haddad por Edir Macedo

Desembargador suspende ação contra Haddad movida por Edir Macedo.

Facebook/Reprodução - Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por Estadão Conteúdo

 

O desembargador Márcio Lucio Falavigna Sauandag, da 2ª Turma Recursal Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou a suspensão da audiência em que o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) seria julgado por queixa-crime movida pelo bispo Edir Macedo. O fundador da Igreja Universal do Reino de Deus acusa o petista de difamação e injúria.

Durante as eleições de 2018, Haddad afirmou. “Sabe o que é o Bolsonaro? Vou dizer pra vocês o que é o Bolsonaro. Ele é o casamento do neoliberalismo desalmado representado pelo Paulo Guedes, que corta direitos trabalhistas e sociais, com o fundamentalismo charlatão do Edir Macedo”. Na área civil, o ex-prefeito chegou a ser condenado a indenizar Macedo em R$ 79.182.

Na área criminal, o processo estava em via de ser julgado. Os advogados de Haddad, Pierpaolo Bottini e Tiago Rocha, apelaram contra a decisão da audiência de instrução, interrogatório, debates e julgamento para a data de 08 de novembro de 2.019, às 14:00 horas. A defesa sustenta a importância das oitivas de testemunhas antes do julgamento, que foram indeferidas pela juíza da 1ª Vara Criminal, Tania Magalhães Avelar Moreira da Silveira.

A juíza anotou que ‘as testemunhas arroladas são pessoas e membros de órgãos que a juizaram ações ou promoveram investigações em face do querelante, bem como da Igreja Universal,da qual o querelante é líder espiritual’. Neste sentido, não se vislumbra como essas testemunhas poderiam contribuir para afastar a adequação típica tendo em vista que as expressões “fundamentalistas” e “charlatão” são expressões do nosso léxico, cujas definições já foram trazidas pela defesa na resposta à acusação e dispensam maiores explicações,notadamente por testemunhas”, escreveu.

Acolhendo pedido liminar da defesa, o desembargador anotou que, sem entrar no mérito da necessidade das oitivas, há perigo de dano irreversível caso elas sejam necessárias e a audiência for realizada. “Na avaliação da postulação, entendo presentes os requisitos e pressupostos da cautela postulada, à vista da eventual possibilidade dano, caso a audiência referida seja realizada, nos moldes do decidido nos autos, antes mesmo da profunda avaliação do mérito da presente impetração, que reclama decisão colegiada”.

“Bem por isso, então, DEFIRO a liminar postulada, suspendendo a audiência atermada nos autos originários”, decidiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2019

Menina de 8 anos morre vítima de bala perdida no Rio

Menina de 8 anos morre após ser baleada dentro de kombi no Alemão. Agatha Félix foi atingida nas costas quando PMs atiraram contra uma moto na Fazendinha.

De O Dia

 

Uma criança de apenas oito anos morreu após ser baleada, na noite desta sexta-feira, quando estava dentro de uma kombi, no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. De acordo com testemunhas, Agatha Vitória Sales Félix estava com a família, quando policiais militares da UPP Fazendinha atiraram contra uma moto na região, atingindo a menina. O caso aconteceu por volta das 21h30.

Na manhã deste sábado, a hashtag "#ACulpaEDoWitzel" se tornou o assunto mais comentado do Twitter no país. Os usuários da rede social cobram o governador do Rio, Wilson Witzel, pela sua política de enfrentamento nas favelas. 

Agatha, que foi baleada nas costas, foi socorrida no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. Ela morreu na madrugada deste sábado, após ser levada ao centro cirúrgico da unidade.

"Matou um inocente, uma garota inteligente, estudiosa, uma garota de futuro", o avô da menina lamentou, aos prantos, na porta do hospital. "Mais uma estatística. Vai chegar amanhã: morreu uma criança num confronto. Que confronto? Com quem? Porque não tinha ninguém, não tinha ninguém lá. Atirou por atirar, na kombi lá. Atirou na kombi e matou minha neta. Foi isso. Isso é confronto? A minha neta tava armada, por acaso, pra levar um tiro?", indagou.

Em nota, a PM afirma que no horário em que a Agatha foi baleada, policiais da UPP Fazendinha que estavam baseados na esquina das ruas Antônio Austragésilo e Nossa Senhora foram atacados de várias localidades da comunidade e de forma simultânea. Eles revidaram e houve confronto.

"Após o confronto, não foram encontrados feridos na varredura do local. Na sequência, os policias foram informados por populares que um morador teria sido ferido na localidade conhecida como Estofador.

Uma equipe da UPP se deslocou até o Hospital Getúlio Vargas e confirmou a entrada de uma criança de 8 anos ferida por disparo de arma de fogo.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) irá abrir um procedimento apuratório para verificar todas as circunstâncias da ação", a corporação disse.

PROTESTO

Para protestar contra a morte da menina e pedir mais segurança no Alemão, moradores fazem uma manifestação na manhã deste sábado, na Grota.

Também nesta manhã, foram ouvidos tiros na Fazendinha. Os disparos aconteceram pouco antes das 7h, mas ainda não há informações sobre a origem deles.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha