Busca


Coluna do Blog
Deixou de ser assombração


Destaques
Coluna da terça-feira
Câmara mobiliza deputados por Aécio na reta final
Carga final: Dilma e Lula hoje nas ruas do Recife e RMR
Irmão de Eduardo Campos ensaia entrada na política
Lula ataca novamente a imprensa, e cita nomes
Baque na relação entre o dois. Acerto de contas depois
Delação premiada: a vez dos corruptores
Agressividade de Dilma desidratou Aécio na classe C
Tesoureiros do PT: tetras em medalhas. De FHC a Lula
PT: ajuste de contas sobre derrota em SP após a eleição


Opinião


PR sob o signo da trairagem - José Adalberto Ribeiro
























TwitterTwitterRádio do MagnoRSS

21
10/14
Coluna da terça-feira

   PT tenta virar o jogo

Dilma e Lula pisam o solo pernambucano mais uma vez, hoje, para dois compromissos de campanha da corrida presidencial neste segundo turno. O primeiro será por volta de meio dia em Goiana. Está prevista uma visita ao complexo industrial da Fiat e em seguida um ato com trabalhadores da montadora e agricultores da região.

No Recife, está prevista uma caminhada pelo centro da cidade, estando a concentração marcada para o Parque 13 de maio. Os discursos ocorrerão na Pracinha do Diário, palco de grandes e históricos atos políticos, como a da campanha das diretas em 1983. Recife e Região Metropolitana concentram 42% do eleitorado do Estado.

No primeiro turno das eleições, o PT teve um desempenho muito ruim neste eleitorado. Perdeu o pleito para governador e senador. O eleitor varreu da Câmara dos Deputados todos os parlamentares petistas. Pela primeira vez, desde o processo de redemocratização, o partido ficará sem representante na Câmara.

Mas o PT ainda aposta no poder da sua militância para equilibrar o jogo na disputa presidencial. Paulo Câmara (PSB) saiu das urnas como mais votado, proporcionalmente, do País, recebendo 68% dos votos dos pernambucanos. Câmara puxou ainda o senador Fernando Bezerra Coelho, elegeu 17 federais e 26 estaduais.

O massacre eleitoral passou também pela vitória de Marina Silva no Estado, o único do Nordeste, maior região beneficiária dos programas sociais, onde Dilma perdeu a eleição. Mas os petistas não acreditam que isso se repita no segundo turno, apostando na virada do jogo a partir da passagem de Dilma e Lula hoje pelo Estado.

SEM GRAÇA O debate na Record, domingo passado, só não foi mais fraco e chato do que o promovido pela mesma emissora no primeiro turno da eleição presidencial. Não houve fatos novos capazes de esquentar o confronto e Dilma e Aécio pareciam temerosos com eventuais erros que pudessem comprometer suas imagens, resultando em prejuízos eleitorais.

No sal Os petistas estão possessos porque a ministra Marta Suplicy (Cultura) não está fazendo campanha para a presidente Dilma em São Paulo. Perguntam: “Ela é ministra de quem?”. Marta já está no sal com Dilma, que não engole o fato de ela ter defendido o “Volta, Lula”, quando o coro de petistas pelo ex-presidente engrossou.

Na reta final– Mesmo sem a presença de Aécio, a Frente Popular fará uma caminhada pelas ruas do Recife, como Dilma e Lula hoje. Será na próxima quinta-feira. Amanhã, tem um ato das “Mulheres com Aécio”, enquanto o PT anuncia mais uma mobilização no Marco Zero. Até domingo, dia da eleição, a campanha presidencial tende a pegar fogo no Estado.

Agenda pós-eleição– Depois das eleições, o governador João Lyra Neto (PSB) deve cumprir uma extensa agenda de inaugurações de obras no Estado, a maioria iniciada ainda pelo ex-governador Eduardo Campos. A assessoria de Lyra garante que também têm obras com o DNA da gestão Lyra, principalmente em Caruaru, principal base eleitoral do governador.

Pujança sertaneja  Empresário bem-sucedido no ramo de móveis, Alexandre Brito, da Magno Móveis (de camisa azul na foto), em Afogados da Ingazeira, recebe hoje, no Recife, a Medalha do Corpo de Bombeiros. Ele e seu irmão Carlos Brito são responsáveis pela criação do mais novo polo moveleiro do Estado, com duas grandes indústrias e 20 pequenos empreendimentos. São 30 mil peças/mês comercializadas no mercado nordestino, no Sul e Sudeste, gerando mais de 500 empregos diretos.

CURTAS

UNIDADE– Na caminhada de hoje de Dilma, que sai do Parque 13 de maio em direção à Pracinha do Diário, todas as lideranças que estiveram no palanque de Armando Neto, que perdeu a eleição para governador, estarão unidas, novamente, agora pela reeleição da presidenta.

EM ARCOVERDE– O governador eleito Paulo Câmara instala, hoje, o gabinete de transição e no final da tarde segue para Arcoverde, para um ato de campanha em favor da candidatura presidencial de Aécio Neves promovido pela prefeita Madalena Brito (PTB).

Perguntar não ofende: Geraldo Júlio também fará uma reforma em seu secretariado após as eleições?

'Dai bebida forte ao que está prestes a perecer, e o vinho aos amargurados de espírito'. (Provérbios 31-6)

  Escrito por Magno Martins, às 06h00
 
Comentários Comentários (4) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Câmara mobiliza deputados por Aécio na reta final

Líderes do PSB de Pernambuco vêm a SP para pedir apoio a Aécio Neves (Marcos Fernandes/ Coligação Muda Brasil)

O governador eleito Paulo Câmara reuniu cerca de 50 deputados estaduais e federais (entre atuais e eleitos) na noite de ontem para pedir engajamento e apoio total nesta reta final de campanha presidencial. Ao lado do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, do senador eleito Fernando Bezerra Coelho, do vice-governador eleito Raul Henry e do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, Paulo reforçou a necessidade de eleger Aécio Neves no próximo dia 26 de outubro. Encontro semelhante já foi realizado com prefeitos da Frente Popular de Pernambuco.
 
“Nossos eleitores precisam saber que o voto agora é no 45. Logo, cada uma de nós, deve percorrer os municípios possíveis levando a mensagem de apoio a Aécio. Precisamos transferir nossos votos para a candidatura que representa a mudança e que está comprometida com o povo de Pernambuco e do Nordeste”, ressaltou o governador eleito. Paulo ainda destacou a importância do estado nestas eleições, alertando que Pernambuco terá papel de destaque neste segundo turno.
 
O prefeito Geraldo Júlio também convocou os deputados a tomarem as ruas nestes últimos dias de campanha. “Devemos nos empenhar ao máximo, unir forças e intensificar o trabalho de disseminar o nome de Aécio. Vamos mostrar que a Frente Popular está unida em torno deste projeto de governo que vai mudar o Brasil e que vai ajudar o governo de Paulo a transformar a vida dos pernambucanos”, disse.
 
AGENDA - Além de receber Aécio em um grande ato no Recife e em Sirinhaém, município da Zona da Mata Sul, Paulo já realizou eventos em Petrolina e Caruaru, e amanhã comandará uma grande carreata em Arcoverde. Ao longo da semana, outros atos de campanha deverão contar com a presença do governador eleito. 

  Escrito por Magno Martins, às 05h58
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Carga final: Dilma e Lula hoje nas ruas do Recife e RMR

Do Diario de Pernambuco - Larissa Rodrigues e Thiago Neuenschwander

A cinco dias do segundo turno das eleições, a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) chega hoje a Pernambuco para tentar recuperar terreno no único estado do Nordeste onde foi derrotada nas urnas no primeiro turno (perdeu para Marina Silva por 48% a 44%). Para impedir o avanço de seu adversário, Aécio Neves (PSDB), que agora conta com apoio do governador eleito Paulo Câmara (PSB), Dilma trará a tiracolo seu principal cabo eleitoral, o ex-presidente Lula.

Durante a tarde, os dois visitarão a fábrica da Fiat, em Goiana, e, em seguida, participarão de uma caminhada no Centro do Recife. Pela manhã, Dilma irá a Petrolina, no Sertão, para encontro de agricultores familiares, promovido para ONG Articulação Semiárido (Asa).

Antes da chegada dos dois ao Estado, a petista enviou ontem uma “tropa de elite” para representá-la e fazer a entrega de 1.920 moradias do programa Minha Casa, Minha Vida, em Abreu e Lima, no Grande Recife. Como a legislação eleitoral proíbe o comparecimento de candidatos à reeleição em cerimônias deste tipo durante a campanha, coube a Miriam Belchior, do Planejamento, Francisco Teixeira, da Integração Nacional, e Gilberto Occhi, das Cidades, substituírem a chefe do Executivo e fazerem a defesa dos investimentos da União em Pernambuco.

  Escrito por Magno Martins, às 05h56
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Irmão de Eduardo Campos ensaia entrada na política

O filho de Eduardo Campos, João Campos, deve ter companhia em sua entrada na vida política. O irmão do governador de Pernambuco morto num acidente aéreo, o advogado Antonio Campos, também discute a possibilidade de uma candidatura. Quem informa é Clarissa Oliveira, no blog Poder Online.

Diz a colunista que a família tem negociado em conjunto a estratégia para manter o capital político no Estado, tudo com participação da viúva Renata Campos.

  Escrito por Magno Martins, às 05h54
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Lula ataca novamente a imprensa, e cita nomes

Enquanto Dilma reclama de mentiras, seu antecessor ataca jornalistas

De O Globo - Germano Oliveira 

A Dilma Rousseff participou ao lado de Lula, de comício em Itaquera, na Zona Leste da cidade - Michel Filho / Agência O Globo
 
Em evento de campanha ao lado da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou nesta segunda-feira a atacar a imprensa. Desta vez, porém, foi além da crítica institucional e citou os nomes de jornalistas: Miriam Leitão, que trabalha no GLOBO, na TV Globo e na Globonews, e William Bonner, apresentador do “Jornal Nacional” :

— Daqui para frente é a Miriam Leitão falando mal da Dilma na televisão, e a gente falando bem dela (Dilma) na periferia. É o (William) Bonner falando mal dela no “Jornal Nacional”, e a gente falando bem dela em casa. Agora somos nós contra eles.

Ouvida, a TV Globo disse que seus jornalistas não falam mal de ninguém, mas apenas cumprem a sua obrigação de perguntar e noticiar fatos.

  Escrito por Magno Martins, às 05h53
 
Comentários Comentários (3) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Baque na relação entre o dois. Acerto de contas depois

 Embora Lula tenha voltado à campanha de Dilma Rousseff, a relação entre os dois não alcançou novamente "os 100%", de acordo com interlocutor de ambos. Quem avalia é Mônica Bergamo, na sua coluna da Folha de S.Paulo de hoja.

As pendências estariam apenas suspensas, completa a colunista. Depois das eleições, os dois devem fazer uma longa sessão de DR, ou discussão da relação.

  Escrito por Magno Martins, às 05h52
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Delação premiada: a vez dos corruptores

Já foram citados nomes de PT, PSDB, PMDB e PP

 Empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobras já estudam fazer um acordo de leniência, admitindo irregularidades em troca de penas mais brandas para seus executivos. Por esse acordo, as empreiteiras se comprometeriam a devolver o dinheiro desviado da estatal para o pagamento de propinas a vários partidos políticos -- já foram citados nomes de PT, PMDB, PP e PSDB. A informação esta na coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo desta terça-feira. Com mais detalhes:

''Antes de avançar na ideia, as empresas esperam a definição, em primeiro lugar, do magistrado que tocará o caso. Elas já apresentaram pedidos para que o juiz Sergio Moro, do Paraná, deixe de comandar o processo. Alegam que as irregularidades não ocorreram no Estado, e sim no Rio e em São Paulo. O acordo de leniência dependeria também de uma grande 'costura' envolvendo Polícia Federal e Ministério Público.

Donos e acionistas majoritários de algumas das empreiteiras temem que alguns de seus diretores, se pressionados, resolvam fazer, por conta própria, uma delação premiada, seguindo o exemplo de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras. Com o acordo de leniência, manteriam ao menos certo controle sobre o processo.''

  Escrito por Magno Martins, às 05h50
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Agressividade de Dilma desidratou Aécio na classe C

 A campanha agressiva de Dilma Rousseff desidratou Aécio Neves na chamada classe C, onde Marina Silva começou a perder a vaga no segundo turno, informa a Folha de S.Paulo desta terça-feira. No fim de setembro, a petista abriu sete pontos sobre a candidata do PSB no grupo em uma semana. Agora o movimento se repete: a vantagem de Aécio sobre Dilma no segmento encolheu oito pontos em cinco dias, mostra o Datafolha. A classe C é o principal alvo da propaganda de TV e concentra mais de um terço do eleitorado.

Nas grandes cidades, a variação foi semelhante. Em cinco dias, a vantagem de Aécio sobre Dilma desabou de 9 pontos para 1. Na disputa com Marina, Dilma tirou uma diferença de seis pontos em uma semana nos grandes centros.

  Escrito por Magno Martins, às 05h40
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Tesoureiros do PT: tetras em medalhas. De FHC a Lula
 Acusado de receber propina de contratos da Petrobras, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, já foi nomeado quatro vezes por Lula e Dilma para o conselho da Itaipu Binacional. Ele está no cargo desde 2003. A informação é de Bernardo Mello Franco, na Folha de S.Paulo desta terça-feira.

Cada conselheiro -- explica o colunista -- ganha R$ 20,8 mil e só precisa ir a seis reuniões por ano. Mercadante e o ex-governador gaúcho Alceu Collares, que deu a Dilma seu primeiro emprego público, também são do conselho.

Dos arquivos do 'Diário Oficial': em 2002, o presidente Fernando Henrique Cardoso condecorou Vaccari e o ex-tesoureiro petista Delúbio Soares, condenado no julgamento do mensalão, com a Ordem do Mérito do Trabalho.

  Escrito por Magno Martins, às 05h30
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
PT: ajuste de contas sobre derrota em SP após a eleição

 Preocupado em não contaminar os ânimos na corrida presidencial, o PT paulista marcou para depois do segundo turno o balanço da derrota sofrida no maior colégio eleitoral do país, considerada desastrosa pela legenda. Uma reunião do diretório regional do partido deve ocorrer logo após a votação, anuncia Mel Bleil Gallo, no blog Poder Online.

Além da decepção com o desempenho de Alexandre Padilha nas urnas, -- diz a colunista --, o PT viu a presidente Dilma Rousseff alcançar pouco mais da metade da votação do rival Aécio Neves. Ainda viu sua bancada federal cair de 16 para 10 cadeiras. E perdeu para o tucano José Serra a vaga até então ocupada por Eduardo Suplicy no Senado.

  Escrito por Magno Martins, às 05h20
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Invasão de São Paulo: Dilma quer 35% dos votos de lá

 O PT enxerga em 35% o “número mágico” para a campanha da presidente Dilma Rousseff. Esta, segundo dirigentes da legenda, é a fatia ideal dos votos válidos que ela precisa conquistar no maio colégio eleitoral do país. A informação é de Clarissa Oliveira, no blog Poder Online.

Diz a colunista que o comando petista investe na ideia de que cada ponto conquistado no maior colégio eleitoral do País tem efeito mais significativo no desempenho nacional.

  Escrito por Magno Martins, às 04h40
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Falta pouco. Felizmente!

Carlos Chagas

 Felizmente, falta pouco para nos livrarmos das abomináveis informações ouvidas todos os dias a respeito de  “o nível de confiança dessa pesquisa é de 95%” ou “pela margem de erro o candidato pode receber dois pontos para cima ou dois pontos para baixo”. Trata-se de um engodo destinado a abrir  janelas para desculpar notórios erros dos institutos.

Outra praga de que nos livraremos será a pejorativa denominação dos postulantes a cargos eletivos de “CANDIDATO (A)”.Pejorativa porque jogada sobre quem disputa eleições na forma de uma diminuição. Ganhando ou perdendo, até o fim do ano Dilma voltará  a ser PRESIDENTA  e Aécio, SENADOR.

Depois da posse do eleito, a situação poderá inverter-se para o tucano, mas a companheira merecerá até o fim da vida o tratamento de PRESIDENTA, devido a quantos ocuparam a chefia do governo.

  Escrito por Magno Martins, às 04h00
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Interesseira: É Dilma liderando e Marta voltando

Apesar de ser anunciada, Marta não fez nenhum pronunciamento, ao contrário dos demais convidados (Agência Brasil)

Apesar de ser anunciada, Marta não fez nenhum pronunciamento, ao contrário dos demais convidados (Agência Brasil)

A aparição leva a crer que a estratégia dos dirigentes do PT de reaproximar a ministra da candidata à reeleição surtiu efeito; objetivo de juntá-las é impulsionar a votação da presidente no Estado de São Paulo. Após ficar afastada por mais de um mês da campanha da presidente, Dilma Rousseff, do PT, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, reapareceu em evento de apoio à candidata à reeleição realizado no Teatro Tuca, na Pontifícia Universidade Católica (PUC), em São Paulo.

Há alguns dias, dirigentes da legenda petista tentavam ensaiar uma reaproximação entre Dilma e Marta, com o objetivo de impulsionar a votação da presidente no Estado de São Paulo, principalmente na periferia da capital paulista.

Apesar de ser anunciada, Marta não fez nenhum pronunciamento, ao contrário dos demais convidados. O afastamento das duas teria sido desencadeado pelos jantares organizados pela ministra no início do ano em apoio ao movimento 'Volta Lula'.(Infomoney)

  Escrito por Magno Martins, às 03h20
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Cabeças vão rolar

Carlos Chagas

 Quando chegarem ao Supremo Tribunal Federal as íntegras dos depoimentos dos dois bandidos que roubaram a Petrobrás, na forma de delações premiadas, dependerá dos ministros Ricardo Lewandowski, presidente, e Teori Zavaski, relator, dar início aos processos contra deputados, senadores, governadores e até ministros envolvidos na lambança.

A começar pelos que foram reeleitos e terão, até a conclusão dos julgamentos, tomado posse e entrado no exercício de seus mandatos. Coisa para mais de um ano. A impressão geral na mais alta corte nacional de justiça é de que, mesmo sem as características singulares do ex-ministro Joaquim Barbosa, o atual chefe do Poder Judiciário será inflexível na aplicação da lei. Convém aguardar.

  Escrito por Magno Martins, às 02h40
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

21
10/14
Inversão nas pesquisas preocupa aliados de Aécio

Blog do Camarotti

 A inversão nos números do Datafolha, com vantagem numérica da candidata petista Dilma Rousseff, acendeu luz amarela no ninho tucano. A maior preocupação no comando da campanha de Aécio Neves é com o resultado na região Sudeste. Aécio tem vantagem em relação a Dilma no Sudeste (49% a 40%). Mas a diferença diminuiu em relação à pesquisa anterior, onde o tucano tinha 50% e a petista 35%.

Por isso, haverá uma operação nesta reta final para ampliar a dianteira na região com o maior eleitorado do país. Outra preocupação entre os tucanos é com a rejeição de Aécio. Ele tem um índice (40%) ligeiramente superior ao de Dilma (39%). Na primeira pesquisa Datafolha, 34% diziam que não votariam em Aécio de jeito nenhum contra 43% de rejeição de Dilma.

PANCADARIA FUNCIONA

A pesquisa mostra que tem causado, sim, danos à imagem do tucano Aécio Neves a estratégia de desconstrução feita pelo PT. Segundo o Datafolha, para 56% dos eleitores, Aécio é quem mais defenderá os ricos, caso se torne presidente. Esse índice é de apenas 17% para Dilma.

Já para 57% dos eleitores, Dilma é a candidata que mais defenderá os pobres. Só 26% dos eleitores enxergam em Aécio um defensor dos pobres.

Outro dado negativo para a campanha tucana: entre os indecisos, 31% admitem que poderiam votar na Dilma e 24% em Aécio.
Há o reconhecimento nas duas campanhas que essa eleição será disputada até o último minuto. Por isso mesmo, o cuidado é para evitar erros nesta reta final do segundo turno e conseguir acertar a estratégia regional.

  Escrito por Magno Martins, às 02h00
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

20
10/14
Aécio: ''Passado é o PT, há doze anos no poder''

Tucano afirma que Dilma, ao sempre fazer comparação com o passado, esquece que mandados petistas 'jogaram fora' algumas conquistas do país

Laryssa Borges, de Belém
O candidato do PDSB à Presidência da República, Aécio Neves, participa de ato político em Belém (PA), na noite desta segunda-feira. O tucano esteve acompanhado do ex-jogador Ronaldo, o Fenômeno, da cantora Fafá de Belém, e líderes do PSDB

O candidato do PDSB à Presidência da República, Aécio Neves, participa de ato político em Belém (PA), na noite desta segunda-feira. O tucano esteve acompanhado do ex-jogador Ronaldo, o Fenômeno, da cantora Fafá de Belém, e líderes do PSDB (Tarso Sarraf/Estadão Conteúdo)

Veja

A menos de uma semana para o segundo turno, o candidato do PSDB à Presidência da República Aécio Neves utilizou nesta segunda-feira o prestígio do ex-jogador de futebol Ronaldo e da cantora Fafá de Belém para pedir votos na capital do Pará e tentar ampliar a parcela do eleitorado que pretende pôr um fim no governo do PT. “Temos nas nossas mãos uma oportunidade que não temos o direito de perder, eu é tirar o PT do governo e darmos ao Brasil a sua libertação”, disse o tucano em um comício na cidade de Belém.

''A nossa adversária prefere sempre uma comparação com o passado, esquecendo-se de que o passado são eles, que durante 12 anos infelizmente jogaram fora algumas de nossas principais conquistas”, disse. 

Aécio apelou para um forte tom emocional, ainda que o ritmo frenético da agenda de campanha tenha comprometido sua voz – ele desembarcou no Pará no início da noite abatido e com rouquidão. “O que está em jogo nesses próximos dias não é a vitória do partido A ou a derrota desse ou daquele candidato”, disse ele, atacando a estratégia da adversária de apresentar o PSDB como um partido alheio aos anseios da população.

  Escrito por Magno Martins, às 23h20
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

20
10/14
Redes sociais pautam os debate dos candidatos na TV

Leandro Mazzini - Coluna Esplanada

 Nunca numa eleição o poder das redes sociais foi tão forte e decisivo para nortear o discurso dos presidenciáveis. Dilma e Aécio vão para os debates nas emissoras de TV com o script pronto, mas são os comentários e repercussão no Twitter e Facebook, de suas falas durante o confronto, que estão norteando os rumos dos embates.

Durante os intervalos, os marqueteiros e assessores de imprensa de ambos levam para eles imagens e frases mais destacadas na internet – e o tucano e a petista decidem que rumo tomar.

Em tempo, apesar da onda Aécio crescente, o candidato não vingou no Twitter. Até este domingo pela manhã a conta oficial do candidato tucano tinha 179 mil seguidores contra 2,9 milhões da presidente Dilma.

  Escrito por Magno Martins, às 22h40
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

20
10/14
Vox confirma Datafolha: Válidos, Dilma 52%; Aécio 48%

:

A pesquisa do Instituto Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, divulgada nesta segunda-feira (20) indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) permanece numericamente à frente do senador Aécio Neves (PSDB) na corrida à Presidência da República, mas o cenário ainda é de empate técnico entre os candidatos. Os números são semelhantes aos que foram divulgados pelo Datafolha mais cedo (aqui). Considerando apenas os votos válidos, ou seja, descontando-se brancos, nulos e eleitores indecisos, Dilma aparece com 52% enquanto o tucano soma 48%. É com esses números que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chega ao vencedor da eleição. Também há empate técnico.

 Dilma aparece com 46% das intenções de voto totais e Aécio registra 43% da preferência do eleitorado. Em relação à semana passada, os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa — de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

No último levantamento Vox Populi, Dilma registrou 45% e Aécio somou 44%. A pesquisa divulgada hoje aponta que brancos e nulos são 5%, e eleitores indecisos somam 5%.

A pesquisa ouviu 2.000 eleitores entre o último sábado (18) e domingo (19) em 147 cidades do País. O levantamento, que tem nível de confiança de 95%, foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01136/2014.

  Escrito por Magno Martins, às 21h58
 
Comentários Comentários (10) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

20
10/14
Datafolha: Dilma tem 46% e Aécio, 43%

A Pesquisa Datafolha divulgada na noite de hoje mostrou, pela primeira vez, a presidente Dilma Rousseff (PT) numericamente à frente no segundo turno. Dilma e Aécio Neves (PSDB) continuam empatados tecnicamente. Dilma registrou 46% das intenções de voto e o tucano, 43%.

Nos votos válidos, Dilma tem 52% e Aécio, 48%. Votos em branco e nulos somam 5%. Os indecisos são 6%.

Em comparação ao levantamento apresentado na semana passada, Aécio oscilou 2 pontos para baixo, passando de 45% para 43%. Dilma oscilou 3 para cima, de 43% para 46%.

Na semana passada, os eleitores que declararam voto em branco ou nulo eram 6%. Os que não tinham candidato também eram 6%. Considerando somente os votos válidos, Aécio tinha 51%, e Dilma, 49%.

O Datafolha entrevistou 4.400 pessoas nesta segunda-feira nos 26 estado e o Distrito Federal. A pesquisa, contratada pela Empresa Folha da Manhã S.A. e TV Globo, está registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-01140/2014.

  Escrito por Magno Martins, às 20h13
 
Comentários Comentários (20) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

20
10/14
Geraldo Júlio promove encontro pró-Aécio


O prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), convocou parlamentares para um encontro no restaurante Entre Amigos, da Rua da Hora. O objetivo do encontro é agradecer e parabenizar os deputados federais e estaduais eleitos e reeleitos pela Frente Popular. Além disso, a reunião traçará metas para eleger Aécio Neves (PDSB) a presidente do Brasil.

Durante o encontro, o senador eleito Fernando Bezerra Coelho (PSB) adiantou que, amanhã, será realizada uma carreata na cidade de Arcoverde, no Sertão pernambucano, além de outros eventos pró-Aécio até o sábado, ultimo dia da campanha eleitoral.

Em entrevista, Geraldo Júlio afirmou que o povo quer mudança e que o melhor caminho é eleger Aécio. “Esse encontro é de engajamento, varias lideranças estão presentes aqui discutindo estratégias, discutindo o melhor caminho para o Brasil. O Brasil parou, precisa mudar, emprego ta difícil, inflação voltou, o País precisa de uma governo mais próximo do povo. Por isso Eduardo era candidato, porque ele sabia que o povo queria isso. Paulo Câmara apoia Aécio, Fernando Bezerra apoia Aécio, Pernambuco inteiro esta pronto pra votar em Aécio no próximo domingo”, disse o prefeito.

  Escrito por Magno Martins, às 20h10
 
Comentários Comentários (7) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  


Copyright Magno Martins. 2011. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.